Transcendence

No post de hoje eu vou apresentar um pouco do filme Transcedence, lançado no ano passado e estrelado pelo Johnny Depp.


Lançamento: 19 de junho de 2014 (1h53min.)
Dirigido por: Wally Pfister
Com: Johnny Deep, Rebecca Hall, Paul Bettany
Gênero: Ficção cientifica, suspense
Nacionalidade: EUA, Reino Unido
Sinopse: O dr. Will Caster (Johnny Depp) é o mais famoso pesquisador sobre inteligência artificial da atualidade. No momento ele está trabalhando na construção de uma máquina consciente que conjuga informações sobre todo tipo de conteúdo com a grande variedade de emoções humanas. O fato de se envolver sempre em projetos controversos fez com que Caster ganhasse notoriedade, mas ao mesmo tempo o tornou o inimigo número 1 dos extermistas que são contra o avanço da tecnologia - e por isso mesmo tentam detê-lo a todo custo. Só que um dia, após uma tentativa de assassinato, Caster convence sua esposa Evelyn (Rebecca Hall) e seu melhor amigo Max Waters (Paul Bettany) a testar seu novo invento nele mesmo. Só que a grande questão não é se eles podem fazer isto, mas se eles devem dar este passo.


Will Caster é um dos mais famosos pesquisadores de inteligência artificial da humanidade, tanto que seu rosto estampa capas de revistas e muitas pessoas o adoram. O avanço da tecnologia o ajudou a estudar animais e criar máquinas que tenham emoções como as nossas, máquinas autoconscientes. Mas muitas pessoas acreditam que criar uma maquina 10 vezes mais inteligente que qualquer ser humano pode ser perigoso, e para dar ênfase ao que pensam, um grupo “terrorista” ataca vários laboratórios de pesquisa nos Estados Unidos, e Will acaba sendo uma das vitimas.


A bala que o atingiu fora envenenada com uma substância radioativa que o deixava com apenas algumas semanas de vida. Will então desistiu de continuar as pesquisas para passar seus últimos dias com sua mulher, Evelyn. Mas Ev decide, junto com Max, outro pesquisador e amigo do casal, colocar a mente de Will e sua consciência (pensamentos, lembranças, inteligência) nos processadores da máquina construída pelo marido, e obtém sucesso. O corpo de Will morreu e foi cremado, mas sua mente está na máquina, onde ele consegue controlar a internet.

As coisas passam a sair do controle já no momento em que Will quer mais energia para se expandir, e percebendo que a máquina poderia NÃO ser o amigo, Max desiste do projeto, deixando-o nas mãos da teimosa Evelyn, que insistia que aquele era o marido.


Com a ajuda da esposa, Will constrói um enorme laboratório de pesquisa numa cidade abandonada no meio do deserto, e dois anos depois, eles já conseguem curar pessoas de cegueira e coisas do tipo. Max passou a ajudar o tal grupo terrorista que atacou os pesquisadores e que atirou em Will, mas ele só o fez porque sabia que aquelas pessoas estavam certas: Will era perigoso, e sua capacidade de controlar as coisas era ainda mais. A única maneira de pará-lo, seria com um vírus que acabaria desligando a energia do mundo todo, deixando as pessoas sem tecnologia.


O que eu mais gostei nesse filme, foi que ficou bem claro o quanto Will amava a esposa, tanto que ele fez tudo aquilo para ela, que queria mudar o mundo para melhor, protegendo o ecossistema e curando as pessoas. Mas Will não conseguia perceber que estava indo longe demais, e que estava tirando das pessoas suas consciências para que ele pudesse continuar vivo e realizando o sonho de Evelyn, que ficava cada vez mais assustador, até mesmo para ela.


O que eu menos gostei, foi que o filme não parecia ter um propósito. Não teve o tão conhecido começo/meio/fim, as coisas pareceram acontecer devagar demais, tanto que eu quase dormi lá pela metade. Sou uma grande fã do Johnny Depp, mas não seria a primeira pessoa a dizer que este foi um dos piores filmes dele. Os efeitos especiais pareceram falsos demais,deixando o filme com cara de “amador”. Depois de ver Depp atuando em filmes como Sombras da noite, Alice no pais das maravilhas, Edward mãos de tesoura, não consegui enxergá-lo no papel de pesquisador maluco de jeito nenhum. Ele simplesmente não fora feito para o papel.

