O Assassinato do Comendador

Olá a todos,

Hoje trago a resenha de um escritor bem conhecido, Haruki Murakami. Seu mais recente livro, O Assassinato do Comendador, será lançado ainda em Novembro.

Título: O Assassinato do Comendador
Autor: Haruki Murakami
Editora: Companhia das Letras (selo Alfaguara)
Ano: 2018
Páginas: 360
Sinopse: Em um tour de force sobre amor, solidão, guerra e arte, Haruki Murakami demonstra toda sua habilidade em construir mundos paralelos e personagens inesquecíveis. No meio de uma crise conjugal, que o marido nem sabia que estava acontecendo, um casal se separa. O marido abandona Tóquio e passa a viver em seu carro, viajando pelo Japão. Pintor de retratos reconhecido no meio, ele acaba por conseguir uma casa que pertenceu ao famoso Tomohiko Amada. A casa fica nas montanhas, e lá ele pode se dedicar à própria pintura. Nessa casa de paredes vazias, ele começa a ouvir ruídos estranhos e descobre um quadro inédito intitulado O assassinato do comendador. Ao tirá-lo de seu esconderijo, ele entra em um mundo estranho em que a ópera Don Giovanni de Mozart, a encomenda de um retrato, uma adolescente tímida e, claro, um comendador passarão a fazer parte de sua vida. O assassinato do comendador, primeiro romance longo de Murakami após 1Q84, é ao mesmo tempo uma aventura emocionante pelo mundo da pintura e uma busca por aquilo que nos torna únicos.

Um dia em dezembro

Oiee pessoas!
O Natal ainda vai demorar um pouquinho, mas eu trouxe a resenha de um livro MARAVILINDO que se passa bem nessa época mágica ♥
Espero que gostem!

Título: Um dia em dezembro
Autora: Josie Silver
Tradução: Carolina Simmer
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 392
Edição: VIB (Very Important Book), prova exclusiva para leitura antecipada
Lançamento: 5/11/2018
Sinopse: Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram... e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus. No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?

Vox

Oiee pessoas \0/
Hoje eu trouxe a resenha de Vox, da Christina Dalcher, publicado recentemente pela editora Arqueiro.

Título: Vox
Autora: Christina Dalcher
Tradução: Alves Calado
Editora: Arqueiro (cortesia)
Edição: 1
Páginas: 320
Lançamento: 2018
Sinopse: Uma distopia atual, próxima dos dias de hoje, sobre empoderamento e luta feminina. O SILÊNCIO PODE SER ENSURDECEDOR #100PALAVRAS. O governo decreta que as mulheres só podem falar 100 palavras por dia. A Dra. Jean McClellan está em negação. Ela não acredita que isso esteja acontecendo de verdade. Esse é só o começo... Em pouco tempo, as mulheres também são impedidas de trabalhar e os professores não ensinam mais as meninas a ler e escrever. Antes, cada pessoa falava em média 16 mil palavras por dia, mas agora as mulheres só têm 100 palavras para se fazer ouvir....mas não é o fim. Lutando por si mesma, sua filha e todas as mulheres silenciadas, Jean vai reivindicar sua voz.

Com Armas Sonolentas

Olá a todos,

Hoje volto com um livro que impressionou muitos leitores, no meu caso, fiquei sem dormir pensando nos personagens e em algumas cenas. Este livro é Com Armas Sonolentas, de Carola Saavedra.

