Uma canção para Jack

Titulo: Uma canção para Jack
Autora: Celia Bryce
Editora: V&R
Páginas: 206
Edição: 1
Lançamento: 2014
Sinopse: Uma Canção Para Jack narra a relação entre Megan e Jack, dois adolescentes que se conhecem no hospital onde estão fazendo um tratamento contra o câncer. Megan não consegue compreender, a princípio, que está doente. Nem mesmo sente assim, pelo menos antes do início da quimioterapia. Ela é uma menina de 13 anos que foi recentemente diagnosticado com câncer. Na ala infantil, Megan fica furiosa com todas as crianças gritando, as decorações coloridas e os blocos de construção que a cercam. É durante o seu primeiro dia lá, que Megan conhece Jackson Dawes, um garoto que encara a vida com bom humor. Jack entra na vida de Megan e os dois criam um vínculo que ajuda a menina a ver a sua vida a partir de uma nova perspectiva. Nessa zona nebulosa entre amigos, começa a surgir algo mais. 

Resenha

Sim, era verdade. Este poderia ser o último. As pessoas não duram para sempre. Algumas quase não duram. – página 164

Megan nunca imaginou que teria câncer aos treze anos e que precisaria morar num hospital, mas foi isso o que aconteceu. Um tumor surgiu em seu cérebro, e ela foi obrigada a deixar a escola, o futebol e as amigas de lado para fazer quimioterapia, que podia dar um fim aos seus cabelos e lhe deixar enjoada. Ela odiou as paredes pintadas com desenhos infantis e os barulhos que a lembravam que não estava em casa, mas encontrou algo que a deixou um pouco feliz por estar lá: Jack.

Jack era alguns anos mais velhos e já tinha uma reputação por lá: ele era o paciente mais bagunceiro e conhecido entre os menores, que o viam como um herói e exemplo a ser seguido. Assim que Megan pisou na ala pediátrica, ele apareceu, e então não foi mais embora... Até agora.

Desde ACEDE, eu descobri que sou apaixonada por livros tristes que mostram personagens sofredores e doentes, isso me faz ficar triste, mas ao mesmo tempo é uma lição de vida e tanto. Nos ensina que o tempo é curto e não perdoa, mostra também que nas horas mais difíceis é que percebemos quem realmente está do nosso lado, e as amigas de Megan com certeza não estavam. Elas não pisaram no hospital uma vez sequer para visitá-la!

- Você vai se acostumar com quase tudo. Até comigo. – página 29

Jack e Megan acabam se tornando amigos no curto período em que ficaram juntos, eles estavam lá pelo outro e torciam para saírem logo daquela situação, mas mais do que tudo, preservavam histórias e contavam as suas.
Jack era especial. Ele conseguia fazer as crianças rirem mesmo com uma agulha enorme enfiada no braço, costumava tirar as enfermeiras do sério quando sumia e ficava passeando pelo hospital, e aos poucos, Megan foi cedendo aos encantos do rapaz, que era uma caixinha de surpresas.

Lendo a sinopse até dá a entender que o livro é outro ACEDE, mas por favor, não acreditem nisso. A única coisa que os dois têm em comum é dois protagonistas com câncer, e talvez uma outra coisa, mas só isso. Uma canção para Jack parece mais realista, e mesmo não sendo tãão triste quando ACEDE, me deixou com lágrimas nos olhos.
O livro é pequeno, então consegui lê-lo bem rapidinho. Não gostei muito da narração da autora, que era em terceira pessoa, parecia que ela estava correndo contra o tempo e queria que o livro acabasse logo, pois as coisas acontecem tão rápido que ás vezes eu precisava reler uma página inteira para enfim perceber o que havia acontecido. Por isso não me abalei tanto quando imaginei que aconteceria, e isso me decepcionou um pouco.

É uma história bonita e triste, mas não me pegou de jeito. Quem procura uma leitura um pouco pesada e leve ao mesmo tempo com certeza deve conhecer a história de Megan e Jack.

Megan não conseguia ver onde ela terminava e ele começava, mas isso não tinha a menor importância. Nada tinha a menor importância. – página 78


12 comentários

  1. Oi Drih. Nossa, pensei mesmo que era como ACEDE, mas que bom que muda um pouco ne? Quando li a sinopse só lembrei dele, mas fiquei aliviada com o que você disse *O*
    vou ver se consigo comprar e ler ele!
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda bem, não aguentaria um livro igualzinho *-*

      Excluir
  2. Ai não consigo gostar tanto de leituras triste acredita? Li ACEDE e nem achei tudo isso :s

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' eu pelo contrário adoro histórias tristes *-*

      Excluir
  3. Já tinha lido uma resenha desse livro e me interessado um pouco. Não é um livro que eu esteja louco para ler, mas se eu tivesse a oportunidade, eu leria. Pela sua resenha e pela outra que li, parece ser uma leitura agradável.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você consiga lê-lo e goste, é bem bacana :)

      Excluir
  4. Eu li ACEDE e achei zzzzzz demais, nossa perca de tempo.
    Esse eu até leria sim, mas não entraria nos mais urgentes a serem lidos, hahahahah. Mas leria quando tivesse tempo ou quando não tivesse mais nada pra ler, enfim. É que esse gênero literário não me atrai. :|

    Mas a sua resenha foi muito boa, flui tanto que quando fui perceber já tinha terminado de ler. :P

    Beijinhos.
    www.minineko.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uma pena que você não curtiu ACEDE, mas quem sabe não acaba gostando de Uma canção para Jack?

      Excluir
  5. Oi! Este livro chama muito minha atenção quero conseguir dar uma oportunidade para ele em breve, por sua resenha me parece ser um amor, como eu gosto!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  6. Oi Dry!
    MEU DEUS, EU NECESSITO DESSE LIVRO! Tipo, to doido por ele, mas a V&R ficou de me enviar e nada até agora. Mesmo o livro sendo corrido, apesar de ser algo perigoso, pq tipo, geralmente, pode faltar detalhes que o leitor provavelmente cobraria. Vamos esperar que não ne? Quero ter minha experiencia com ele. Ohh, tem outro da V&R, Fora de Mim o título que acho que você pode gostar :D

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena, não conhecia Fora de Mim, mas obrigada pela dica, anotei aqui :)

      Excluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...