Não sei se eu tinha expectativas muito altas para o filme, mas se tinha, nem de longe elas foram superadas. Adoro filmes e livros de ficção cientifica, mas este não me conquistou nem um pouco.



14 comentários

  1. Olá Dri, como vai?

    Gente, eu gosto muito dos filmes deste autor, eu assisti em janeiro e amei o filme, talvez pelo fato de IA, ou porque fiquei apaixonada após compreender melhor já que os meus professores gostam de passar filmes que englobam este gênero.
    Enfim, eu gostei e também achei bem legal o fato dele fazer tudo justamente pela mulher dele, queria transformar o mundo, este era o propósito, mas também não gostei/achei legal, o fato dele "escravizar" as pessoas, não tinha o direito disso, mas teria transformado em um mundo melhor, tudo porque a mulher dele queria, e eu gostei do papel dele, mas concordo com você sobre ele não ser feito para este, um outro ator teria feito melhor (=

    Grande beijo Dri e ótima semana.
    PS: Feliz dia internacional das mulheres o/
    De tudo um pouco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz dia Internacional das mulheres atrasado, Tamires ♥♥ Fico feliz que você tenha gostado do filme :) acho que o Depp fica melhor com as maquiagens pesadas e papéis de personagens loucos...haha'

      Excluir
  2. Oi Dryh! Tudo bem?

    Estava muito afim de assistir este filme, ele não é tão novo né? E como não vi ainda estava prestes a colocar no netflix um dia desses!!
    Masssssss depois da sua resenha perdi totalmente a vontade! Sei que não vai me agradar, porque odeio filme que não tem definição de tempo (começo, meio e fim), e sem uma história definitiva sabe, com um propósito como você disse!
    Tinha muito pra ser um bom filme! Mas parece que flopou mesmo!

    Continuo amando o Johnny Deep! auhsauhsuhauhsauhs

    Beijo!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' somos duas, esperando ansiosamente outros filmes dele ♥

      Excluir
  3. Não conhecia esse filme e, depois de ler sua postagem, tudo que eu posso dizer é: nossa!
    Eu sou fã de ficção científica, então nem preciso dizer que a premissa me agradou e muito, né? Quero muito assistir ao filme.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você consiga gostar do filme :)

      Excluir
  4. Boa tarde,
    Como vai?
    Eu já conhecia o filme mas nunca me interessei.
    Não parece ser uma história que me prenda e olha,até você que é fã do Depp disse que estava com sono kkkkkk

    Beijos e tenha uma excelente semana
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Dryh,
    Antes de assistir li matérias detonando o filme, mas confesso que gostei e até assistiria novamente. Eu gostei da ideia do filme e do sonho que a Evilyn tinha, queria um pouco mais de explicação para as coisas, o tal começo/meio/fim que você citou, e teria gostado muito mais se fosse outro ator no lugar do Depp.

    Bjs
    Jéssica - Coração Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que poderia ter sido um pouco melhor com outro ator no papel principal *-* adoro o Depp, mas ele não ficou muito legal aqui *-*

      Excluir
  6. Oii, Dryh! Eu estava ansiosa demais para ver esse filme quando ele foi anunciado, mas aí vieram muitos, mas muitos mesmo comentários negativos e eu desanimei. Não vi e talvez nunca veja, mesmo com o Johnny Depp no cast! rs
    Beijos :*

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, quem sabe você não acaba gostando, né? :)

      Excluir
  7. Poxa Dryh é difícil dizer isso pois sou muito fã do ator, mas ultimamente o Deep não anda acertando nos filmes, ele nasceu mesmo para ser o Capitão Jack hehehe estou super feliz em saber que em 2016 teremos mais dele ^^

    ResponderExcluir
  8. Eu amo Johnny Depp em todos os seus filmes. Eu gostei, havia muitos elementos que pareciam muito atraente para mim, a sequência de ideias foi bom, mas alguma coisa aconteceu durante esse filme que não se conformava Trascender; no entanto, é um muito interessante para quem gosta de filme de ficção científica, o colapso da humanidade e do governo conspirações. Ele tem seus contras, mas é definitivamente interessante perguntar-nos mesmo com filmes, dilemas éticos que existem na ciência e desenvolvimento. Nós dois estamos dispostos a sacrificar a nossa ética e morais, a fim de salvar vidas; um debate que queima quando se trata de células, nanotecnologia e ciência médica-tronco.

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...