Título: Com Armas Sonolentas
Autor: Carola Saavedra
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 272
Sinopse: Três mulheres vivenciam o exílio e o abandono, num desencontro de línguas, lugares e experiências, neste potente romance de formação.Este romance polifônico gira em torno de três mulheres: Anna, uma aspirante a atriz, de origem humilde, que vê num cineasta alemão a possibilidade de ser levada a sério e ter fama e reconhecimento. Logo depois que o conhece, ela aceita mudar-se para a Alemanha, onde a realidade (agravada pelo desconhecimento do idioma) se apresenta bem diferente de suas expectativas; depois há também a melancólica Maike, uma jovem alemã que, sem razão aparente, resolve estudar português na universidade — para o desgosto dos pais, advogados — e descobre aos poucos que sua improvável ligação com a língua e o Brasil é cada vez mais forte. No curso, ela se apaixona por uma colega, que vai abrir seus olhos para muito do que estava reprimido em seu inconsciente; e ainda uma terceira personagem, sem nome, que aos catorze anos é obrigada pela mãe a deixar sua casa no interior de Minas para trabalhar como doméstica numa casa de família no Rio de Janeiro, onde relações bem complexas irão se desenvolver no convívio dela com os patrões.São três mulheres muito distintas, mas fortemente interligadas, que experimentam uma situação crescente de abandono e exílio — seja geográfico, seja emocional. A viagem, por assim dizer, que cada uma delas faz poderia ser um jeito de “voltar para casa”, na busca por desvendar sua verdadeira identidade. “Um dos melhores romances publicados no Brasil recentemente.” – Sérgio Sant’Anna, escritor “Faz tempo que não me ocorria uma ‘transcendência‘ como o seu romance me proporcionou. Fui transportada para esse mundo onírico, fantasioso e cheio de mistérios destas três mulheres extraordinárias.” – Patricia Melo, escritora

Mascarado pelo desejo

Oiee pessoas \0/
Que tal esquentar o domingão com um livro quente e cheio de truques de mágica?

Título: Mascarado pelo desejo
Autora: Josy Stoque
Editora: Astral Cultural (cortesia)
Páginas: 352
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: Alanna é uma mulher bem-sucedida que acredita que não precisa de homem para nada. Depois de muitas decepções, ela fica desanimada com a ideia de se relacionar de novo e desiste de ficar procurando um novo amor. Para piorar a situação, sua avó de 80 anos — que tem uma vida sexual melhor que a dela, é superliberal e lhe dá presentes de sex shop —, contrata um mágico para sua festa de aniversário. O que Alanna jamais poderia imaginar é que o mascarado que aparece em sua vida – um mago – é, na verdade, um stripper e está disposto a usar todos os seus truques a fim de seduzi-la.

Eu perdi o rumo

Oiee pessoas, como vocês estão?
O feriado rendeu, e eu já trouxe mais uma resenha de um livro mara:

Título: Eu perdi o rumo
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 272
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: Freya perdeu a voz no meio das gravações de seu álbum de estreia. Harun planeja fugir de casa para encontrar o garoto que ama. Nathaniel acaba de chegar a Nova York com uma mochila, um plano elaborado em meio ao desespero e nada a perder. 
Os três se esbarram por acaso no Central Park e, ao longo de um único dia, lentamente revelam trechos do passado que não conseguiram enfrentar sozinhos. Juntos, eles começam a entender que a saída do lugar triste e escuro em que se acham pode estar no gesto de ajudar o próximo a descobrir o próprio caminho.  Contado a partir de três perspectivas diferentes, o romance inédito de Gayle Forman aborda o poder da amizade e a audácia de ser fiel a si mesmo. Eu Perdi o Rumo marca a volta de Gayle aos livros jovens, que a consagraram internacionalmente, e traz a prosa elegante que seus fãs conhecem e amam.

Terra Estranha

Olá a todos,

Hoje trago a resenha de Terra Estranha, de James Baldwin - autor que tive a oportunidade de conhecer através deste livro.

Título: Terra Estranha
Autor: James Baldwin
Editora: Companhia das Letras (cortesia)
Lançamento: 2018
Páginas: 568
Sinopse: Este romance de fôlego, publicado em 1962, tem como pano de fundo os clubes de jazz de Greenwich Village, em Nova York, na década de 1950. Rufus, um baterista negro em decadência, se envolve com Leona, uma mulher branca nascida no sul dos Estados Unidos. Dessa relação complexa em sua origem, desdobram-se temas caros a James Baldwin, como raça, nacionalismo, identidade, depressão e bissexualidade.Em Terra estranha, o celebrado autor de O quarto de Giovanni constrói uma obra comovente, violenta e apaixonada, cujos personagens tentam reverter a todo custo as barreiras da segregação racial e das convenções burguesas em busca da felicidade e de si mesmos.

