Mulheres guerreiras


Titulo: Mulheres guerreiras
Autora: Fátima Rosalina Castelo Branco
Editora: Pandorga
Páginas: 156
Edição: 1
Lançamento: 2014
Sinopse: Mulheres Guerreiras são tantas. As que saem para trabalhar fora, as que ficam e cuidam dos filhos, as que estudam, as semianalfabetas, pois não tiveram tantas oportunidades, as cheias de filhos e as que não tem nenhum, mas dão tanto amor aos filhos do coração, seus ou não. As mães, as esposas, as filhas, as sogras, as noras, as cunhadas, as avós, as bisas, as irmãs e acima de tudo as irmãs-amigas. Senão de sangue, de consideração, apoio, carinho, apego e paixão. Não importa! Todos têm uma guerreira em sua vida! Quem é a sua?

Resenha

Você conhece uma mulher guerreira? Uma mulher de atitude, corajosa, forte, determinada, que encara os desafios da vida de cabeça erguida e se levanta sempre que alguém a derruba. Mulheres que construíram sua história com os próprios dedos, mulheres que enfrentam a sociedade e os problemas todos os dias e que ainda conseguem dormir à noite. Mulheres que se tornam uma imagem a ser seguida. Uma mulher como Fátima Rosalina.

Quando eu olho uma mulher, tento enxergar a guerreira que existe dentro dela. No momento em que reconheço essa característica, passo a admirá-la num instante. – página 93

Uma das grandes conquistas da autora foi escrever esse livro, onde ela narra a história da própria vida e de sua mestra, Dona Guiomar, uma mulher que nasceu numa época triste onde ser negro já era ruim, e ser negro pobre, pior ainda. Mas Guiomar aceitou os desafios que a vida lhe impusera e derrubou todos os obstáculos, uma mulher guerreira que conseguiu muitas realizações e alcançou os seus 94 anos de idade.

A autora nos conta quais são as cinco coisas que a fazem feliz, e fiquei tão surpresa quanto ela ao perceber quão simples elas são. Não precisamos de uma mansão de luxo ou de uma jóia cara para sermos felizes, ás vezes, só o som da chuva caindo no telhado já nos faz felizes e nós nem percebemos. Ver um casal se beijar no final de um filme sempre me faz sorrir, e acredite ou não, isso realmente me faz feliz.

Cinco coisas que me fazem feliz:
  1. Sorrisos (mesmo que seja de um desconhecido na rua)
  2. Família, amigos
  3. Histórias (não importa se é livro, filme...)
  4. Música
  5. Milkshake de palavras (uma coisa da qual eu me orgulho muito ♥)

Em alguns momentos o livro parece ser de auto-ajuda, mas diferente daqueles que só dizem o que você quer ouvir, Fátima fala a verdade e nos faz enxergar o mundo de outra maneira. Ela me fez querer correr atrás de meus sonhos e nunca desistir, por mais que eles tenham aparecido em meu caminho há pouco tempo. Coloquei papéis em lugares escondidos em meu quarto onde só eu posso vê-los, e em todos eles, escrevi palavras de incentivo que encontrei nesse livro, todas elas ditadas pela autora. Tosco, bobo, mas eles me fazem lembrar de Dona Guiomar. Não a conheci e não sabia de sua existência até ler Mulheres guerreiras, mas ela é uma guerreira que eu admiro muito, uma mulher que eu gostaria de conhecer e saber mais sobre.

O livro é bem pequeno e a leitura flui bem rápido, então acaba num piscar de olhos. Além de nos contar um pouco de sua história e da história de sua mestra, a autora também fala de alguns assuntos como: medo, motivação, dinheiro, amor, felicidade, e etc.
É um livro que vale muito a pena conhecer, principalmente se você gosta de histórias verdadeiras e de lições de vida.

