Cinco motivos para ver ACEDE

Oie pessoas, tudo bem com vocês?

Fui ver A culpa é das estrelas no domingo, e quando cheguei em casa, minha cabeça estava borbulhando de ideias para este post. Espero não ter pensado tanto e ter feito algo ruim, mas de qualquer forma, é três posts em um: resenha do filme, cinco motivos para ver o filme e trilha sonora. Espero que vocês gostem :)

Lançamento: 6 de junho de 2014 (2h5min.)
Dirigido por: Josh Boone
Com: Shailene Woodley, Ansel Elgort, Nat Wolff...
Gênero: Romance, Drama
Nacionalidade: EUA
SinopseDiagnosticada com câncer, a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.

"Talvez o O.K. venha a ser o nosso sempre..."

Dizer que eu derramei lágrimas vendo esse filme seria pouco. Eu solucei, engasguei, sujei meu óculos e tentei não chorar muito alto enquanto algumas pessoas gritavam "NÃO!", e ainda precisei de um tempinho para poder me acalmar. Fiquei com o rosto todo vermelho e inchado, mas não fui a única a sair da sala de cinema prestes a chorar novamente.


O filme captou toda a essência do livro e conseguiu deixar a história ainda mais emocionante e bonita, se é que isso é possível, e me mostrou bem mais do que eu poderia esperar. Os atores me surpreenderam muito; não tinha gostado deles de início, mas agora não consigo pensar em ninguém que pudesse interpretar Gus, Hazel e Isaac melhor do que Shailene, Ansel e Nat. Esse foi de longe o melhor filme que eu já vi até agora, não só do ano, mas de todos.


A história de ACEDE não é novidade, quem não conhece o livro deve ter pelo menos ouvido falar dele, mas de qualquer forma, deixarei um pequeno resumo.
Hazel Grace sofre de um tipo de câncer no pulmão desde seus treze anos, quando quase morreu. Graças a uma droga experimental ela está viva, mas por pouco tempo.
Sua mãe acredita que ela está deprimida e a obriga a participar de um grupo de apoio onde todas as outras pessoas também têm um tipo de câncer, e lá ela conhece Augustus, um rapaz divertido que adora metáforas e que arrasa corações, principalmente o meu.

Os dois então vivem uma história de amor que não deve ser contada e que um dia será esquecida, ambos sabendo que hora ou outra um precisaria escrever um discurso para o funeral do outro.
Acompanhamos a história pela narração de Hazel, nossa protagonista, e felizmente o filme tem alegria e tristeza na medida certa, de forma que não se torna aquele filme tragicamente dramático que deixa todo mundo com pena dos personagens, mas uma história bonita de se ouvir e levemente triste, pois vemos que os personagens viveram uma vida feliz, mesmo que por pouco tempo.


Sinceramente, eu não sabia o que esperar do filme. Pensei que acabaria me decepcionando com ele, pois a maioria dos filmes têm mania de estragar as histórias dos livros, mas é com grande satisfação que digo que ACEDE é a imagem mais completa do livro, é tudo aquilo que enxergamos no livro com uma pitadinha de realidade. Resumindo, é demais!


Há um infinito de números entre o 0 e o 1, e muito mais números entre o 0 e o 2 (0,1 0,2 0,3...). Minha nota para este filme seria o equivalente á todos os números de 0 a 10, pois a nota infelizmente não pode passar do 10, mas se pudesse, teria uns dez números zero (10000000000). Por que eu nunca dei um dez para nenhum filme antes? Assim como Hazel fez com o número de sua dor (de 0 a 10, qual é o número da sua dor?), estive guardando o meu 10 para algo especial, e aqui está ele: A culpa é das estrelas!!!

--------------------------------------*-----------------------------------
5 motivos para ver A culpa é das estrelas


5. Mais um filme com Shailene e Ansel
Mesmo não tendo gostado muito do filme de Divergente, achei que os dois fizeram um bom trabalho na atuação de Tris e Caleb, mas ficaram dez vezes melhores em ACEDE. Vale muito a pena conferir.


4. Trilha sonora
A trilha sonora desse filme me deixou até arrepiada. Tem Ed Sheeran, Jake Bugg, Birdy, entre outros. O vídeo abaixo é da música de Ed Sheeran, que toca no final do filme junto com os créditos. É uma música linda ♥



3. Foi inspirado na história de Esther Earl.
John Green se inspirou em Esther ao escrever o livro, que demorou anos até ser terminado. Esther tinha câncer na tireóide assim como Hazel.


