A outra vida

Titulo: A outra vida
Autora: Susanne Winnacker
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Edição: 1
Lançamento: 2013
Sinopse: O mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores. Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e… comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles. A não ser que você tenha ao seu lado a força e a determinação de um jovem como Joshua. Joshua perdeu uma irmã para os mutantes e sua raiva é tão grande que ele seria capaz de vingar todos aqueles que perderam alguém para as criaturas. No entanto, para que esta revanche aconteça, é preciso prudência. Afinal, até que ponto a disseminação deste vírus foi uma coisa realmente natural? Que poderosos interesses estão por trás desta devastação? E será que Joshua e Sherry conseguirão ter a cautela necessária para lutar contra as criaturas justo agora que seus corações estão agitados pelo começo de uma paixão?
 Resenha

Amo distopias e livros apocalípticos, então era obrigatório que eu lesse A outra vida. Esse é um livro diferente de tudo o que eu já li, é como os outros livros onde as epidemias e doenças desconhecidas transformam as pessoas em zumbis e ninguém sabe o que fazer, mas de um jeito um pouco diferente e mais emocionante.
A doença no caso, seria a raiva, aquela doença que deixa os animais babando e agressivos, mas de alguma forma, ela está ainda pior, e atingiu grande parte da população americana, e a outra parte está se escondendo em abrigos, esperando o governo mudar a situação.
“Já vi cachorros com raiva, e eles ficam muito agressivos e fora de si, mas continuam sendo cachorros. A raiva não muda o que são. Mas esse vírus transformou por completo suas vitimas em alguma outra coisa.” – página 158 
Sherry é mais uma vitima da doença, mas ela não foi contaminada. Ela sentiu na pele o que era ficar sem sol, comida, e seus amigos, e o que era ficar trancada em sua casa por três anos. Ela é nossa protagonista, tem 15 anos, e não é aquela personagem mesquinha que faz você querer jogar o livro na parede.
Percebi que ela tem uma mania de ficar contando as coisas, mas mais precisamente, quantos dias/minutos/segundos está sem tal coisa.
Mil cento e trinta e nove dias sem ouvir a voz de meus amigos, desde que vi o céu pela ultima vez.” 
A comida acabou, então Sherry e seu pai são obrigados a sair do abrigo para procurar mais. A cidade foi bombardeada, mas como o abrigo onde eles estavam era á prova de som, não conseguiram ouvir nada, mas foi impossível não ficar chocada junto com eles, ao ver quão cruel pode ser alguém contaminado, ou um Chorão.

Chorões é como eles passam a chamar as pessoas infectadas, que passam a se comportar como animais selvagens e violentos, que saem caçando pessoas pela cidade e as “guardam” na despensa. Fiquei impressionada com o modo que a autora descreveu os tais Chorões, conseguia visualizá-los em minha cabeça, e até mesmo temê-los.

Como o livro não podia ficar sem um romance bonitinho, aparece Joshua, salvador de Sherry e sua nova paixão. É meio que impossível não pensar que eles acabariam juntos no final.

Esse é aquele tipo de livro que nunca fica cansativo. Você lê e lê, cada vez mais preso á história, até que ela acaba e você simplesmente não sabe o que fazer, ainda está digerindo o que acabou de acontecer, e até acaba relendo a ultima página para ver se é aquilo mesmo. É um livro maravilhoso, os personagens são incríveis, até mesmo a avó de Sherry, que insiste em estar perto do marido, que morreu há meses e está no freezer do abrigo onde eles passaram a morar.

Susanne é uma escritora incrível, mal vejo a hora de ler seus outros livros. A história é simplesmente maravilhosa e emocionante. Esse é um dos poucos livros em que o romance só deixou a história ainda melhor, ao invés de deixá-la melosa demais ou dependente do casal.
Quem gosta de livros apocalípticos precisa ler A outra vida.

MilkMilks
Dryh Meira

11 comentários

  1. Zumbis peludos? Great!!! pela sinopse não me interessaria, a resenha que me fez sentir vontade de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk' é uma versão mais assustadora de zumbis...rsrs'

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Adorei a sua resenha. Tenho que ler esse livro, pois adoro ler livros apocalípticos e este chamou a minha atenção. Fiquei curiosa quanto aos chorões, quero descobrir o que são esses seres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Monica ^^ os chorões são como zumbis *-*

      Excluir
  3. Eu não curti muito o livro, esperava mais. Por se tratar de uma outra forma de criaturas, esperava um contexto mais profundo. Até os personagens me deixaram desmotivada, não consegui estabelecer uma conexão com a Sherry. Não sei se lerei a continuação.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sério Dany? acho que a autora vai aprofundar mais nos próximos livros, mas é uma pena você não ter gostado tanto :/

      Excluir
  4. Dryh!
    Li esse livro e gostei muito também.
    Ainda bem que são chorões e não zumbis...kkkk Dá tudo no mesmo, né?
    E ainda tem o romance light, bom demais.
    Muito boa sua análise.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk' ainda bem mesmo, acho que prefiro os chorões...kkkk' parecem ser menos feios *-*

      Excluir
  5. Gostei muito da resenha, me identifico com essa leitura, simples e clara, quero muito ler esse livro.

    ResponderExcluir
  6. Oi flor...Sou uma super fã de livros e filmes deste assunto, curto mesmo e quando fiquei sabendo sobre este livro, na minha primeira oportunidade comprei ele, mas ainda não pude conferir a historia, fiquei super feliz de ler tua resenha e saber que gostou, pois li muitas resenhas negativas...Mas pretendo ler em breve!
    Beijo♥

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros apocalípticos, e estou apaixonada por esse ♥♥♥♥
    A única coisa que não me agradou, foi essa capa, parece um livro de auto-ajuda "/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...