Delicatessen

Oie pessoas, tudo bem com vocês?

Esse filme eu encontrei na época em que estava louca por filmes franceses, e acabei encontrando-o junto com outros filmes que eu acabei gostando bastante e resenhei aqui no blog, mas Delicatessen não acabou sendo tãão bom quanto eu achei que seria...

Lançamento: 13 de dezembro de 1991 (1h 39min
Dirigido por: Jean-Pierre Jeunet, Marc Caro
Com: Dominique Pinon, Karin Viard, Ticky Holgado 
Gênero: Comédia , Drama , Terror , Fantasia
Nacionalidade: França 
Sinopse: Num mundo pós-apocalíptico em que a comida é a principal moeda de troca, Louison (Dominique Pinon), um ex-palhaço, arranja um emprego no prédio que abriga o açougue Delicatessen. Instalado na pensão do andar superior, o novo funcionário acaba se envolvendo com a violoncelista Julie (Marie-Laure Dougnac), filha do sanguinário açougueiro Clapet (Jean-Claude Dreyfus). Perseguido, o rapaz precisa escapar do pai ciumento e dos demais moradores do prédio, que têm planos macabros para sua carne.



Delicatessen é o nome de uma “pensão” onde vivem várias pessoas, muitas delas praticamente loucas. A época que se passa o filme é uma em que as pessoas morrem de fome, e como não perdem tempo, acabam matando umas ás outras e comendo a si próprias. O dono da pensão, pai de Julie, personagem principal, está sempre matando seus inquilinos para depois vender no açougue em que trabalha.

 

O filme é um pouco engraçado, mas em alguns momentos chega a dar medo, por mais que seja parado e aconteçam coisas de meia em meia hora, e poucas coisas. Algumas partes são totalmente assustadoras, principalmente porque o personagem principal que acaba de chegar á casa é um palhaço, o que eu não gosto nem um pouco.

Para quem gosta de filmes apocalípticos e pós - apocalípticos e terrivelmente ruins essa é uma boa opção.
A melhor personagem é Aurore, uma mulher louca que ouve vozes todos os dias, que a mandam fazer várias coisas, mas ela vive tentando se matar com formas engenhosas preparadas por ela mesma, mas que nunca dão certo.
 

Se olharmos por certo ponto de vista, o filme é ridículo, principalmente quando aparecem cenas que ocorrem á noite, que parecem mais cenas do filme O Drácula que qualquer outra coisa. Mas é um filme engraçado (não muito) e tem muitos personagens diferentes. Como não poderia faltar uma pitada de romance nisso tudo, Julie e o novo hóspede, Louison acabam se apaixonando.


O final foi tão bobo e mal pensado (e surreal) que eu cheguei a rir. É tão “desenho animado” que a gente nem chega a levar a sério. Não sei de onde tiraram tal ideia, o filme já não estava tão bom, mas o final foi a gota d’água. A única coisa que salvou o filme de levar um redondo zero foi o romance que surgiu em meio ás confusões, que mesmo sendo um pouco ridículo, ajudou o filme a escapar um pouco.


Nota: 3,0

MilkMilks
Dryh Meira

18 comentários

  1. Pelo início da sua resenha eu tinha me interessado pelo filme, o tema abordado parece ser bem legal, mas por ser um filme lento e muito viajado, não será um filme que vou ver tão cedo. Uma pena não ter funcionado, daria uma história bem interessante.

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o tema em si é bem legal, e o filme poderia ser bem melhor :/

      Excluir
  2. Achei bem estranha essa história. Imagine cimer carne humana. Credo!
    Acho que não vou assistir esse filme.

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, não sei se teria coragem de assistir, mas vou deixar separado, quem sabe um dia eu assisto.

    ResponderExcluir
  4. Nossa senhora, só as fotografias me assustaram. Me lembrou aquele filme do barbeiro com Johnny Deep, tem algo a ver?

    Beijos, http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk' eu também lembrei desse filme quando vi Delicatessen, mas as histórias são bem diferentes.

      Excluir
  5. Oi Dryh,
    Não conhecia o filme e para ser sincera ele não faz muito meu gênero, então provavelmente não vou assisti-lo.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Dryh! hehehe sua resenha foi bem proveitosa, honestamente apos saber mais sobre o filme eu nao o veria mesmo, não faz meu estilo ^^

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que filme bizarro. hahaha :P
    Não curti não! >_<
    beijos
    www.apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk' pois é, queria não ter visto ele *-*

      Excluir
  8. Por mais que você não tenha gostado muito do filme, preciso muito assisti-lo. Quero saber como conseguiram misturar diversos gêneros: comédia, terror, drama e fantasia.
    Deve ser bem bacana.

    Curti muito o blog e já estou seguindo! (Se puder retribuir).
    Estarei sempre por aqui, Abraços!
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você consiga gostar dele, Filipe ^^

      Excluir
  9. Olá...
    Não e de um gênero que gosto mas se ver passando na tv assisto.
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho meio difícil passar na tv por ser de origem francesa, mas se algum dia o ver, me conta o que achou :)

      Excluir
  10. Não gostei do filme, parece tão surreal, e estranho, sei lá, só não veria "/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...