Uma prova de amor


Lançamento: 11 de setembro de 2009 (1h49min.)
Dirigido por: Nick Cassavetes
Com: Cameron Diaz, Abigail Breslin, Sofia Vassilieva
Gênero: Drama
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Sara (Cameron Diaz) e Brian Fitzgerald (Jason Patric) são informados que Kate (Sofia Vassilieva), sua filha, tem leucemia e possui poucos anos de vida. O médico sugere aos pais que tentem um procedimento médico ortodoxo, gerando um filho de proveta que seja um doador compatível com Kate. Disposto a tudo para salvar a filha, eles aceitam a proposta. Assim nasce Anna (Abigail Breslin), que logo ao nascer doa sangue de seu cordão umbilical para a irmã. Anos depois, os médicos decidem fazer um transplante de medula de Anna para Kate. Ao atingir 11 anos, Anna precisa doar um rim para a irmã. Cansada dos procedimentos médicos aos quais é submetida, ela decide enfrentar os pais e lutar na justiça por emancipação médica, de forma a que tenha direito a decidir o que fazer com seu corpo. Para defendê-la ela contrata Campbell Alexander (Alec Baldwin), um advogado que cuidará de seus interesses.


A maioria dos bebês nascem por acidente. Anna não foi um acidente. Ela foi projetada em laboratório e nasceu para que seus órgãos fossem doados a Kate, sua irmã mais velha que tem leucemia. Anna era uma filha “in-vitro. 
Desde seu nascimento, coisas foram tiradas na menina; glóbulos brancos, sangue do cordão umbilical, medula, linfócitos... Ela era apenas uma criança, mas em 11 anos, teve mais cirurgias e complicações que qualquer pessoa adulta.

Quando o câncer de Kate volta mais forte e faz com que os órgãos da menina parem de funcionar, os pais de Anne tentam obrigá-la a doar seu rim para a mais velha. Mas percebendo que tem o direito de escolher, Anna decide arranjar um advogado e processar os pais, para que eles a deixem ter poder sobre o próprio corpo.


“- Está com dor?
-Dor? Toda a minha vida senti dor.”

Os pais das meninas são super protetores, principalmente a mãe, Sara, uma advogada que deixou para trás o emprego, e praticamente a vida, para lutar por sua filha. De tanto cuidar de Kate, ela acabou se esquecendo de seus outros filhos, Jesse e Anna, sua atenção ia toda e total para a filha doente, que não aguentava mais ser internada e ver sua irmã mais nova sofrer por ela. Sara não percebia que seus esforços não valiam mais a pena, e que o transplante poderia acabar não dando certo. E também não percebia que seus filhos mais novos se sentiam invisíveis ao lado da mais velha, que recebia toda a atenção do casal.


Vez ou outra este filme está passando na “Sessão da tarde”, mas nunca consegui pegá-lo inteiro, somente algumas partes e um pouco do final. É um filme que eu sempre quis ver, pois é uma história que pode ter sido real (eu realmente não sei) ou que um dia pode acontecer com alguém, e como gosto de livros/filmes reais, fui atrás de Uma prova de amor.
É um dos melhores e mais emocionantes filmes que eu vi. Já nas primeiras cenas, a garganta aperta e os olhos se enchem de lágrimas que só caem no final, aos montes. Ver crianças doentes e câncer no mesmo filme não é fácil, imagine só quando temos uma garota com câncer e outra sendo feita só para o bem da primeira, como se não pudesse ter uma vida própria e vivesse apenas para a primeira.


O único filme que me fez chorar deste jeito foi A culpa é das estrelas, outro filme de romance/drama que mostra quão devastador e horrível é o câncer. Ambos são ótimos filmes, mas Uma prova de amor nos ensina uma lição que nenhum outro filme mostrou até agora: que não se pode machucar um em prol do outro, pois nem sempre as coisas acabam de um jeito bom. Sara e Brian (pai das meninas) erraram ao usarem Anna como uma cura para Kate, pois ao tentarem ajudar a mais velha, prejudicavam a mais nova, que se sentia usada pelos próprios pais para tentar salvar algo que não podia ser salvo.

Se você está procurando um filme 90% triste e emocionante, Uma prova de amor com certeza se encaixa nessas classificações.



