A revolução dos bichos (HQ)

O
lá, pessoal! Tudo bom com vocês? Eu estou muito animado com a resenha de hoje e para falar a verdade, "A Revolução dos Bichos", de Eric Arthur Blair (ou pelo pseudônimo George Orwell), foi um dos meus livros favoritos do ano passado, tanto que ele se encaixou bastante mais para ampliar os meus conceitos em relação ao momento político no país e sim, esse livro traz inúmeras refêrencias e críticas (bem militantes). 

Título: A Revolução dos Bichos (HQ)
Autora: George Orwell
Adaptação e Ilustração: Odyr
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 175
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: A obra-prima de George Orwell adaptada para os quadrinhos. Clássico moderno, A revolução dos bichos ganha vida e movimento no traço do gaúcho Odyr. Ao narrar a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos, a obra mostra como o conflito os leva a uma tirania ainda mais opressiva que a dos humanos. Odyr passou os últimos anos envolvido numa empreitada desafiadora: transformar em quadrinhos um dos maiores clássicos da literatura mundial, A revolução dos bichos. Em tinta acrílica, fazendo com que cada página se tornasse uma verdadeira obra de arte, Odyr deu forma à narrativa de George Orwell ― e a personagens antológicos como os porcos Napoleão e Bola-de-Neve. Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945, essa breve narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. Mas não só. Mais de sessenta anos depois, A revolução dos bichos se tornou uma alegoria universal sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão de grandes ideias e projetos de revolução política.

Princesa das cinzas

Oiee pessoas, tudo bem com vocês?

Título: Princesa das cinzas
Autora: Laura Sebastian
Tradução: Raquel Zampil
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 352
Edição: 1
Lançamento: 2018
Série: Princesa das cinzas #1
Sinopse: Theodosia era a herdeira do trono de Astrea quando seu reino foi invadido, deixando um rastro de destruição. Dez anos depois, a princesa, órfã, prisioneira e subjugada, percebe que não lhe resta mais nada, a não ser lutar pela própria liberdade. O passado, que por tanto tempo ficou enterrado, agora precisa vir à tona para mostrar a Theodosia os caminhos que poderão levá-la de volta ao trono. Mas Theo conseguirá ser a rainha de que seu povo precisa? Ou será que anos de humilhações transformaram a herdeira da Rainha do Fogo em meras cinzas?

A magia do silêncio

 Oi, pessoal! Tudo bem? Primeiramente, feliz ano novo! Essa é a minha primeira postagem de 2019 e eu estou muito grato de estar mais um ano aqui com vocês! <3 Hoje resolvi trazer a resenha de um livrão que fala sobre meditação e espiritualidade e mesmo que haja alguém que não goste deste gênero, tenho certeza que terá pelo menos uma curiosidade para saber o que Kankyo Tannier preparou para os seus leitores. 

Título: A magia do silêncio
Autora: Kankyo Tannier
Tradução: André Telles
Editora: Sextante (cortesia)
Páginas: 159
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: Celebrada como uma nova e original voz do budismo, a monja francesa Kankyo Tannier parte de sua rica experiência pessoal para nos mostrar o poder transformador da prática do silêncio. Não apenas o silêncio das palavras, mas também dos pensamentos (reduzindo julgamentos e críticas internas), dos olhos (evitando o excesso de informações) e do corpo (reencontrando o prazer de estar presente a cada momento). Escrito com sensibilidade e a dose certa de humor, A magia do silêncio traz dicas, meditações e exercícios práticos para incluir pequenos intervalos de paz na agitação do dia a dia. Ao fazer essas pausas, os sentidos despertam e voltam a se abrir para as maravilhas escondidas na vida cotidiana.



O dueto sombrio

Oiee pessoas, tudo bem com vocês?
A resenha pode conter spoilers do primeiro livro, A melodia feroz, tá?