2. É uma história de superação
Nem todo mundo gosta de livros tristes, mas A culpa é das estrelas não é mais um desses livros dramáticos que fazem o leitor morrer de pena dos personagens. John Green faz as pessoas se apaixonarem pelos personagens como ninguém, e nos faz passar pelos problemas junto com eles, e superá-los.


1. Precisa mesmo de mais um motivo?
A culpa é das estrelas é o maior sucesso de John Green e foi lançado em 2012 (resenhado no blog em novembro/2012 aqui). John Green é um dos escritores norte-americanos mais queridos pelo público jovem e igualmente festejado pela crítica.

"Com mais de um milhão de seguidores no twitter, é autor best-seller do The New York Times, premiado com a Printz Medal e o Printz Honor da American Library Association e com o Edgar Award, e foi duas vezes finalista do prêmio literário do LA Times. Com o irmão, Hank, mantém o canal do YouTube “Vlogbrothers”, um dos projetos de vídeo on-line mais populares do mundo. Mora com a mulher e o filho em Indianápolis, Indiana."
MilkMilks

Dryh Meira

34 comentários

  1. Oi Dryh, tudo bem?

    Gostei muito do seu post. Ainda não vi A Culpa é das Estrelas, mas pretendo assistir nesse final de semana. Estou escutando todo mundo falar bem do filme e de como está fiel ao livro e fico muito feliz com isso. Ninguém gosta de ver um livro maravilhoso ser mal adaptado.

    Adorei sua lista de motivos. Não gostei muito da atuação deles em Divergente, mas é inegável que são ótimos atores, espero gostar deles em ACEDE, aliás, adorei esse ensaio fotográfico que eles fizeram, as fotos ficaram lindas. A trilha sonora realmente está muito bonita. E quero muito ler A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar, falam que é muito emocionante.

    Fiz um post com várias capas do livro que eu encontrei, com uma enquete para votar nas preferidas. Se quiser conferir da uma passadinha lá!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    http://vamosfalarlivros.blogspot.com.br/2014/06/batalha-de-capas-1-culpa-e-das-estrelas.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, felizmente fizeram um ótimoo trabalho com a adaptação ♥ prefiro mil vezes a Shailene como Hazel e o Ansel como Gus, ficaram bem melhores assim ♥

      Excluir
  2. Olá
    Quero muito assistir esse filme, pois gostei muito do livro. Chorei demais. Imagine vendo o filme. Vou inundar o cinema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk' melhor levar lenços viu, Monica ^^

      Excluir
  3. *Te dando um abraço de quem se surpreendeu e esta infinitamente grata por esse filme* Bem vinda ao clube! Estou super de acordo com as avaliação, também chorei muito (e não esperava por isso, assim). MAs fiquei com vontade de voltar na próxima sessão e chorar quantas vezes fosse preciso, até me drenar completamente. Só pelo prazer de sentir tudo que essa história passa e com tanta naturalidade do filme!
    Também falei dele no blog. Como não falar? Para mim também foi como um dos melhores filmes da minha vida! <3
    Beijo!
    Daniela Martins
    A Thousand Lifetimes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ~abraço~ kkk' também queria ver novamente, mas os ingressos já haviam esgotado *-* não me importaria nem um pouco de chorar mais um pouco...rsrs'

      Excluir
  4. Ola! como sobreviver aos pós ACEDE né? hahaha eu e minha amiga saimos destroçadas do cinema! assim como ficamos apos ler o livro. é uma historia tocante e marcante.

    Sem palavras para descrever esta historia linda que John Green criou eu amei e recomendo a todo mundo também, é um exemplo!


    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou tentando descobrir também....kkkkk' realmente é uma história que não deve ser esquecida ♥

      Excluir
  5. Olá!
    Eu vou ver o filme neste fim de semana, estou mais que ansiosa para ver e chorar muuuito. John Green e a produtora de fato arrasaram, pelo que vi até agora.
    Beijos.
    http://leituraassidua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus, preciso urgentemente assistir esse filme. Não, preciso de mais motivos...rs.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrs' poderia listar mais cinco ou sete ali, mas não cabia *-*

      Excluir
  7. Olá! :)
    Eu não fui a maior fã no livro, mas achei que todos os pontos que desgostei do livro foram corrigidos no filme, que ficou incrível!
    Acho que Ansel roubou a cena de um jeeeito que eu não esperava! Achava que não ia gostar dele como Gus, mas meu deus! me apaixonei! Nat lindo, ja gostava muuuito dele, adorei ele como Isaac!

