Cela 108

Título: Cela 108
Autor: André Cáceres (cortesia)
Editora: Multifoco
Páginas: 220
Edição: 1
Lançamento: 2015
Sinopse: Cela 108 se passa na Pátria, um país fictício governado por uma ditadura que mata seus opositores e toma os bebês recém nascidos dos pais para doutrina-­los, imprimindo vínculos emocionais com o Partido e cortando pela raiz qualquer discordância. Toda e qualquer manifestação artística e cultural é reprimida e o simples pensar se torna um ato político.
O controle das massas parece ser total, no entanto um grupo de rebeldes sempre existiu, agindo por debaixo dos panos, e agora começou a ganhar força. Com os revoltosos se estruturando e incomodando o regime, a Pátria está cada vez mais próxima de um ponto de ebulição. A história de Cela 108 é a jornada do protagonista Dante ao seu inferno pessoal e a tentativa de um povo de se encontrar. Após a trágica morte pelas mãos da ditadura da militante rebelde Beatrice, mulher que Dante amava, ele decide se unir à causa e se torna um agente duplo, se infiltrando aos poucos no alto escalão do governo para preparar uma revolução na Pátria. Mas será que tomar o poder é suficiente em uma sociedade corrompida? Ou o poder cega as pessoas?

Resenha

“Seja bem-vindo às forças rebeldes.” – página 57

O livro se inicia com o suposto resgate de Dante, que estava preso na Cela 108 há muitos anos. Velho, cansado e sem aquele brilho de esperança nos olhos, ele estava prestes a desistir quando Raphael, um rebelde como o que ele já fora um dia, aparece. Depois disso, voltamos ao passado, onde conhecemos um Dante mais novo, com planos e o sonho de liberdade.

Vivendo num país denominado de Pátria, onde as crianças são tiradas dos pais já no nascimento, e enviadas para escolas onde aprendem a amar o lugar onde vivem (os que discordam são enviados para campos de concentração onde trabalham arduamente, ou mortas), e onde, ainda assim, o Presidente é amado por todos, Dante sempre discordou com o que os outros pensavam, e desde adolescente, sabia que precisava fazer alguma coisa para mudar a situação em que as pessoas ao seu redor se encontravam.

“Eu odeio o partido com todas as minhas forças.” – página 40

Trabalhando como o braço direito do III Presidente, Dante ouve discos de vinis proibidos e une informações contra o governo, e, com a ajuda dos rebeldes, e planeja o golpe que derrubará a ditadura intensa que põe a população alienada na miséria há décadas. Muitos rebeldes estão determinados a morrer pela liberdade dos outros que nem mesmo conhecem sua existência, assim como Beatrice, o amor da vida de Dante, que lhe foi tirada há alguns anos, mas nem todos são confiáveis.

O livro já começa tenso, o resgate de um prisioneiro no meio de tanto perigo e tanto risco de falha, mas não é, nem de longe, a parte mais tensa do livro, que, mesmo tendo poucas páginas, conseguiu me prender totalmente. É contado em terceira pessoa e não apresenta somente o passado/presente de Dante, mas também de outros personagens que vão aparecendo no meio do caminho.

As cenas de ação são curtas, mas conseguem tirar o fôlego do leitor e nos deixar com aquele medo de perder algum personagem. Confesso que não gostei totalmente de Dante, Raphael foi o personagem do qual eu mais gostei (não sei se foi só pelo nome dele *-*), assim como William, um personagem secundário que me impressionou bastante. De Beatrice eu também não consegui gostar, assim como todos os outros personagens...haha’ confiar em alguém nesse livro é complicado, então é melhor escolher um personagem só e torcer por ele até o fim, pois as surpresas são grandes.