Título: O dueto sombrio
Autora: Victoria Schwab
Tradução: Guilherme Miranda
Editora: Seguinte (cortesia)
Páginas: 448
Edição: 1
Lançamento: 2018
Série: Monstros da Violência #2
Sinopse: Na sequência final de A Melodia Feroz, Kate Harker precisa voltar para Veracidade e se unir ao sunai August Flynn para enfrentar um ser que se alimenta do caos.
Kate Harker não tem medo do escuro. Ela é uma caçadora de monstros — e muito boa nisso. August Flynn é um monstro que tinha medo de nunca se tornar humano, mas agora sabe que não pode escapar do seu destino. Como um sunai, ele tem uma missão — e vai cumprir seu papel, não importam as consequências.
Quase seis meses depois de Kate e August se conhecerem, a guerra entre monstros e humanos continua — e os monstros estão ganhando. Em Veracidade, August transformou-se no líder que nunca quis ser; em Prosperidade, Kate se tornou uma assassina de monstros implacável. Quando uma nova criatura surge — uma que força suas vítimas a cometer atos violentos —, Kate precisa voltar para sua antiga casa, e lá encontra um cenário pior do que esperava. Agora, ela vai ter de encarar um monstro que acreditava estar morto, um garoto que costumava conhecer muito bem, e o demônio que vive dentro de si mesma.

P.S.: Ainda amo você e Agora e para sempre, Lara Jean

Oiee pessoas \0/
Como passaram a virada do ano? Metas feitas? Leituras iniciadas? Eu consegui terminar Agora e para sempre, Lara Jean bem no comecinho da virada, então estou contando ele como minha primeira leitura de 2019
Achei que seria beeeem mais prático trazer as resenhas dos dois livros de uma vez, juntinhas...hihihi'
Bora?

- pode conter spoilers - 

Para todos os garotos que já amei

Oiee pessoas \0/
Faltam pouquíssimos dias para acabar o ano, e eu estou nadando em felicidade: estou lendo um livro maravilhoso atrás do outro!

Título: Para todos os garotos que já amei
Autora: Jenny Han
Tradução: Regiane Winarski
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Edição: 1
Lançamento: 2015
Série: trilogia Para todos os garotos que já amei, #1
Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Vozes de Tchernóbil

Oiee pessoas \0/

Título: Vozes de Tchernóbil
Autora: Svetlana Aleksiévitch
Tradução: Sonia Branco
Editora: Companhia das Letras (cortesia)
Páginas: 384
Edição: 1
Lançamento: 2016

Sinopse: "Em abril de 1986, uma explosão na usina nuclear de Tchernóbil, na Ucrânia então parte da finada União Soviética , provocou uma catástrofe sem precedentes: uma quantidade imensa de partículas radioativas foi lançada na atmosfera e a cidade de Pripyat teve que ser imediatamente evacuada. Tão grave quanto o acidente foi a postura dos governantes soviéticos, que expunham trabalhadores, cientistas e soldados à morte durante os reparos na usina. Pessoas comuns, que mantinham a fé no grande império comunista, pereciam após poucos dias de serviço. Por meio das vozes dos envolvidos na tragédia, Svetlana constrói este livro arrebatador, que tem a força das melhores reportagens jornalísticas e a potência dos maiores romances literários. Uma obra-prima do nosso tempo. "

Com amor, Simon

Oiee pessoas \0/
Bom início de verão para vocês! Por mais que eu odeie suar e passar mal com a pressão caindo, eu gosto muito do verão! Adoro a brisa fresquinha que bate de vez em quando, adoro ver o dia iluminado e, mais do que tudo, adoro estar de férias e poder ler meus livrinhos ♥ tenho lembranças maravilhosas dos últimos verões, e em todas elas eu estou na minha cama, lendo livros...hehe' acho que dezembro é o mês em que costumo ler mais livros, e olha, eu ando lendo uns muito bons! Trago hoje a resenha de um deles, um amorzinho de livro ♥


Título: Com amor, Simon
Autora: Becky Albertalli
Tradução: Regiane Winarski
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.
Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.
Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.

É assim que acaba

Oiee pessoas \0/
Black Friday rendeu, e hoje trago a resenha do primeiro livro das comprinhas que eu li: É assim que acaba, da Colleen Hoover. Já fazia um tempinho que eu estava querendo lê-lo, mas, sabem como é, né? haha' Bora?

Título: É assim que acaba
Autora: Colleen Hoover
Tradução: Priscila Catão
Editora: Galera
Páginas: 368
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: Lily nem sempre teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar arduamente para conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade. Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco.

