Não espere pelo amanhã

Título: Não espere pelo amanhã
Autora: Josy Stoque
Editora: ---
Páginas: 250
Edição: E-book
Lançamento: 2015
Sinopse: Era apenas para ser a primeira missão de Evelyn Lacerda pela Agência Brasileira de Inteligência e mais um dia burocrático para Samuel Black no Consulado dos Estados Unidos no Rio de Janeiro. Mas seus caminhos se cruzam em um perigoso jogo de vida e morte, atração e repúdio, amor e ódio. Eles farão qualquer coisa para cumprirem suas missões e se livrarem do desejo e da aversão que surgem entre eles ao primeiro olhar. Para seu azar ou sorte, um inimigo em comum os colocará do mesmo lado e eles terão que lutar juntos para sobreviver.
Resenha

Evelyn Lacerda é a mais nova agente da Abin (Agencia Brasileira de Inteligência), e quando inicia sua primeira missão, onde deve seguir os passos de Samuel Black, um estadunidense que parece não ser quem é, as coisas saem um pouco de controle. Evelyn precisava descobrir o que Sam está realmente fazendo no Brasil, e passa a rastreá-lo.
Acontece que Sam não é burro. Ele trabalha para a CIA e sabe muito bem como tirar outro espião do sério, principalmente se esse outro espião é alguém como Evelyn.

Quero arrancar aquele sorriso arrogante da cara linda dele e dar um chute em sua bunda pessoalmente. Que volte de onde veio! Vou mostrar para ele porque nunca deveria ter pisado no Brasil. Ah, se vou!

No instante em que se encontram face-a-face, se atacam. Ok, vou explicar. Primeiro eles brigam, é soco para cá, pontapé para lá, e no outro instante, estão se beijando. Loucura, né? Então espera só para ver o que acontece depois...
Ao mesmo tempo em que se odeiam, eles se amam. O carinho e preocupação que sentem pelo outro é visível já nas primeiras páginas, e quando ambos ficam afundados até a lama por motivos que nem eles sabem, as coisas só esquentam.

Tanto a CIA quanto a ABIN estão atrás do casal, que agora são fugitivos e acusados de terrorismo. Oi? Mas eles caçam terroristas! Calma lá que a autora explica tudinho depois, mas enquanto isso não acontece, e os espiões tentam ficar nas sombras, fugindo de seus companheiros, alguns sentimentos vem à tona.

Conhecendo a escrita da autora e sabendo que as personagens femininas dela são independentes e fortes, não esperava menos de Evelyn. Pense numa personagem determinada que, mesmo sofrendo preconceito por ser uma mulher num “ramo masculino”, continua seguindo em frente e dando o seu melhor pela profissão e pelo seu país. Agora acrescente um pouco de beleza, inteligência, sensualidade e personalidade forte. Pronto! Essa é a nossa Evelyn. É impossível não se apaixonar pela protagonista e não torcer para que tenha um final feliz. O que acontece com ela é um saco, principalmente porque nem mesmo Evelyn sabe o que está acontecendo e por quê. Mas ela desiste? Nunca! Esperem só para ver, e não a subestimem, pois ela impressiona muito.

Reconheço essa sensação. Diferente dela, já a vivi uma vez. Estou completamente apaixonado.

Com Sam não é muito diferente. Ele também é dono de uma personalidade forte, e as vezes em que os dois batem de frente são incontáveis. Mesmo após saberem que estão apaixonados um pelo outro, eles ainda brigam (literalmente) muito, e esses momentos são os melhores. Ver o quanto Sam muda durante a trama não tem preço. Vê-lo se abrindo com Evelyn e assumindo seu amor por ela foi incrível, principalmente porque ele não é do tipo romântico.

Não vou deixar nada acontecer com você, eu juro!

O que eu mais gostei nesse livro foram as cenas de ação. Sabe quando você fica tenso, morrendo de medo do que vai acontecer depois? Pois é, Não espere pelo amanhã te deixa exatamente assim. Foram incontáveis as vezes em que eu pensei que seria o fim da linha para Sam e Evelyn, mas Josy Stoque continuava me surpreendendo. Fiquei pasma com alguns acontecimentos, com raiva de outros (quem leu sabe do que eu estou falando), e muito ansiosa para chegar logo no final... E ao mesmo tempo, não queria que o livro acabasse de jeito nenhum.

O livro é narrado por ambos os protagonistas, e a autora ainda nos impressiona com um bônus no final: algumas partes da história pelo ponto de vista de Carlo Brito, melhor amigo de Evelyn. Só acrescentando: o avatar de Carlo Brito é Jared Paladecki (Sam em Sobrenatural), e o de Samuel é Jensen Ackles (Dean), mas por alguma razão até então desconhecida, ou por causa dos nomes, inverti os papéis. Jared, você é o meu Samuel Black, e Jensen o meu Carlo.