O guia do cavalheiro para o vício e a virtude

Oiee pessoas \0/
Preparadas para conhecer o romance histórico mais tenso e divertido que vocês já viram? Então bora lá!

Título: O guia do cavalheiro para o vício e a virtude
Autora: Mackenzi Lee
Editora: Galera (cortesia VIB)
Páginas: 434
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: Uma aventura romântica do século XVIII para a era moderna. Simon Versus a Agenda Homo Sapiens, encontra os anos 1700. Henry "Monty" Montague nasceu e foi criado para ser um cavalheiro, mas nunca foi domado. Os melhores internatos da Inglaterra e a constante desaprovação do pai não conseguiram conter nenhuma das suas paixões - jogos de azar, álcool e dividir a cama com mulheres e homens. Mas agora sua busca constante por uma vida cheia de prazeres e vícios está em risco. O pai quer que ele tome conta dos negócios da família. Mas antes Monty vai partir em seu Grand Tour pela Europa, com a irmã mais nova, Felicity, e o melhor amigo, Percy - por quem ele mantém uma paixão inconsequente e impossível. Monty decide fazer desta última escapada uma festa hedonista e flertar com Percy de Paris a Roma. Mas quando uma de suas decisões imprudentes transforma a viagem em uma angustiante caçada através da Europa, isso faz com que ele questione tudo o que conhece, incluindo sua relação com o garoto que ele adora.

Divulgações: Rudson Xaulin e Landulfo Almeida

Oiee pessoas \0/
Estão aproveitando o feriadão?
No comecinho do blog, firmamos parceria com Landulfo Almeida, autor de As duas faces do destino, livro que foi resenhado por aqui logo depois - link para as postagens referentes ao autor - , e agora, é com imenso prazer e honra que venho divulgar o novo livro do autor: Sete pinturas - a lenda do fim do mundo.



Em um passado distante, estranhas pinturas rupestres são encontradas em uma caverna oculta no coração da Amazônia. Considerado sagrado pelos índios, o local está associado a uma lenda ancestral e a uma descoberta fantástica.
Ao longo dos anos o segredo é mantido por uma única família e confere a ela grande poder e fortuna. Nos dias atuais, apenas dois homens, Raphael Roman Dummas e Marcos Cleanfield, têm completo conhecimento sobre a verdadeira natureza da descoberta e ambos têm interpretações diferentes sobre a lenda e suas ramificações. A morte, sem explicação científica, de milhares de pássaros e uma tentativa de assassinato alteram o equilíbrio pacífico de forças sustentado até então por Raphael e Marcos.
Dois amigos, Daniel e Érica, criados em um orfanato como irmãos, sem perceber são catapultados ao epicentro do conflito e se verão cada vez mais embrenhados em uma rede de intrigas e espionagem. Uma mulher misteriosa, dotada de habilidades incomuns, um inimigo desconhecido, atentados, estranhos eventos naturais, paixões e morte farão com que alianças sejam criadas e destruídas. Dilemas éticos e morais, e a dificuldade de definir onde está a verdade permeiam a história e cada decisão de seus personagens.
Na floresta amazônica, durante um confronto repleto de ação, uma revelação aterradora transformará a luta entre Raphael e Marcos em uma batalha pela salvação da humanidade.

Maria Bonita - sexo, violência e mulheres no cangaço

Oiee pessoal *-*
Sei que estamos sumidos - shame on us - mas espero que a partir de agora consigamos trazer tudo de volta para os trilhos! Comecemos com a resenha de Maria Bonita, livro de Adriana Negreiros que traz a biografia da Rainha de Cangaço!

