A geografia de nós dois

Título: A geografia de nós dois
Autora: Jennifer E. Smith
Editora: Galera (cortesia)
Páginas: 272
Edição: 1
Lançamento: 2016
Sinopse: Lucy mora no vigésimo quarto andar. Owen, no subsolo... E é a meio caminho que ambos se encontram - presos em um elevador, entre dois pisos de um prédio de luxo em Nova York. A cidade está às escuras graças a um blecaute. E entre sorvetes derretidos, caos no trânsito, estrelas e confissões, eles descobrem muitas coisas em comum. Mas logo a geografia os separa. E somos convidados a refletir... Onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância? Em A Geografia de Nós Dois, Jennifer E. Smith cria tramas cheias de experiências, filosofia e verdade.

Resenha

Os pais de Lucy têm uma interessante mania de viajar pelo mundo sem levá-la junto, e, agora que seus irmãos estão na faculdade, ela encontra-se sozinha no apartamento. Tudo o que Lucy sempre recebera das viagens dos pais à Paris, Roma, Londres e etc, eram cartões postais, e ela estava indo busca-los na caixa de correio quando o blecaute aconteceu.

Presa no elevador com Owen, o filho estranho e misterioso do administrador do prédio, ela acaba se tornando amiga daquele desconhecido, e, assim que conseguem sair do elevador, mergulham na escura e silenciosa Nova York, tomando sorvete de graça, encontrando a multidão perdida na rua e vendo as estrelas do terraço do prédio.

Mas esses encontros não duram muito. Logo, Lucy descobre que terá que se mudar para a Escócia, enquanto o pai de Owen é demitido e eles acabam viajando pelo país de carro, somente os dois, assim como o pai fizera com sua mãe antes de ele nascer. Durante a viagem, Owen envia cartões postais de todos os lugares por onde passou para Lucy, e, mesmo com o mar separando-os, eles mantêm vivo o sentimento um pelo outro, imaginando se voltarão a se encontrar um dia.

“Acho... que estamos no centro exato do mundo como um todo.” – página 51

Este foi o segundo livro da autora que eu li, e como havia me apaixonado por A probabilidade estatística do amor à primeira vista, minhas expectativas em relação a A geografia de nós dois eram muito altas. Acho que este foi o meu primeiro erro: não deveria ter esperado tanto do livro, pois me decepcionei um pouco.

Os personagens não conseguiram me encantar da forma como eu gostaria, não sei se pelo fato de Lucy ser rica e um pouco chatinha, e Owen não me pareceu tão bem construído e desenvolvido. Talvez eu esteja sendo chata por estar esperando uma história mais linda e fofa que a de Hadley e Oliver em A probabilidade, mas o fato é que A geografia de nós dois não me conquistou, apesar de ter algumas cenas fofas e momentos bonitos.

“Vai ver somos dois idiotas.” “Mas pelo menos somos idiotas juntos.” – página 240


Gostei da ambientação da história. Os personagens passam por diversas cidades e países, e, mesmo que a autora não descreva 100% os locais (de outra forma a história acabaria se perdendo e o livro ficaria cansativo), dá para se conhecer um pouco de cada lugar, e dá para perceber que nem Lucy nem Owen parecem se encaixar em nenhum nestes lugares. Lucy sempre viveu em NY, então ela ama a cidade desde que era criança, de forma que, mesmo gostando da Escócia, da Inglaterra e etc, ela inda sente saudades da cidade que nunca dorme. Já Owen se mudou para NY quando seu pai arranjou o emprego no prédio, após a morte de sua mãe, que ainda devasta a ambos. Ele não gosta de NY, não gosta de olhar para o céu e não conseguir ver as estrelas por conta das luzes artificiais da cidade, o que não acontecia em sua cidade natal.

É isso o que acontece quando se está com alguém assim: o mundo se encolhe e toma a proporção correta. Moldando-se para comportar apenas as duas pessoas, e nada mais. – página 99

Também gostei de ver que, mesmo estando longe, Owen e Lucy ainda pensam um no outro, mesmo que não sejam namorados ou coisa parecida. É interessante ver também a relação de cada um deles com suas respectivas famílias, ver que Owen e o pai dividem a dor da perda da mãe e esposa, e que Lucy só quer um pouco de atenção e amor dos pais, que estão sempre ocupados.

Outra coisa que eu também gostei no livro foi a presença dos cartões postais, achei interessante os personagens se comunicarem através dele. Algumas pessoas mandam cartas, outras mensagens de texto. Lucy e Owen enviam cartões postais. Eles não são completamente apaixonados um pelo outro, não sentem que estão morrendo se não estiverem ao lado do outro, mas se gostam, nutrem sentimentos um pelo outro, e, aonde quer que vão, desejam que o outro esteja lá.