A única coisa que me decepcionou um pouco foi o final. Estava me preparando para uma bomba (ops, irônico, não?) daquelas, muitas mortes e coisas do tipo, então o que me apareceu foi um pouco fraquinho. Outra coisa que me incomodou (só um pouquinho, juro) foi a rapidez com que os personagens se apaixonaram e se entregaram ao outro. Foi no primeiro “encontro”, só para vocês saberem. Tirando isso, o livro é incrível. Então... Não espere pelo amanhã para ler Não espere pelo amanhã!
E eu o escolhi. Não me importo se essa loucura vai nos levar para a morte, se estivermos juntos até o fim, não haverá nada o que temer.


18 comentários

  1. hahahaha eu ri! kkkkkkkkk Menina, não tem como você mudar os avatares, a descrição física de Sam eh igualzinha ao Jensen <3 E o Dean eh meu personagem preferido da serie, portanto, tinha que ser ele o protagonista hahahahaha Adorei a resenha, como sempre, você arrasa!!! Muito obrigada pela sinceridade. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk' eu juro que tentei, Josy...kkk' lia Sam e via O Sam mesmo (Sobrenatural) *-*

      Excluir
  2. Olá!
    Adoro livros que envolvem mistério e assuntos policiais, logo já li essa resenha com uma curiosidade sem tamanho. Mal posso esperar para ler a obra assim que possível!

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste tanto como eu, Juliana :)

      Excluir
  3. Oi Dryh..
    Nossa, olhando só pela capa esse livro não tem muita cara que tem ação. Achei pela descrição que poderia ser algo mais clichê. Gostei de saber da ação e o quanto deve ser envolvente.
    Pena que o final não foi o esperado.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uma pena mesmo :/ obrigada pela visita, Leticia :)

      Excluir
  4. Olha eu sinceramente tenho que confessar que amo as capas dos livros da Josy.
    Acho todas muito lindas e muito bem feitas.
    Gostaria de poder ler a história, mas sinceramente estou na fase de romances mais leves sabe? Eu acho que não é o momento agora. Mas mesmo assim gostei muito do desenvolvimento da resenha e espero ler assim que puder =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-cure-seu-coracao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sei bem como é, mas espero que você goste de "Não espere pelo amanhã" quando tiver a oportunidade de ler :)

      Excluir
  5. Oii!

    Já vi várias resenhas desse livro e todas falavam super bem do livro então acho que vou ler ^^ A capa é muito linda e a história parece ser ótima :) Foi anotar a dica ^^
    Parabéns pela resenha :)

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Amanda ♥ espero que goste do livro :)

      Excluir
  6. Oi Dryh, sua linda, tudo bem

    Adoro livros de ação, perseguição, eu fico agoniada com os personagens, nervosa e esse parece ser um deles. E ainda estão sendo procurados pelas suas próprias agências, com certeza caíram em uma armadilha. Adorei a história e mesmo com as questões que levantou, tenho certeza de que irei adorar. Adorei a resenha Dryh!!!!
    Beijinhos.
    Cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Cila ♥ espero que você goste do livro tanto como eu :)

      Excluir
  7. mano não me chamou atenção não. To passando a leitura. E mano me explica a capa a mina ta enforcando o cara ou ta tentando seduzir? kkk
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh essa ideia mesmo, Brubs, rivalidade e atração, por isso escolhi essa foto, tem as duas emoções registradas em um único momento! Perfeita!

      Excluir
  8. Olha, é interessante a premissa do livro, eu leria com certeza, mas sabe o que a premissa de desse livro me lembrou? Me lembrou do filme Sr. e Sra. Smith, um casal muito sexy que se amam e se odeiam ao mesmo tempo e trabalham para companhias diferentes e depois são caçados hahahah

    Bjokas!!

    ResponderExcluir
  9. Olá, boa noite!

    Dryh, achei muito divertida sua troca, a imaginação é isso mesmo, cada um vê de um jeito. XD A premissa me parece bacana, mas fiquei com receio em relação ao fim que você mencionou. Parabéns pela resenha!

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  10. Oie, Dryh!
    Mesmo achando a premissa interessante e diferente do que vemos por aí em livros do gênero, eu não leria porque não consigo manter o foco da leitura em obras assim. Mas sua resenha foi ótima! Eu que sou chata mesmo.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/


    ResponderExcluir
  11. Olá Dryh!
    A sua resenha foi igual a minha. Gostei de todo o livro, somente o final deixou a desejar. Eu até entendi que a escritora quis deixar mais realista. Só que queria que finalizasse de outra forma.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...