Tenda dos Milagres


ello, meus queridos! Tudo bom com vocês? Ahhhh, que saudade de postar aqui no Milkshake de Palavras <3 Pois é, gente... Para quem não sabe, eu concluí o ensino médio este ano e agora estou me preparando para os vestibulares (aliás, eu quero medicina) e o livro que irei apresentar para vocês tem tudo relacionado com o que estou falando, já que, ele é uma das leituras obrigatórias da prova que eu fiz no início deste mês.

Título: Tenda dos Milagres
Autora: Jorge Amado
Editora: Companhia das Letras (cortesia)
Páginas: 320
Edição: 1
Lançamento: 2008
Sinopse: Na Tenda dos Milagres, na ladeira do Tabuão, em Salvador, onde o amigo Lídio Corró mantém uma modesta tipografia e pinta quadros de milagres de santos, o mulato Pedro Archanjo atua como uma espécie de intelectual orgânico do povo afro-descendente da Bahia. Autodidata, seus estudos sobre a herança cultural africana e sua defesa entusiástica da miscigenação abalam a ortodoxia acadêmica e causam indignação entre a elite branca e racista. A história é contada retrospectivamente, em dois tempos. Em 1968, a passagem por Salvador de um célebre etnólogo americano admirador de Archanjo desencadeia um revival de sua vida e obra. Para a comemoração do centenário de nascimento do herói redescoberto, arma-se todo um circo midiático. Contrapondo-se a essa apropriação política da imagem de Archanjo, sua trajetória é narrada paralelamente como foi preservada na memória do povo: os amores, as polêmicas com os luminares da universidade, os confrontos com a polícia. Ao contar a história desse herói complexo, também conhecido como "Ojuobá, os olhos de Xangô", Jorge Amado traça um painel da cultura negra baiana e de sua resistência contra a repressão violenta a que foi submetida nas primeiras décadas do século XX, resgatando e exaltando manifestações como o candomblé, a capoeira, os afoxés e o samba de roda.

Como se estivéssemos em palimpsesto de putas.

Olá a todos,

Hoje trago a resenha de um livro nacional que trouxe inúmeros elogios e boas críticas, primeira leitura que fiz da (incrível) Elvira Vigna.

Título: Como se estivéssemos em palimpsesto de putas
Autor: Elvira Vigna
Editora: Companhia das Letras (cortesia)
Lançamento: 2017
Páginas: 207
Sinopse: "Dois estranhos se encontram num verão escaldante no Rio de Janeiro. Ela é uma designer em busca de trabalho, ele foi contratado para informatizar uma editora moribunda. O acaso junta os protagonistas numa sala, onde dia após dia ele relata a ela seus encontros frequentes com prostitutas. Ela mais ouve do que fala, enquanto preenche na cabeça as lacunas daquela narrativa. Uma das grandes escritoras brasileiras da atualidade, Elvira Vigna parte desse esqueleto para criar um poderoso jogo literário de traições e insinuações, um livro sobre relacionamentos, poder, mentiras e imaginação."

Um acordo e nada mais

Agora que estou FINALMENTE de férias, vou encher o blog de postagens...hihi'
Novamente, o Milkshake de Palavras ficou um pouco abandonado, mas temos boas justificativas: os meninos (Luan e Heitor) estavam se preparando para os vestibulares (e já adianto que arrasaram!), e eu estava atolada com a faculdade e o trabalho, então acabávamos postando pouquíssimas coisas por aqui, e nem tínhamos tempo de visitar outros blogs :/ MAAAAS, porém, contudo, entretanto... Dezembro começou (meu mês favoritoooo!), e com ele chegaram minhas comprinhas da black friday e alguns livros de parceria que estou doida para mostrar à vocês!
Bora? Comecemos com Um acordo e nada mais, da Mary Balogh, publicado pela editora Arqueiro ♥