Vamos lá! Arregace suas mangas e corra atrás daquilo que lhe faz feliz. – página 72


21 comentários

  1. Oi Dryh, tudo bem?

    Confesso que esse livro não faz o meu estilo de leitura, por mais que ele seja rápido de ler e tal. Mas para quem curte, com certeza é uma ótima pedida.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bom?
    Eu amei ler esse livro, e amei mais ainda conhecer a Fátima. Hoje a considero uma amiga e sei que posso contar com ela!
    Adorei sua resenha, você conseguiu retratar muito bem a ideia do livro. Só tenho a desejar a você, a Fátima e a todos nós um 2015 abençoado, em que tenhamos força, foco e fé para atingir nossos objetivos, para vencer as lutas qie com certeza virão!
    Beijos!
    http://resenhandoaarte.blogspot.in/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que 2015 seja um ano maravilhoso para todas nós! ♥

      Excluir
  3. Nao sei se leria o livro, mas confesso que sua resenha me deixou curiosa, quem sabe um dia
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você tenha a oportunidade de lê-lo, Brubs, é muito bonito :)

      Excluir
  4. É sempre tão tão bom encontrar livros que reforçam o poder e a força da mulher! O livro é bem curtinho e conseguiu te conquistar, então realmente não duvido que as duas personagens citadas sejam exemplos a serem seguidos! Parabéns pela resenha, Dryh! Beijos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Tici ^^ espero que você tenha a oportunidade de lê-lo também :)

      Excluir
  5. Não é meu gênero literário, mas eu fiquei bem interessada por causa da sua leitura. http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/2014/12/deixe-neve-cair.html

    ResponderExcluir
  6. Oiii Dryh, tudo bem? linda a sua resenha e que bom que o livro te tocou dessa forma =D
    Já tinha visto uma resenha do livro e achei bem bacana. Acho que todas as mulheres são guerreiras não é? Algumas apenas precisam lutar um pouco mais. Ou como diz no livro extraordinário, todos são e devem ser aplaudidos de pé
    hahah eu nem li esse livro ainda, mas essa é uma parte que eu vejo em todas as resenhas e foi o que me fez comprar o livro. hehehe
    A propósito e aí, como foi de natal? Aqui, foi tudo bem :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aqui também foi tudo bem, obrigada por perguntar ♥ é um livro maravilhoso, espero que bastante gente consiga lê-lo

      Excluir
  7. Olá, Dryh. Tudo bem?
    Já li esse livro e gostei bastante. O ponto que mais me agradou foi a autora ter saído do comum e investido em um jeito diferente de narrar acontecimentos e refletir sobre a sociedade.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

    ResponderExcluir
  8. Dryh, que proposta legal a desse livro! Adorei! Não o conhecia, mas me conquistou por sua temática e pela narrativa... Embora em alguns momentos ganhe tom de autoajuda, francamente, penso que isso não o faz perder em nada. Livros bons são os que nos fazem refletir e melhorar pessoalmente. Senti que a autora é capaz de fazer isso.

    Beijos!
    http://myqueenside.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é mesmo muito bom, espero que você tenha a oportunidade de lê-lo, Fran :)

      Excluir
  9. Oie, tudo bom?
    Eu adoro livros com esse fundo de auto-ajuda que também fazem o leitor refletir sobre a própria vida. Quando vejo as palavras mulheres guerreiras é impossível não lembrar da minha própria mãe que é uma batalhadora. Gostei bastante da sua indicação.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que as mães são as maiores guerreiras, né? ♥

      Excluir
  10. Olá flor...

    Não gosto de livros com a pegada de auto ajuda, no fundo não sinto que me tocam ou me fazem pensar... não sei simplesmente não flui e olha que eu já tentei... mas gostei da narrativa desde e embora eu não o leia, gostei do que te fez pensar e no que ele te transmitiu é isso que importa... se te preenche de alguma forma é totalmente válido... Xero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também não sou muito fã desse tipo de livro, mas Mulheres Guerreiras realmente mexeu comigo e me fez ver o mundo de uma forma diferente :)

      Excluir
  11. Oi Dryh!

    Tenho um livro em meu Kindle com o mesmo título e a capa é bem parecida, talvez seja o mesmo, mas enfim, o que posso dizer? Fiquei surpresa com o enredo, ao ver o título do livro, pensei que seria algo diferente, sei lá, mas gostei de saber que é a vida de uma mulher guerreira e batalhadora, fiquei intrigada com isto, a acredito que este tipo de livro é uma boa para sairmos da zona de conforto.

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...