16 comentários

  1. Olha eu já vi um pedaço desse filme e sinceramente tenho que confessar que achei ele bastante tocante, mas não tive oportunidade de ver ele todo, pois quando vi ele já estava meio que na metade sabe? Eu vi no SBT e como eles tem o DOM de cortar várias partes de filmes e novelas, acho que não vi tudo. Mas eu quero muito conferir, porque deve ser uma história linda. Ainda mais sobre a menininha que sofre por ter que ajudar a outra irmã. Mas mesmo assim gostei da dica sua. Um belo filme para um fim de semana =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/reflexaocontos-19.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olha quando tiver atualização pode me chamar que virei aqui retribuir viu?
      É que já tem resenha nova no meu cantinho. Venha conferir

      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/resenha-maquiado-para-morrer.html

      Excluir
  2. quem nunca chorou com um filme? ai meu Deus, esse eu posso ver mil vezes que ja começo chorando!
    agora quero é ler o livro que dá base à adaptação
    Quando der, de uma passada no blog, adorarei sua visitinha!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu já vi o filme algumas vezes e gostei bastante. a maneira como o amor é tratado é lindo, inclusive a morte. Tudo muito transcendental! Cada vez que vejo, tenho mais um leque de oportunidades que não havia notado antes...
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Amada! Concordo! Triste e emocionante, só assisti uma vez e morri de chorar! É um enredo muito bom, um trama muito bem traçado, e é até cruel! Parabéns pelo post!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi flor!
    Olha, eu também nunca parei para assistir esse filme por completo, também assistia assim, por partes quando passava na Tv, mas pelo pouco que pude captar ao ver esses pedaços deu para notar que é um filme bem comovente e triste. Espero poder assistir ele todo o mais breve. ;)

    bjuus!
    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Dryh!
    Já assisti várias vezes esse filme e todas as vezes me acabo de tanto chorar.
    Com um enredo excelente, o filme é pura emoção. Lindo e triste!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi oi!
    Não sou muito fã desse tipo de filme, gosto de ver filmes para me distrair e não ficar chorando sabe. Isso bem também do fato de eu ter perdido uma prima de 16 anos para o câncer, inclusive hoje seria aniversário dela, e fico lembrando, é meio difícil.
    Mas sempre tem quem goste, prefiro ficar com meu terror ou comédia ou aventura mesmo!
    Beijão.

    ResponderExcluir
  8. Oi Dryh,
    Assisti a esse filme faz pouco tempo e gostei bastante da atuação dos atores, além disso, sua trama e comovente, com certeza “Uma Prova de Amor” e um ótimo filme.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Dryh!
    Esse livro conseguiu me deixar com raiva no inicio, mas depois me deixou muito triste. Chorei muito com essa história, misturas de emoções em um só filme!
    Só o assisti uma vez, porque é muito triste mesmo :/
    Gostei muito desse post, ainda não assisti e nem li "A Culpa da Estrelas", mas pretendo até o final desse ano :)

    Ah, te indiquei em uma TAG de séries! :D
    Beijos!
    http://choqueliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie, Dryh!
    Eu sempre assistia o filme na Sessão da Tarde, mas também nunca por completo. Quando via anúncios, dizia a mim mesma que deveria assistir por ter a Diaz e Breslin no elenco. Mas depois eu esquecia. Com sua resenha, estou baixando agora mesmo. Eu quero (leia-se preciso) ver esse filme. No início pensei que a atitude de Anna tinha sido egoísta, mas depois parei para pensar. Como deve ser horrível saber que você existe apenas para tornar saudável outra pessoa e que ninguém se importa se você está bem ou não...
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Esse filme é muito emocionante.
    Uma história que mexe com o espectador e que nos faz refletir sobre a nossa vida.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiiii, já vi esse filme umas duas vezes e chorei horrores, acho ele ainda mais emocionante que o filme ACEDE.

      Quando tiver oportunidade verei de novo e de novo, porque vale a pena e ensina muito .


      bjs

      Excluir
  12. Oiiiiii, já vi esse filme umas duas vezes e chorei horrores, acho ele ainda mais emocionante que o filme ACEDE.

    Quando tiver oportunidade verei de novo e de novo, porque vale a pena e ensina muito .


    bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi Dryh...
    Eu sou muito chorona sabe kk
    Eu ja comecei assistir duas vezes esse filme mas sempre acabo desistindo de tanto chorar... a historia é linda demais e vc citou ACEDE HAHHAHAHAH eu passei vergonha no cinema menina que eu chorava de soluçar... kkkkkkk

    beijos
    Mayara

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...