Desde suas lembranças mais remotas, ele era apenas um rebelde solitário que não conseguia se conformar com o mundo em que vivia. – página 37

Cela 108 é uma distopia diferente de tudo o que eu já li, aqui todos os personagens são suspeitos para o leitor, e o final consegue nos deixar com aquele ponto de interrogação gigante sobre a cabeça. Fiquei pasma e ainda estou tentando entender o que eu encontrei lá. É o que eu estou pensando, André?! O autor aborda a sede pelo poder e o que ele faz com as pessoas de forma incrível e muito inteligente, unindo todos os pontos e deixando o leitor satisfeito. Estou doida para conhecer mais obras dele, e, tendo em vista quão boa é a escrita do André, tenho certeza de que ainda encontrarei muitas obras magnificas dele por aí.

“É preciso ser um pouco insano para mudar o mundo.” – página 165


58 comentários

  1. Não conhecia o livro, mas fiquei abismada com o quão bom parece. Adoro distopias e essa parece ser muito boa. Com certeza colocarei na minha lista para comprar! E por ser nacional fico mais feliz ainda.
    Adorei a resenha!
    Bjsss

    www.umolhardeestrangeiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Carolina ♥ espero que você goste do livro \0/

      Excluir
  2. Olha amiga eu já tinha visto a resenha desse livro em outro blog e até que gostei em se tratando de uma distopia sabe? Agora lendo a sua resenha tenho que confessar que eu fiquei bastante animada, porque tá muito bem desenvolvida tudo que tu colocou sobre a trama e acho que com certeza iria adorar fazer a leitura viu? Espero poder ler assim que tiver oportunidade, porque por agora, esse ano pelo menos, não quero mais comprar livros. rs
    Sabe né? Muita coisa pra ler ainda. Mas mesmo assim vou deixar na minha listinha. Quem sabe eu venha a ler em ebook pelo menos.

    ttp://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-amor-fora-do-ar.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' sei como é, mas espero que você consiga ler, e que goste, Sil :)

      Excluir
  3. Vou ser honesta, não sou fã de distopias e tenho sérios problemas para me encantar com alguma história. Não consigo nem ler um capítulo, porém gostei tanto da sua resenha e da premissa do livro que vou anotar sua dica,
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena, mas quem sabe você não acaba gostando do livro?!

      Excluir
  4. Olá, essa é a primeira resenha que vejo do livro, até então eu não o conhecia. Pelo que você disse na resenha, fiquei até com uma certa curiosidade para ler o livro, parece uma leitura bem intensa e eletrizante.

    ResponderExcluir
  5. Olar
    O nome do livro é Cela 108 e o nome do autor tem Cárcere... hahaha
    Gostei por se tratar de um tema que tem sido muito discutido, ditadura, e polêmico demais. E Dante ao seu inferno pessoal... ele gosta demais de brincar com as palavras: Cela - cárcere, Dante - Inferno.
    Você também percebeu isso?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gisele mulher, eu cliquei no link pensando a mesma coisa, hauhauhauha

      Excluir
    2. nossa, nem tinha reparado nisso...kkk'

      Excluir
  6. Oi, não conhecia o livro até esse momento e confesso que a narração em 3 pessoa não me agrada, não sou fã desse tipo de leitura e a história também não conseguiu me chamar a atenção, achei legal o fato da história deles serem retirados, lutarem contra a ditadura mais pra frente, mas não leria... Não acho que combine comigo, então eu passo a dica.
    Beijos
    - Bruna
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  7. Oiee,
    eu conheci o livro recentemente ao ler outra resenha, e apesar da sua resenha e da outra que eu vi serem bem favoráveis, e de eu adorar uma boa distopia, não sei, não empolguei com a premissa do livro. Senti falta de alguma coisa e excesso de outras, sendo assim essa é uma leitura que eu passaria, beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Adoro distopias, e essa eu não conhecia.
    Não sei se leria o livro por conta das passagens de tempo, elas às vezes me incomodam.
    E também por conta dos personagens. Vc não gostou da maioria hahha sei lá.
    Por enquanto passo a dica.