Quando os lábios se tocaram e as mãos se encontraram, eram apenas os dois mais uma vez no escuro, o breu total, salvo pelas faíscas atrás das pálpebras cerradas, tão brilhantes que podiam muito bem ter sido estrelas. – página 260

Enfim, o livro é legal, mas não tanto quanto eu pensei que seria. Os personagens não me cativaram, apesar de terem seus momentos de maturidade e fofura, e a história se mostrou um pouco cansativa para mim em alguns pontos, coisa que eu não achei que fosse acontecer.
A probabilidade estatística do amor à primeira vista ainda é o meu romance favorito da Jennifer, mas A geografia de nós dois tem seus pontos positivos.


28 comentários

  1. Oi, Dryh! Eu estava querendo muito ler esse livro justamente por ter gostado demais de "A probabilidade estatística do amor à primeira vista". A gente sempre corre o risco de se decepcionar quando pega um livro cheia de expectativas, né?! Ainda assim acho que vou ler... Gosto de romances, gostei deles não terem essa coisa de "longe de você vou morrer", que às vezes me irrita em certos livros, e da parte dos cartões postais.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Oi Dryn
    Eu também li esse livro recentemente e adorei poder ler mais uma obra da autora e é claro que também fiquei encantada. Eu adorei os cartões postais, acho que deu um grande diferencial. É uma pena você não ter curtido tanto quanto esperava. Mas preciso concordar com você: ainda prefiro mesmo a Probabilidade estatística...

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Só pelo nome da autora, eu leria o livro sem medo, porque amo um outro livro de autoria dela. Bacana esta abordagem do amor adolescente e mesmo não arrancando lágrimas, acredito que me emocionarei. Quero muito ler!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Dryh;

    Acabei de dar com os "burros na'água", achei que o livro seria um belo plágio do A Culpa é das Estrelas, acho
    que pela capa, mas o enredo é bom e parece ser uma leitura fluida, não conhecia a obra, mas curti a resenha.

    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Poxa Dhry, acabei de levar um balde de água fria!
    Estava com boas expectativas em relação a esse livro, mas agora fiquei meio frustrada. Mas é bom ver uma resenha sincera, pois vamos com menos sede ao pote.
    Só que personagens que não cativam são horríveis.
    Enfim... Não é uma leitura prioritária, mas desejo ler em breve,
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Já ouvi falar deste livro. E assim como você mesma sentiu na leitura, eu soube que tem um enredo pouco envolvente. Então acho que definitivamente deixarei a dica passar. O que é uma pena!

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu queria muito ler esse livro, achei a história muito legal e isso de eles trocarem cartões postais para se comunicarem é muito fofo. Que pena que você criou uma expectativa tão grande que não foi suprida ;( Eu também estava, mas agora depois de sua resenha baixei um pouco a bola.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. pena vc ter colocado tanta expectativa e ter se frustrado um pouco com o resultado da obra... acontece comigo às vezes, principalmente quando leio algo diferente do autor e curto bastante... como aconteceu com você...
    já tinha ouvido falar do livro mas por se tratar de mais um romance adolescente 'bobinho', acabei que não senti vontade de ler... e se eu não me conecto com o casal, a leitura não anda mesmo...

    bjs...

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu nunca li nada da autora, mas achei a premissa desse livro bem legal.
    Me parece ser um livro com uma abordagem bacana do relacionamento entre os dois jovens, e da relação com seus pais.
    Gostei de saber sobre a ambientação, já quero saber por onde eles passaram e ler os postais que trocaram.
    Pretendo ler esse livro, mas sem muitas expectativas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Li outra resenha sobre esse livro e confesso que estou cada vez mais curiosa para ler. Achei a temática do livro bem fofa e leve, o tipo de livro perfeito para curar ressaca literária! Bj

    ResponderExcluir
  11. Oi, Dryh

    Que pena que você não teve suas expectativas atendidas. Essa é a segunda resenha que leio do livro hoje e em ambas é mencionado essa falta de identificação com os personagens, então imagino que seja um problema deles mesmo, e não do leitor.
    Eu até curto a história, porque vivo um relacionamento a distância há quatro anos, então eu me identificaria, mas agora que já vi duas pessoas apontando praticamente os mesmos pontos fracos não sei se leria.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Que pena que não gostou totalmente da história, e assim não fico achando que o livro sera perfeito quando fizer a leitura. Já vou preparada e com isso, acabo me surpreendendo. Adorei sua resenha, pois foi bem sincera em suas emoções durante a leitura.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. Oie...
    Adorei a sua resenha, principalmente, por ter mostrado pontos negativos que não havia visto em nenhuma outra resenha por aí...
    Apesar das ressalvas, ainda quero ler o livro, mas, não vou botar expectativas demais...

    ResponderExcluir
  14. Oiii!!

    Eu não li essa obra ainda... já vi muitas resenhas para o livros, uma mais encantadas e outras mais pé no chão como a sua.
    A obra tem um enredo OK nada muito legal, mas acredito que o diferencial do livro é que ele é leve e a autora é boa.
    Gostei da sua sinceridade.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Heey Dryh, tudo bem? Acho que você é a primeira pessoa que vejo que não gostou tanto da obra. Esse livro tem uma premissa que me interessa bastante, mas tenho medo de ler e não ser cativada pelos personagens também... Personagens bem construídos é algo que prezo muito em uma leitura. Mas enfim, terei que ler para ter minha própria opinião. Espero gostar. Sua resenha ficou ótima! Adorei os pontos que ressaltou.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Eu nao cohecia mas achei um tanto seca... Bem, eu goste de romance e tal e de mensagens que fiquem...

