Passarinho

Titulo: Passarinho
Autora: Crystal Chan
Editora: Intrinseca
Páginas: 224
Edição: 1
Lançamento: 2014
Sinopse: O avô de Joia parou de falar no dia em que matou o irmão dela. O menino se chamava John, e achava que tinha asas. Subia e saltava do alto de qualquer coisa, até ganhar do avô o apelido de Passarinho. Joia não teve a chance de conhecê-lo, pois Passarinho se jogou do penhasco bem no dia em que ela nasceu. Ainda assim, por muito tempo ela viveu à sombra de suas asas. Agora, aos doze anos, Joia mora em uma casa tomada por silêncio e segredos. Os pais culpam o avô pela tragédia do passado, atribuem a ele a má sorte da família. Joia tem certeza de que nunca será tão amada quanto o irmão, até que ela conhece um garoto misterioso no alto de uma árvore. Um garoto que também se chama John. O avô está convencido de que esse novo amigo é um duppy — um espírito maldoso —, mas Joia sabe que isso não é verdade. E talvez em John esteja a chave para quebrar a maldição que recaiu sobre sua família desde que Passarinho morreu. 

Resenha
... Sempre tenho que dividir meu dia especial com o silencio atrás da porta fechada do vovô, com o silencio no cemitério e com o silencio que pesa entre as palavras dos meus pais. – página 8
O aniversário e dia de nascimento de Joia deveriam ser especiais, mas é um dos dias mais tristes para a família Campbell. Foi o dia em que John, apelidado de Passarinho pelo avô, pulou de um penhasco pensando que poderia voar. Neste dia, Joia nasceu. A família perdeu um filho e ganhou outro, mas eles nunca amaram Joia quanto amavam John.

O avô de Joia não fala desde o acidente, e todos o culpam pela morte do menino. Ela nunca ouviu os pais rirem ou o avô falar, ela nunca teve um dia de felicidade que fosse com a família toda junta. Ela nunca teve o que Passarinho teve, e mesmo morto, ele estava em todos os lugares, e ela não estava em nenhum.
E é sempre assim. Alguma coisa legal acontece, e eles simplesmente se fecham. É como se Passarinho fosse a única coisa interessante que poderia acontecer em suas vidas, e agora que ele se foi nada mais pode ser legal, incrível ou misterioso. – página 16
Desde pequena, Joia gostava de cavar e procurar pedras, sempre fora apaixonada por curiosidades e gostava de aprender, seu sonho era ser uma geóloga, mas a mãe insistia que ela se tornaria uma professora e que, diferente de seu pai, seria alguém na vida. O pai de Joia acreditava em espíritos do bem e do mal, tanto ele quanto o vovô faziam certos rituais para manter os duppys longe da casa e da família, e a menina passou a acreditar nas coisas espirituais, para total desgosto da mãe.

Joia sempre foi uma menina solitária, tentava ser obediente para que assim, os pais tivessem orgulho dela, mas eles nunca a ouviram e pareciam não ligar para ela. Quando enfim conheceu John, um menino que estava passando um tempo com o tio que morava na cidade, o mundo de Joia virou de cabeça para baixo. Ele tinha o mesmo nome de seu irmão, e era a única pessoa no mundo em quem ela podia confiar.
Na minha família, escondemos os segredos, guardando-os com braços avarentos, nunca os compartilhamos com ninguém. E agora que John havia me mostrado seu lugar secreto, era como se o universo se desdobrasse diante de mim. – página 45
Já tinha lido algumas resenhas desse livro antes e estava super curiosa para lê-lo, mas sinceramente, não sabia o que esperar. A capa e a sinopse foram a primeira coisa que eu gostei no livro, e depois disso, só vieram mais e mais. A leitura é leve e flui bem rápido, a história é simples e ao mesmo tempo complexa, com personagens marcantes e bem trabalhados. Joia é uma garota tentando fugir dos problemas da família com a ajuda de um amigo, e muitas vezes me senti triste por ela, pois ninguém prestava atenção na garota, e viviam criticando-a e chamando sua atenção.
- Você é tudo o que temos, Joia. Quero que nos deixe orgulhosos. – página 54
A amizade entre os personagens é muito bonita de se ver; eles apoiam um ao outro, compartilham curiosidades e segredos que ninguém mais sabe. Ambos têm famílias complicadas, mas nem por isso se deixam abalar.
- Joia Campbell, que tipo de pergunta é essa? – Ele estava escorado em uma bifurcação de galhos e coçava a nuca. – Claro que quero. Você e eu, nós vamos a qualquer lugar juntos. – página 80
A história é narrada pela personagem principal, e achei Joia muito inteligente para uma garota de 12 anos, e muito forte também. Esperava me emocionar quando chegasse ao final do livro e colocar Passarinho na listinha de favoritos, mas infelizmente isso não aconteceu. Achei que faltou alguma coisa para que a história ficasse ainda melhor, mas não posso reclamar do final de jeito nenhum.
Tinha certeza de que acabaria de um jeito, mas a autora fez uma mágica e mudou o rumo da história, me deixando de queixo caído.
- Por que Passarinho tinha o Pooba, e eu não tenho nada? – página 196 
 MilkMilks
Dryh Meira

8 comentários

  1. Oie,
    confesso que não curti o livro, desta vez vou deixar a dica passar.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha visto ou ouvido falar desse livro, mais ele não faz muito o meu estilo =(
    http://surejustnot.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Também to no time que nunca ouviu falar do livro e paara ser sincera acho q nao iria gostar mas quem sabe ne?
    Bjs
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  4. Olá, Dryh!
    Tenho lido muito sobre esse livro, mas confesso que me surpreendi quando você disse que não se emocionou como esperava. Você achou o final fraco?
    Confesso que você me fez repensar minha vontade de lê-lo. ahahaha

    Abraços!

    http://www.bibliophiliarium.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom, eu esperava chorar litros, eu acho...haha' fiquei um pouco decepcionada porque o desfecho não mexeu muito comigo, sabe?

      Excluir
  5. Oie =)

    Estou super curiosa para ler este livro. E gostei de saber que a autora conseguiu surpreender no final.
    Acho que vai ser o tipo de livro que vou adorar. Espero ler logo.

    Ótima resenha =)

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...