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Dryh, eu estou com esse livro aqui e só não peguei por falta de tempo mesmo, pela sinopse ele parece ser super interessante e a sua resenha só me confirmou isso, vou ver se consigo encaixar ele para ser uma das próximas leituras, estou querendo uma distopia assim :D

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-zen-socialismo.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste da história, Kétrin :)

      Excluir
  10. Oiii!

    Eu não sou a maior fã de distopia. Na verdade eu gosto, mas a leitura não flui comigo sabe? Demoro para me concentrar e isso acaba me atrapalhado e eu demoro pra encarar a leitura. Mas acho que forcei muito um e dai peguei um trauminha sabe? Já vi algumas resenhas desse livro pipocando e e estou bem curiosa. Inclusive por se algo diferente do que vc leu. Ultimamente as distopias estão sendo muito parecidas e ter algo diferente no mercado é sensacional.
    Gostei da resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Dhry lindona ótima resenha, eu amo distopia, e vamos valorizar nossos autores nacionais sempre, o fato de tirarem as crianças dos pais pequenas me aperta o coração e ao mesmo tempo me deixa muito curiosa com o desenrolar da trama. Amei a premissa, irei ler com certeza. beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Joyce ♥ espero que você goste do livro :)

      Excluir
  12. Oi Dry linda, estou sempre aqui no seu blog, mas acho que nunca elogiei o layout dele. Acho uma graça!!! Já tinha lido elogios quanto ao livro e acho a capa muito intrigante, mas saber que é uma distopia diferente de tudo, me deixou realmente animada em conferir a leitura o mais rápido possivel.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oie, estou vendo ótimas resenhas a respeito deste livro e muitos elogios ao escritor. Espero ter a chance de ler essa obra e amar como cada leitor amou e expressou isso em suas resenhas

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  14. Já vi resenhas bem entusiasmadas desse livro por aí e me animo ao ver uma nova para pegar mais detalhes dessa tal "Pátria", pois ela é um tanto diferente comparada às outras distopias. Pena que parte dos personagens não te cativaram quanto deviam e as cenas de ação são curtas, mas ao menos a escrita é boa.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é bem diferente mesmo :) espero que você goste do livro, Giovana :)

      Excluir
  15. Oi
    Confesso que um dos meus gêneros literários favoritos é a distopia, fiquei super curiosa sobre esse livro. Já estou aqui pesquisando onde comprá-lo. Ótima resenha.

    Beijos!
    www.cademeuslivros.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi,

    Eu amo distopias e esta já estava na minha lista de desejos. Sua resenha me fez perceber que não me enganei. Leitura obrigatória de 2016.

    Beijos
    Juci Pauda
    jusemfrescura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' espero que você curta o livro, Juci, me conta depois o que achou :)

      Excluir
  17. Eu estou lendo o livro, ainda na página 60, e gostando bastante. Só achei confuso as mudanças de narrativa, uma hora presente outra passado.. :S
    Mas vamos ver, adoro distopias!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa parte é um pouco confusa mesmo, mas depois acostuma *-*

      Excluir
  18. Eu gosto muito de distopias, embora já faça algum tempo que não leio uma. Enquanto lia a sua resenha ia despertando em mim, cada vez mais, a vontade de ler a obra. Aí você falou que os personagens são todos suspeitos para o leitor, e eu gostei mais ainda, pois adoro essas histórias que parecem um quebra-cabeças. Enfim, mais um para a minha lista. Adorei a dica!

    ResponderExcluir
  19. Opa! Falou em Distopia e eu já me pego pensando quanto de dinheiro eu tenho na carteira. O.O Ultimamente estou lendo bastante esse gênero e gostando do que estou encontrando.
    A capa não me atraiu muito, mas raramente os livros de distopia tem capas com cores vivas, é, eu adoro cores vivas. :D Mas isso não prejudica meu interesse nesse livro e como você eu costumo escolher apenas um personagem para torcer nos livros que eu leio. É mais confiável e tem menos risco do autor decidir matar ele.