Título: Maria Bonita – sexo, violência e mulheres no cangaço
Autora: Adriana Negreiros
Editora: Objetiva (cortesia)
Páginas: 296
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: A mulher mais importante do cangaço brasileiro, que inspirou gerações de mulheres, ganha agora sua biografia mais completa e com uma perspectiva feminista. Embora a mitificação da imagem de Maria Bonita tenha escondido situações de constante violência, ela em nada diminui o caráter transgressor da Rainha do Sertão.
Desde os anos 1990 quando Vera Ferreira, filha do casal de cangaceiros mais famoso do Brasil, cravou como data de nascimento de sua mãe o 8 de março, Maria Bonita é celebrada no Dia Internacional da Mulher. Com o tempo, transformou-se em uma marca poderosa. Enquanto a companheira de Lampião viveu, no entanto, essa personagem nunca existiu. A cangaceira que teve a cabeça decepada em 28 de julho de 1938 era simplesmente Maria de Déa: uma jovem de 28 anos que morreu sem jamais saber que, um dia, seria conhecida como Maria Bonita.
Nos anos em que viveu com Lampião e nos subsequentes à sua morte, despertou pouco interesse em pesquisadores ou jornalistas. E foi essa lacuna de informações sobre sua vida e a das outras jovens que viviam com o bando que contribuiu para que se criasse a fantasia de uma impetuosa guerreira, hábil amazona do sertão, uma Joana D'Arc da caatinga. Essa versão romântica e justiceira de Maria Bonita, rapidamente apropriada pela indústria cultural, tornou-se um produto de forte apelo comercial — e expandiu seus limites para além das fronteiras do sertão.

Lançamentos de Setembro - Grupo Companhia das Letras

Oiee pessoas \0/
Para Setembro, o Grupo Editorial Companhia das Letras preparou lançamentos in-crí-veis! Primeiro temos A missão traiçoeira, continuação de O beijo traiçoeiro; depois O dia em que a minha vida mudou por causa de um pneu furado em Santa Rita do Passa Quatro, lançado em 14/9;  Uma coisa absolutamente fantástica, de Hank Green (reconhecem o sobrenome?), que será lançado mundialmente no dia 25/9; entre outros. Bora conferir?

As Últimas Testemunhas

Olá a todos,

Hoje trago a resenha de um livro (incrível, por sinal) que será lançado pela Companhia das Letras neste mês. Trata-se de As Últimas Testemunhas, da ganhadora do Nobel de Literatura (2015), Svetlana Aleksievitch.

Título: As Últimas Testemunhas (cortesia)
Autor: Svetlana Aleksievitch
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2018
Páginas: 272
Sinopse: Neste livro doloroso e potente, a Nobel de literatura Svetlana Aleksiévitch reuniu os relatos francos de vários sobreviventes da Segunda Guerra que, quando crianças, testemunharam orrores que nenhum ser humano jamais deveria experimentar. A Segunda Guerra Mundial matou quase 13 milhões de crianças e, em 1945, apenas na Bielorrússia, havia cerca de 27 mil delas em orfanatos, resultado da devastação tremenda causada pelo conflito no país. Entre 1978 e 2004, a jornalista Svetlana Aleksiévitch entrevistou uma centena desses sobreviventes e, a partir de seus testemunhos, criou uma narrativa estupenda e brutal de uma das maiores tragédias da história. A leitura dessas memórias não é nada além de devastadora. Diante da experiência dessas crianças se revela uma dimensão pavorosa do que é viver num tempo de terror constante, cercado de morte, fome, desamparo, frio e todo tipo de sofrimento. E o que resta da infância em uma realidade em que nada é poupado aos pequenos? Neste retrato pessoal e inédito sobre essas jovens testemunhas, a autora realizou uma obraprima literária a partir das próprias vozes de seus protagonistas, que emprestaram suas palavras para construir uma história oral da Segunda Guerra.