    Fico com pena que nao te tenha agradado tanto... Que tenha sido cansativo e que nao tenhas criado assim um aligaçao com as personagens... :(

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?

    Sim, eu amei A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista e quando vi que lançariam A Geografia de Nós Dois, fiquei super animada. Achei que encontraria uma história tão linda quanto a do outro livro, mas só vejo resenhas de pessoas que se frustaram, pois as expectativas estavam muito altas, como você. Apesar de saber que deve ser uma boa história, vou abaixar as minhas expectativas antes de ler para não me decepcionar também :(

    Apesar disso, adorei a ideia dos postais e de como o relacionamento deles (embora não tenham um relacionamento sério) se desenrola com a distância e os problemas pessoas.

    Obrigada pela dica ;)

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem? Ouvi muito bem do livro. Uma pena quando criamos expectativas demais e nos decepcionamos, não é? Ainda mais quando no caso não criamos empatia pelos personagens, mas fico feliz que tenha apontado alguns pontos bons do livro também. Beijos.

    ResponderExcluir
  19. A autora tem fama de criar histórias fofinhas e leves. Também não gosto de criar muitas expectativas para um livro, sempre me decepciono! É muito agoniante quando os personagens irritam, odeio quando são metidos ou não possuem uma personalidade fixa, gostei da autora usar os cartões-postais e o amor a distância, minha vontade de ler o livro abaixou um pouco

    ResponderExcluir
  20. Olá Dryh!
    Ainda não li nenhuma obra da autora, mas sempre leio comentários muito positivos a respeito dos livros que ela escreve. Estou bem empolgada para ler esse livro, levando em consideração que gosto de romances fofos, além de livros com leitura leve como A Geografia de Nós Dois aparenta ser. Que pena a leitura não ter correspondido as suas expectativas. Sem dúvidas, vou levar em consideração as suas impressões durante a leitura.
    Beijos.

    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Já ouvi falar desse livro antes e fiquei bem curiosa com a leitura, confesso que agora estou um pouco desanimada, mas não desisti.
    Acho que é muito legal os personagens continuarem sentindo carinho um pelo outro, mesmo que não estejam em um relacionamento sério. Outra coisa legal é que existem os cartões postais.
    Acho sua opinião bem importante e vou levá-la em conta quando ler.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  22. É realmente uma pena que os personagens não tenham te cativado, ando lendo varias resenhas, a ultima que eu li reforçou minha decisão de não ler o livro, não gosto quando o enredo não me cativa e esse com toda certeza não me cativou, parece ser um romance inocente e eu gosto de romances mais explosivos e cativantes do tipo que que deixem sem ar rs... gostei da sua resenha, bem sincera e só reforçou minha decisão de não ler esse livro...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Hi baby, tudo bem? todo mundo está resenhando sobre esse livro e na maioria os comentários são bem positivos, mesmo sendo um romance inocente e leve eu pretendo dar uma chance! parabéns pela resenha! <3

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li o outro livro da autora, mas esse eu li e gostei, mas também não tanto quanto esperava e olha que não estava com expectativas tao altas assim. Esse livro tem uma historia bonitinha com momentos fofos, mas também não me senti cativada pelos personagens.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  25. Oi Dryh, tudo bem?
    Que pena que o livro não era o que você esperava, é muito ruim quando isso acontece. Eu estou bem animada para ler ele, porque eu amo a escrita da autora e estava com altas expectativas com esse livro, apesar de já ter ouvido falar que ele é bem leve e fofo. Bom, mas ainda irei ler para ver o que vou achar dele. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  26. Oi, acredita que eu fiquei um pouco tristinha por saber que esse livro não tem uma grande história de amor? Rs. Eu sou meio boba mas pela sinopse era isso que eu esperava, um amor que superava as barreiras da distância e etc. Mas o livro parece ser bom mesmo assim, uma leitura agradável. A autora foi muito aclamada com APEDAAP (título grande demais) então esperava mais desse livro. Mas quero ler para tirar minhas conclusões.
    Ótima resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  27. Ola Dry lindona eu adoro a delicadeza dessa capa, gosto da premissa do livro, pois me parece uma leitura leve sem dramas exagerados ou fortes. Uma pena que os personagens não te cativaram, o que deixa a leitura menos fluida. Adoro essa troca de cartões postais e estou curiosa para saber como irão lidar com a distância. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    Achei a história fofa e boa para ler em um fim de semana, mas não uma história extraordinária. A capa é bonita, não sei se leria no momento até mesmo por que estou sem tempo. Mas vou anotar a dica para uma leitura futura.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...