    Adorei o post 3x1! ficou uma graaaça!

    Um beijo Lara!
    http://meusmundosnomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. roubou mesmo...rsrs' não conseguia parar de pensar nele, que realmente ficou bem melhor sendo Gus do que Caleb *-*

      Excluir
  8. Aiii que tudo! Pena que ainda não li o livro, queria muito...Ainda vou ler e só depois ver o filme, mas parece muito emocionante.
    Beijos!
    Monólogo de Julieta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sério? Corre ler Paloma! É muuito lindo ♥

      Excluir
  9. Olá tudo bem???
    Quero muito assistir o filme e fiquei muito triste porque não poderei assisti-lo no cinema... problemas financeiros gravíssimos que não permitiram, porém ainda tenho um fio de esperança para quem sabe conseguir... eu adorei seus motivos para assistir o filme e saber que ele foi fiel, porém eu não morro de amores pelo livro... esperava mais... só que eu tenho certeza de que amarei mais o filme do que o livro... Xero!!!
    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou torcendo para que você consiga viu, Diana ^^

      Excluir
  10. E eu que ainda não fui ver?
    Caramba, tá todo mundo falando TÃO bem que ainda me sinto mal por não ter ido assistir! Preciso fazer isso o quanto antes! <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  11. Oi Dryh, esse filme ainda não chegou em minha cidade e eu não vejo a horaaa. Eu amei o livro, ao contrário de muita gente que - na maioria das vezes - é preconceituosa com romances mais juvenis e tenho muita fé de que o filme também é sensacional.
    Beijo

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o filme é mesmo sensacional, bem mais do que eu esperava ♥

      Excluir
  12. Nossa estou aqui dá enlouquecida com as resenhas que já li em relação ao filme e não vejo a hora dele chegar como lançamento no cinema da minha cidade!
    Adorei conferir tua opinião e espero gostar como você!Me arrepiei somente de ler esta tua postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' fico feliz que você tenha gostado dela Michelli, espero que você também goste do filme :)

      Excluir
  13. Oi Flor! Me apaixonei pela sua resenha do filme! Ainda não fui assistir! Mas lembro que quando eu terminei de ler o livro, eu olhei em volta e comecei a chorar sozinha! Ele me tocou muito mesmo! ESPERO assim como vc que o filme seja o melhor que já assisti!
    Beijos
    Paulinha Juliana - Overdose Literária
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/06/divulgacao-autora-parceira-pre-venda.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também acabei chorando com o livro, mas não me lembro de ter chorado tanto quanto chorei com o filme, foi de soluçar alto mesmo *-* espero que você goste tanto do filme quanto eu :)

      Excluir
  14. Não preciso de nenhum motivo para assistir, a não ser esse: É A culpa é das Estrelas!
    Como não assistir? Como não acompanhar o romance de Hazel e Gus tomando vida e abalando a minha?
    Mesmo assim, os motivos que você citou também são perfeitos, muito válidos para fazer os indecisos definitivamente comprarem seus ingressos e embarcarem nessa aventura.
    Ainda não assisti, infelizmente, mas quero MUITO.

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Dryh!
    Não tive oportunidade de ir assistir ainda. Mainha anda bem doente e tenho ficado com ela, levado a médicos, etc...Mas quero muito ir assistir.
    Também não li o livro ainda...
    Está tão divulgado que talvez esse seja o maior motivo.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena, estou torcendo para que ela melhore, Rudy ♥

      Excluir
  16. Não quero ver esse filme, como já falei gosto de finais felizes e tudo mundo que conheço e assistiram a esse filme choraram muito, então corro desse filme. kk

    ResponderExcluir
  17. No meu caso só 1 motivo seria o bastante: o livro.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  18. Acredita que ainda nem li o livro? ...
    Mas quero muito ver o filme, dizem que ficou super parecido com o livro, e que não estragaram nadinha, então quero muito ver ...

    ResponderExcluir
  19. Oi Dryh! Que resenha/texto gostoso de ser lido. Eu super concordo com você! ACEDE é meu livro de romance preferido e claro que o filme também se tornou... Usando a frase do Markus Zuzak, eu ri, chorei e ainda quis mais.

    "Talvez o O.K. venha a ser o nosso sempre..." :)

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...