Profundo

Título: Profundo
Autora: Robin York
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 320
Edição: 1
Lançamento: 2016
SérieCaroline & West #1
Sinopse: Caroline Piasecki vê sua vida se transformar em um pesadelo quando o ex-namorado espalha fotos dela nua na internet. De uma hora para outra, sua reputação é arruinada e o futuro promissor que a aguardaria após a faculdade já não parece tão garantido. Desesperada, ela tenta fazer com que as imagens sumam da rede e, ao mesmo tempo, procura se defender da multidão de pessoas que a julgam. Um dia, quando um cara que ela mal conhece sai em sua defesa e dá uma surra em seu ex-namorado, tudo muda. À primeira vista, West Leavitt é a última pessoa de quem Caroline deveria se aproximar – ele tem um ar sombrio e ganha a vida de forma ilícita. Ela, por sua vez, é o tipo de garota que West sempre tentou evitar. Rica e privilegiada, jamais entenderia as dificuldades pelas quais ele já passou. Mesmo com todas as diferenças, os dois se tornam amigos. Com Caroline, West sente que fará de tudo para ser um homem melhor, e ela encontra nele a força para reagir. Quando parece impossível resistir à paixão avassaladora, West e Caroline descobrem que às vezes a única opção que resta é ir mais fundo.
Resenha

A vida de Caroline era perfeita até seu ex-namorado decidir publicar fotos dela nua pela internet. Ela sonhava em se tornar uma juíza, era a queridinha do pai, organizava tudo em planilhas e não tinha vergonha de si mesma. Mas, agora, ela anda de cabeça baixa e tem medo do que pode acontecer caso escolha uma roupa “curta demais”. Ela sabe o que as pessoas falam a seu respeito, e o que falam pelas suas costas, mas ignora, pois só quer que tudo acabe, e que todos esqueçam o acontecido.

Acho que eu estava em luto pelo fim de algo que nem sabia que tinha acabado. Minha juventude, talvez. A parte ensolarada e perfeita da minha vida – página 8

Mas não é bem assim que as coisas andam. Nate havia publicado as fotos em diversos sites pornográficos, de forma que era quase impossível eliminar a todas. Caroline ouve vozes dizendo que ela é uma vagabunda, que merece tudo o que está acontecendo e a chamando de coisas ainda piores, e realmente acredita que teve culpa no que aconteceu. Mas ela não teve.

E é aí que West entra, pela segunda vez, em sua vida. Caroline já tinha falado com ele antes, mas manteve distância do rapaz problema (traficante de drogas, pedaço de mau caminho, etc.), mas agora que ele a defendeu, e bateu em Nate (mais do que merecido), ela decide se aproximar. Pode-se dizer então que eles se tornam amigos, ele a ajuda a “superar” o acontecimento (não totalmente), e eles passam cada vez mais tempo juntos. Mas ambos fingem que nada está acontecendo, que não gostam um do outro e que não são amigos, quando nós, leitores, sabemos muito bem que isso não é verdade.

Eu ainda não havia aprendido que, quando toda a nossa vida é um fingimento, a realidade não é algo que aconteça conosco. Quando nos cercamos de mentiras, todas as coisas verdadeiras começam a se decompor. – página 206

West é um cara ainda mais ferrado que Caroline... Ou, pelo menos, a nova versão Caroline, pois antes disso tudo, a vida dela era perfeita. West têm três empregos, é estudante de biologia e ainda precisa se preocupar com a mãe irresponsável que tem, e que cuida de sua irmã mais nova, Frankie. Ele viu na universidade uma oportunidade de ter uma vida melhor, e de melhorar também a vida de Frankie, que não está em boas mãos, vivendo a mais de 3000 quilômetros de distância do irmão mais velho.

É um pouco difícil falar de West. Ele é uma mistura do bad boy dos livros deste gênero que nós já conhecemos com um cara completamente fofo. Em alguns momentos ele me lembrou Travis, de Belo Desastre, mas posso dizer que West é um personagem único, assim como Caroline, e eu torcia o tempo todo para que eles percebessem que estavam se apaixonando e ficassem juntos. Mas a autora é má, e não me deu esse gostinho por muito tempo.

Só sei que quando ela olha para cima, as lágrimas fazem seus olhos brilharem e é ali que estão as estrelas. Pelo menos é a sensação que eu tenho. Como se as estrelas estivessem em Caroline e o mundo todo fôssemos apenas ela e eu. – página 134

O livro é recheado de conflitos, e eu ficava doida sempre que um começava. Sabe aquele alívio que nos atinge quando um conflito desaparece de uma obra, e os personagens podem finalmente respirar? Pois é, aqui quase não há isso, pois é uma coisa atrás da outra. Eu nunca tinha lido um livro que abordasse o tema vingança pornô antes, e, pelas resenhas que eu li, cheguei a imaginar que o livro seria bom. Mas não pensei que seria TÃO bom!

A autora têm uma escrita leve e que flui muito rápido, eu mal via as páginas passando, e fiquei pasma quando vi que o livro já tinha acabado. Os personagens são apaixonantes (com exceção de uns e outros), e, felizmente, os secundários têm papel importantíssimo na trama, e eu gostei de ver principalmente os amigos de Caroline e West os apoiando sempre que precisavam. Foi incrível conhecer a todos eles!

Esqueci como respirar ou existir fora do rosto de West. É. Aparentemente isso pode acontecer. – página 75

Esse livro é um turbilhão de emoções, e, pela forma como acabou (nem querendo deixar ninguém curioso), imagino que o segundo seja ainda mais tenso, emocionante e divertido. Sim, a história tem cenas engraçadas! Mas também tem umas que dão um aperto no coração, então é bom se preparar, pois Robin York joga uma avalanche de sentimentos no leitor o tempo todo, o que deixa a história ainda melhor. Outra coisa que melhora ainda mais a obra é o fato de o livro ser narrado tanto por Caroline quanto por West, então ficamos a par de tudo o que cada um está sentindo em tal momento, e o que estão pensando.

