Quando eu era Joe

Titulo: Quando eu era Joe
Autora: Keren David
Editora: Novo Conceito
Páginas: 318
Edição: 1
Lançamento: 2014
Sinopse: Imagine o que é perder, em uma única noite, sua casa, seus amigos, Como é possível viver mentindo sobre todas as coisas? Sua escola e até mesmo o seu nome. Aos 14 anos, Ty presencia um crime bárbaro num parque de Londres. A partir desse momento, tudo muda para ele: a polícia o inclui no programa de proteção à testemunha, e Ty é obrigado a assumir uma vida diferente, em outra cidade. O menino ingênuo, tímido, que costumava ser a sombra do amigo Arron, matricula-se na nova escola como Joe... E Joe não poderia ser mais diferente de Ty: faz sucesso com as meninas, torna-se um corredor famoso... Joe é tão popular que acaba incomodando os encrenqueiros da escola. Ser Joe é bem melhor do que ser Ty. Mas, logo agora, quando ele finalmente parece ter se encaixado no mundo, os atentados e ameaças de morte contra sua família o obrigam a viver no anonimato, em fuga constante e sob a pressão de prestar depoimentos sobre uma noite que ele gostaria de esquecer.
 Resenha

Quando eu era Joe me conquistou pela capa e pela sinopse, que me encantaram e me deixaram curiosa. Apesar disso, não esperava muito do livro, estava preparada para encontrar uma história clichê ou até mesmo infantil, mas não esperava encontrar algo surpreendente.
Ty presenciou um assassinato, e para não ser o próximo caso de homicídio, foi enviado junto com sua mãe para outra cidade, com identidades e aparências diferentes. Lá ele seria Joe. Como testemunha, ele não poderia contar à ninguém o que aconteceu, e tentar não chamar a atenção.

Ty tinha apenas 14 anos, então já dá para se ter uma noção de quão traumatizado e assustado ele ficou, mas Ty se mostrou muito mais corajoso do que eu pensei que ele seria... Ou devo dizer Joe?
Ty e Joe são completamente diferentes, mal pareciam a mesma pessoa. Ty não tem muitos amigos, é “invisível” e pequeno; Joe é popular e tem muitos amigos, chama a atenção aonde quer que vá, é grande e forte, sem contar que é mais corajoso que o primeiro. Mas ambos estão sendo protegidos pela policia e precisam se esconder para não chamar a atenção. Ambos estão com medo.
“Ele obviamente não espera que tenhamos uma vida normal. Vai ser difícil me lembrar do que posso contar às pessoas e do que devo esconder. Como se faz para mentir sobre tudo?” – página 19 
Joe é um personagem interessante, e como não conheci Ty direito, não posso dizer o mesmo dele, por mais que sejam a mesma pessoa. De todo o livro, ele foi um dos poucos personagens que me encantaram, ele e Claire, uma garota mais nova que sofre bullying, tímida e excluída. Eles acabam se tornando amigos, mais tarde do que eu gostaria, mas gostei bastante da forma que a autora introduziu tudo até chegar nesse ponto.

A história é envolvente, impossível deixar o livro de lado. As letras são grandes e as páginas amareladas, o que facilita ainda mais a leitura. Confesso que fiquei um pouco confusa sobre quem morreu afinal, mas acho que era essa a intenção da autora, fazer suspense e surpreender o leitor no final.

Não fazia ideia de que o livro fazia parte de uma série. Claro, está escrito na capa (dãã), mas eu só fui ver mesmo quando comecei a ler, e fiquei um pouco triste ao ver que não há nem mesmo previsão de lançamento dos próximos livros, mas me contentei com um trecho do primeiro capitulo de Quase verdade, segundo livro.
“... Tento muito não sentir nada. Deito na cama e lembro da minha vida quando eu era Joe.” – página 272
MilkMilks
Dryh Meira

15 comentários

  1. A maioria dos comentários desse livro são elogios rsrsr #Curiosa
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' eu também vi bastante gente elogiando o livro ^^

      Excluir
  2. Quando saiu não me chamou mta atenção mas lendo as resenhas so leio leigos então quero ler tb :)
    Forever a Bookaholic

    ResponderExcluir
  3. Noossaa acho que passo sempre por esse livro mas pulo ele pq não gostei da capa XD
    HUAHUAHUA
    mas agora fiquei curiosa pra ler!
    É uma serie serio??
    Não parece D=
    Bjoos
    http://chacombolacha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk' olha o bullying com a capa, hein! É uma série sim, isso se não for trilogia..kkkk' só sei que tem mais um depois desse *-*

      Excluir
  4. Uau, um garoto de apenas quatro anos exposto a tantos conflitos e tendo que lidar com eles tendo visão e coragem de adulto. Parece uma ótima história.

    Beijos,
    Blog | Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *catorze...haha' mas é uma história maravilhosa mesmo Nina ^^

      Excluir
  5. Oi Dryh, tudo bem?
    Eu tive a mesma impressão que você quando divulgaram o lançamento do livro. Sua resenha ficou criativa, gostei da forma como escreveu seu texto, falando como se fosses duas pessoas, o que na verdade é uma só. Mas, pelo o que contou, ele se transformou em outro, mantendo escondido quem realmente era.
    Gostei muito, também não tinha percebido que tinha continuação, risos...
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Cila ^^ na verdade ele meio que cresceu, foi como se tivesse criado um tipo de barreira em torno de si mesmo para esconder o Ty e ser o Joe o.O

      Excluir
  6. Dryh, querida, adorei a proposta do livro. E justo quando Joe precisa aparecer menos, ele cresce e se torna outra pessoa... rsrs, isso não vai dar certo.Gostei do tema bullying em meio a toda essa trama tb, é bom pra alertar os jovens e orientar como proceder em casos de violência assim (velada ou explícita).
    Quero ler.
    Beijo!

    Fiz esta resenha e adorarei saber sua opinião: Ler para divertir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também gostei bastante da autora ter tocado nesse assunto na história :)

      Excluir
  7. Eu também gostei muito deste livro!! O Ty é ótimo!!
    Sua resenha ficou linda e que bom que o livro te agradou!!! Fiquei feliz!!

    Bjkssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Lelê ^^ mal vejo a hora de ler o próximo livro \0/

      Excluir
  8. Não gosto da capa desse livro, gostei muito da resenha, a cada uma que leio fico com mais curiosidade a respeito dessa leitura.

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. achei que a capa combinou bastante com a história, mas tem um quê bem estranho nela...haha'

      Excluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...