    Beijos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' distopia também é um dos meus gêneros favoritos ♥

      Excluir
  20. Olá, boa noite, tudo bem? Eu acho que já li uma resenha desse livro em algum lugar, mas a sua opinião me fez refletir, que não é comum livros abordarem a sede pelo poder, esse tipo de abordagem acontece mais em livros de distopias mesmo, e no caso esse de acordo com você tem e muito isso, mas uma coisa eu gostei, o fato de ser dificil confiar em alguem do livro, afinal é o mesmo que acontece na vida
    Sthe - Blog
    http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, e o autor aborda isso tudo magnificamente ♥

      Excluir
  21. Oie Dryh!!!
    Talvez essa seja a segunda resenha que eu leia do livro, e assim como na outra o que posso dizer é que estou MORRENDO de curiosidade de ler esse livro, adoro Distopias e essa me parece especialmente espetacular.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' espero que você tenha a oportunidade de lê-lo, Thais :)

      Excluir
  22. Olá!!! Tudo bem?
    Ainda não tive a oportunidade de ler este livro, mas já está na lista e espero poder conhecer mais dele. O gênero é um dos meus favoritos e sua resenha passa ser uma história eletrizante, cheio de ação que deixa o leitor com vontade de saber mais e mais.

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  23. Olá, adoreiiiii a resenha, posso estar louca, mas parece ter uma leve semelhança com a segunda guerra mundial, versão se Hitler tivesse ganhado a guerra...
    Acho que teria tido esse destino o mundo, mas graças a Deus o bem ganhou do mal naquela época, enfim como sou apaixonada por temas assim, eu adoraria ler esse livro.
    Fica catando as semelhanças e influências históricas...kkkk
    Beijos.
    Parabéns pela resenha.

    Giuliana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Giuliana ♥ haha' espero que você goste do livro :)

      Excluir
  24. Olá Dryh!
    Essa parece ser a melhor distopia que eu vi até hoje! Fiquei um pouco assim pelo que falou das cenas de guerra serem curtas, mas acho que se são intensas já valem a pena. Estou precisando de um livro assim pra complementar a minha lista de variedades kkkk
    gostei muito!
    bjss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk' acho que esse é o livro perfeito, Isa :)

      Excluir
  25. Oii, tudo bem?
    Recentemente eu tive a oportunidade de ler o livro do André e adorei a historia, com certeza ela é de tirar o folego. Eu fiquei ansiosa o livro todo, estava louca para saber o final rsrs

    ResponderExcluir
  26. Adoro distopias e adoro essas histórias que confundem o leitor a ponto de não sabermos em quem confiar. Agora esse lance de tirar as crianças dos pais assim que nascem me deixou apavorada, nem consigo imaginar em viver num mundo desses, deve ser muito triste. Fiquei curiosa para descobrir o desfecho dessa história.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. deve ser horrível, né?! Que isso fique apenas nos papeis *-*

      Excluir
  27. Oi
    Adorei o estilo do livro. Pela sua descrição deu para perceber que é uma distopia diferente de tudo que já li mesmo.
    Amei o suspense e a suspeita que ronda todos os personagens.
    Adorei a dica e depois que li sua entrevista com o autor, gostei ainda mais,
    Beijos
    http://www.livroterapias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste do livro, Rízia :)

      Excluir
  28. Oieeee
    Não conhecia o livro, mas só por ser distopia, já li a resenha com mais curiosidade, agora saber que os filhos são tirados de seus pais para idolatrar um país e quem não concorda ou trabalha até sei lá quando, ou morre, me deixou sem ação.
    Amei sua resenha e vou procurar pelo livro, me intrigou a história.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Michelle ♥ espero que você goste do livro :)

      Excluir
  29. Oie!
    Eu ainda não conhecia essa publicação, mas fiquei muito interessada nessa trama. Por ser uma distopia, já me deixou um pouco mais curiosa. Achei interessante seus comentários sobre os personagens, principalmente quando comentar que é dificil confiar em alguém. Fico a imaginar tudo o que acontecerá nesse volume. É uma trama que tenho certeza que vou começar e não vou querer mais parar.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...