Estou doida para ler Intenso, e torcendo para que não aconteça nada de tão ruim, pois não sei se aguentaria *-* e também não sei se os personagens aguentariam, pois eles já passaram por tanta coisa que dá até dó. Enfim, o livro pode parecer um clichê à primeira vista (menina certinha e bad boy que deve ser evitado), mas é diferente de tudo o que eu já li, e, tenho certeza, de tudo o que você já leu. Que venha a continuação \0/

O mundo não mudou, mas eu mudei. Fora da bolha existe vida. West. Eu gosto do lado de fora. E é aqui que eu vou ficar. – página 263


15 comentários

  1. O livro é mesmo recheado de conflitos e foi por isso que gostei e que me surpreendeu ainda mais. E são tantas emoções que fica até difícil expressar em palavras né?! Não deixe mesmo de ler Intenso, porque também é ótimo.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi, quando vi as primeiras divulgações deste livro achei que se tratava de mais um New Adult, sem grande relevância, mas ao ler a sua resenha, entendi o quanto a obra é original. Esse tipo de vingança que o livro aborda, apesar de ser comum, não lembro de já ter visto em outro livro e isso me deu muita vontade de conhecer o livro. Adorei os quotes que você compartilhou.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu conhecia o livro pela ação da editora durante o lançamento e já estava curiosa sobre ele, mas não imaginei que a história iria muito além dos New Adults que já li. Sua resenha me fez ver que a leitura vale mesmo a pena e que a autora soube criar personagens clichês e ao mesmo tempo únicos. Espero poder ler logo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Dryh,
    Adorei sua resenha. Havia ficado curiosa com essa história desde que tinha visto as postagens o livro, mas sua resenha fez com que eu sentisse a necessidade de ler o livro para ontem.
    O livro parece ser recheado de emoções e acho que nossos sentimentos ficam a flor da pele. Espero que o próximo livro te agrade.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro logo.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Dryh!!! eu estou louca para ler esses livros, parece mesmo que as histórias fazem jus aos títulos. Gostei muito de ver a sua opinião sobre a obra e só fiquei mais curiosa. Acho que vou me apaixonar pelo Wet, acho não, tenho certeza.

    ResponderExcluir
  6. Oi, gostei muito da resenha, nunca li nada desse estilo. Mas parece ser muito bom, é muito chato isso de soltar fotos da parceira (o) nua, hoje em dia acontece muito isso. Que bom que gostou, espero ler também.

    Beijos
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Dryh
    Eu estou muito curiosa para ler esse livro de tanto que vocês falam bem. Eu também, até então, não li nenhum livro sobre o tema. Adoro esses livros cheios de tensão e emoção. Acho que ia devorar ele também. Adorei a dica e a resenha.

    ResponderExcluir
  8. Oi


    Já vi tantas resenhas desse livro e cada uma fico indignado com a atitude do ex namorado da moça. Sério não consigo imaginar viver com uma pessoa e ouvir ela dizendo que te ama pra depois fazer algo assim, é nojento. Quero muito poder ler o livro e acho que vou curti bastante pelo tama.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. OI!!

    Já vi várias resenhas sobre esse livro e o marketing em sua promoção foi bem cativante. O tema em cima é bem complexo, afinal, muitos namorados para se vingar jogam as fotos das ex nas redes sociais. Nessa atitude infantil o sentimento de culpa da vitima é latente, a autora pegou todas essas emoções e lançou em um romance. Que perspicaz! Beijos e até a próxima.

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Eu gostei bastante dessa duologia, principalmente da protagonista, que mesmo diante de tantos problemas, mostrou-se determinada em seus objetivos. Gostei da edição e dessa forma de publicação, com os dois livros sendo publicados simultaneamente. Muito bom!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Olá!! :)

    Ja tinha ouvido falar do livro, mas ainda nunca li e, sinceramente, nao pretendo ler tambem! (nao faz muito o meu genro literario...) :)

    Bem, adoro quando os livros tem algum humor e nos arrancam certas gargalhadas! :) Mas tambem os que nos despertam os sentimentos num turbilhao de emocoes..! :)

    Parece uma boa combinaçao!! ahah :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que esse livro não chama muito a minha atenção, mas fiquei curiosa com sua resenha, achei a premissa interessante e os personagens parecem ser ótimos, especialmente West, por isso quem sabe eu dê uma chance o/

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  13. Alguns meses atrás vi um poste sobre um projeto da editora arqueiro que consiste em divulgar esse livro com o tema que ele aborta, fiquei super contente em encontrar já a resenha do mesmo, já que queria saber um pouquinho mais da narrativa do livro e de sua opinião.

    ResponderExcluir
  14. Oi Dryh, sabe que desde que eu vi o lançamento desse livro eu já me interessei de cara por ele. Eu achei o assunto tratado nele muito bacana e importante, acho que a protagonista passou por poucas e boas e imagino o quanto ela foi forte. Com certeza quero ler esse livro o mais breve possível!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  15. Romances não são o meu forte, então desde o lançamento sabia que não leria esse livro.
    Gostei do enredo envolvendo a protagonista, afinal é um tema bastante comum no nosso universo hoje em dia e eu nunca vi nada parecido em um livro, exceto talvez em Esc@ndalo, mas a perspectiva é diferente.
    Enfim, gostei da sua resenha, mas nem isso fez meus olhos saltarem para a obra.

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...