Título: Um acordo e nada mais
Autora: Mary Balogh
Tradução: Livia de Almeida
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 304
Edição: 1
Lançamento: 2018
Série: Clube dos Sobreviventes #2
Sinopse: Embora Vincent, o visconde Darleigh, tenha ficado cego no campo de batalha, está farto da interferência da mãe e das irmãs em sua vida. Por isso, quando elas o pressionam a se casar e, sem consultá-lo, lhe arranjam uma candidata a noiva, ele se sente vítima de uma emboscada e foge para o campo com a ajuda de seu criado.
No entanto, logo se vê vítima de outra armadilha conjugal. Por sorte, é salvo por uma jovem desconhecida. Quando a Srta. Sophia Fry intervém em nome dele e é expulsa de casa pelos tios sem um tostão para viver, Vincent é obrigado a agir. Ele pode estar cego, mas consegue ver uma solução para os dois problemas: casamento. Aos poucos, a amizade e o companheirismo dos dois dão lugar a uma doce sedução, e o que era apenas um acordo frio se transforma em um fogo capaz de consumi-los.

A traidora do trono

Oiee pessoas!
Este é um livro que eu estava doidinha para ler quando finalizei o primeiro, mas acreditam que parei na página cem e empaquei? Deixei-o parado por um tempo então, até que voltei a sentir aquele comichãozinho e decidi lê-lo. Não consegui parar mais! Não bastasse a narração maravilhosa da autora, o desenvolvimento das personagens – que eu amo muito! – e a maneira como sempre somos surpreendidos, apareceram em A traidora do trono novas paixões literárias *-*

CONTÉM SPOILERS DE A rebelde do deserto

Título: A traidora do trono
Autora: Alwyn Hamilton
Tradução: Eric Novello
Editora: Seguinte (cortesia)
Páginas: 440
Edição: 1
Lançamento: 2017
Série: trilogia A rebelde do deserto, #2
Sinopse: Amani Al’Hiza mal pôde acreditar quando finalmente conseguiu fugir de sua cidade natal, montada num cavalo mágico junto com Jin, um forasteiro misterioso. Depois de pouco tempo, porém, sua maior preocupação deixou de ser a própria liberdade- a garota descobriu ter muito mais poder do que imaginava e acabou se juntando à rebelião, que quer livrar o país inteiro do domínio do sultão. Em meio às perigosas batalhas ao lado dos rebeldes, Amani é traída quando menos espera e se vê prisioneira no palácio. Enquanto pensa em um jeito de escapar, ela começa a espionar o sultão. Mas quanto mais tempo passa ali, mais Amani questiona se o governante de fato é o vilão que todos acreditam.

O Assassinato do Comendador

Olá a todos,

Hoje trago a resenha de um escritor bem conhecido, Haruki Murakami. Seu mais recente livro, O Assassinato do Comendador, será lançado ainda em Novembro.

Título: O Assassinato do Comendador
Autor: Haruki Murakami
Editora: Companhia das Letras (selo Alfaguara)
Ano: 2018
Páginas: 360
Sinopse: Em um tour de force sobre amor, solidão, guerra e arte, Haruki Murakami demonstra toda sua habilidade em construir mundos paralelos e personagens inesquecíveis. No meio de uma crise conjugal, que o marido nem sabia que estava acontecendo, um casal se separa. O marido abandona Tóquio e passa a viver em seu carro, viajando pelo Japão. Pintor de retratos reconhecido no meio, ele acaba por conseguir uma casa que pertenceu ao famoso Tomohiko Amada. A casa fica nas montanhas, e lá ele pode se dedicar à própria pintura. Nessa casa de paredes vazias, ele começa a ouvir ruídos estranhos e descobre um quadro inédito intitulado O assassinato do comendador. Ao tirá-lo de seu esconderijo, ele entra em um mundo estranho em que a ópera Don Giovanni de Mozart, a encomenda de um retrato, uma adolescente tímida e, claro, um comendador passarão a fazer parte de sua vida. O assassinato do comendador, primeiro romance longo de Murakami após 1Q84, é ao mesmo tempo uma aventura emocionante pelo mundo da pintura e uma busca por aquilo que nos torna únicos.

Um dia em dezembro

Oiee pessoas!
O Natal ainda vai demorar um pouquinho, mas eu trouxe a resenha de um livro MARAVILINDO que se passa bem nessa época mágica ♥
Espero que gostem!

Título: Um dia em dezembro
Autora: Josie Silver
Tradução: Carolina Simmer
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 392
Edição: VIB (Very Important Book), prova exclusiva para leitura antecipada
Lançamento: 5/11/2018
Sinopse: Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram... e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus. No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...