Tudo aquilo que nos separa

Oiee pessoas, tudo bem com vocês?
Mês passado recebi mais um VIB do Grupo Editorial Record, e foi um livro que me deixou bastante curiosa: Tudo aquilo que nos separa. Além da capa linda e do título maravilhoso - que foia tradução favorita da autora, devo acrescentar - também encontrei uma história linda e cheia de surpresas. Bora conhecer?

Título: Tudo aquilo que nos separa

Autora: Rosie Walsh
Tradutor: Márcio El-Jaick
Editora: Galera Record (cortesia)
Páginas: 336
Edição: Prova para leitura antecipada – VIB
Lançamento: 10 de Setembro de 2018
Sinopse: Imagine a seguinte situação: você conhece um homem, vocês passam sete dias maravilhosos juntos, e você fica apaixonada. E o que é melhor: o sentimento é recíproco. Você nunca teve tanta certeza de algo na vida. Então, quando ele parte numa viagem de férias agendada há muito tempo e promete te ligar para o aeroporto, você não tem nenhum motivo para duvidar disso. Mas ele não liga. Seus amigos dizem que você deve desencanar, que deve esquecer o cara, mas você sabe que eles estão errados. Eles não sabem de nada. Algo de ruim deve ter acontecido, deve haver um motivo sério para explicar o silêncio dele.
O que você faz quando finalmente descobre que tem razão? Que existe um motivo ― e que esse motivo é a única coisa que vocês não compartilharam um com o outro? A verdade.

Mrs. Dalloway

O


i, pessoal! Tudo bem com vocês? Hm, faz um tempinho que não apareço aqui no Milkshake de Palavras, não é mesmo? Primeiramente peço desculpas, pois a minha rotina do terceirão está bem puxada, o bom é que estou na etapa final e aliás... O ENEM ESTÁ CHEGANDO! Bom, sem mais delongas, vamos falar do livrão de hoje?

Título: Mrs. Dalloway
Autor: Virginia Woolf
Editora: Companhia das Letras (cortesia)
Páginas235
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: Obra mais famosa de Virginia Woolf, Mrs. Dalloway narra um único dia da vida da famosa protagonista Clarissa Dalloway, que percorre as ruas de Londres dos anos 1920 cuidando dos preparativos para a festa que realizará no mesmo dia à noite. Pioneiro na exploração do inconsciente humano por meio do fluxo de consciência, Mrs. Dalloway se consagrou tanto pelo experimentalismo linguístico quanto pelo retrato preciso das transformações da Inglaterra do período entre guerras. Misto de romance psicológico com ensaio filosófico, este livro resiste a classificações simplistas e inaugura um gênero por si só. Precursor de algumas das maiores obras literárias do século XX, este romance é uma leitura incontornável que todo mundo deve fazer ao menos uma vez na vida.  

A criança no tempo

Olá a todos,

Hoje trago a resenha de A Criança no Tempo, do (incrível) Ian McEwan. Por favor se inspirem e também leiam o livro.

Título: A Criança no Tempo
Autor: Ian McEwan
Editora: Companhia das Letras (cortesia)
Lançamento: 2018
Páginas: 289
Sinopse: Do autor de Reparação e Enclausurado e vencedor do Man Booker Prize, um romance contundente sobre a dor do desaparecimento de um filho.Numa ida rotineira ao supermercado, Stephen Lewis, escritor bem-sucedido de livros infantis, se depara com a maior agonia de um pai: Kate, sua filha de três anos, desaparece sem deixar rastros. Numa imagem terrível que se repete ao longo dos anos seguintes, ele percebe que a garota não vai voltar.Com ternura e sensibilidade, Ian McEwan nos leva ao território sombrio de um casamento devastado pela perda de um filho. A ausência de Kate coloca a relação de Stephen e de sua esposa Julie em xeque, enquanto cada um deles enfrenta à sua maneira uma dor que só parece se intensificar com o passar do tempo. Vencedor do Whitbread Award, A criança no tempo discute temas como ausência, luto, culpa e as marcas indeléveis que um acontecimento pode deixar em uma família. Um romance surpreendente de um dos melhores escritores de sua geração.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...