Fera

Oiee pessoas ^^
Não sei vocês, mas eu estou completamente apaixonada pela capa desse livro! Mal via a hora de ter meu exemplar em minhas mãos Gostei tanto deste livro que, assim que o terminei, corri fazer a resenha e a postei aqui, porque precisava compartilhá-lo com vocês

Título: Fera
Autora: Brie Spangler
Editora: Seguinte (cortesia)
Páginas: 384
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: Dylan não é como a maior parte dos garotos de quinze anos. Ele é corpulento, tem quase dois metros de altura e tantos pelos no corpo que acabou ganhando o apelido de Fera na escola. Quando ele conhece Jamie, em uma sessão de terapia em grupo para adolescentes, se apaixona quase instantaneamente. Ela é linda, engraçada, inteligente e, ao contrário de todas as pessoas de sua idade, parece não se importar nem um pouco com a aparência dele. O que Dylan não sabe de início, porém, é que Jamie também não é como a maioria das garotas de quinze anos - ela é transgênera, ou seja, se identifica com o gênero feminino, mas foi designada com o sexo masculino ao nascer. Agora Dylan vai ter que decidir entre esconder seus sentimentos por medo do que os outros podem pensar ou enfrentar seus preconceitos e seguir seu coração.

Resenha

Tudo o que Dylan mais queria era ser como os garotos “normais”. Ele não queria ter tantos pelos no corpo a ponto de ser chamado de Fera ou Bola de Pelos, e também não queria ter quase dois metros de altura, tendo que olhar para baixo ao falar com alguém. Para um garoto de 15 anos, ele parecia muito mais assustador do que deveria, e, se pudesse mudar sua aparência, ele o faria sem pensar duas vezes. Após um “acidente” que o deixa com a perna engessada, Dylan é obrigado (pela mãe) a participar de uma sessão de terapia, e é onde ele conhece Jamie.

Jamie é uma menina transgênero¹, mas como Dylan estava mais preocupado com seus problemas do que ouvir as outras pessoas na terapia, acabou perdendo essa parte. Lutando para ser quem nasceu para ser, Jamie luta com o preconceito todos os dias, além da extrema preocupação de sua mãe, que acredita que a filha está passando por uma fase. Dylan não é exatamente um cavalheiro quando se conhecem, mas ao longo dos dias eles passam a conversar cada vez mais, e quando as coisas sobem para outro nível, ambos passam a conviver com novos sentimentos conflitantes e novos.... Mas como será que Dylan agirá quando descobrir que Jamie é transgênero?

Qualquer coisa de nervosismo que tenha sobrado desaparece. Some. Estou com Jamie e Jamie está comigo, e é como se as borboletas no meu estômago tivessem sido dopadas. – página 127

Eu estava muito, mas muito curiosa para ler esse livro. Primeiro porque eu AMO livros com personagens LGBTQA (é, a sigla aumentou <3), e segundo porque eu adorei a premissa desse livro. A escrita da autora é leve, muito divertida (vocês não têm noção do quanto eu ri lendo esse livro, sério), e eu gostei bastante dos personagens, apesar de algumas escorregadas aqui e ali. A história conseguiu me surpreender em alguns aspectos, mas me decepcionou um pouquinho em outros. Bem pouquinho, porque de restante, eu AMEI!

A primeira decepção foi com a mãe de Dylan. Entendo que ela é mãe solteira de um adolescente de 15 anos, mas ela é tão sufocante que eu chegava a sentir pena do Dylan, e o fato de ela tratar Jamie como se ela fosse a pior influência do mundo para o filho, uma garota confusa que só traria problemas para sua vida e coisas mais, só me deixou ainda mais... Não-afeiçoada a ela. Mas seu amor por Dylan é muito visível, e isso fez com que eu me sentisse feliz por ele em algumas partes do livro.

“Só queria que você soubesse que não está sozinho [...] Caso se sinta grande demais, saiba que é só porque às vezes o mundo é meio pequeno.” – página 102

JP, o “melhor amigo” de Dylan, também me decepcionou bastante. Eles são amigos desde sempre, mas essa amizade consiste em Dylan bater e assustar as pessoas por JP, e, em troca, ele pode andar com os populares. JP é o cara mais popular da escola, todos o adoram, então Dylan é aturado, ao invés de mortalmente ignorado. JP é uma pessoa horrível, sem mais. As coisas que ele fez ao longo do livro.... Eu queria muito bater no Dylan em algumas partes, mas queria socar JP! Senti que o desfecho entre Dylan e JP não foi muito concreto (e decente), e esse foi outro motivo pelo qual Fera não entrou para os meus favoritos.

Jamie.... Nem tenho palavras. Só acho que ela poderia ter batido no Dylan umas duas ou três vezes, aí eu a adoraria mais ainda! Jamie é uma personagem maravilhosa, e a forma como lida com o preconceito e até mesmo com Dylan e suas inseguranças (quando ela já tem as dela) é incrível. Mas eu estava morrendo de medo de que algo de ruim fosse acontecer com ela, sabendo como as pessoas são idiotas e gostam de cuidar da vida dos outros, e eu não sabia se conseguiria perdoar a autora…haha’ então meio que virava as páginas um pouco tensa *-*

Eu gostei muito desse livro no geral, mas, como vocês podem ver, ele não se tornou um dos meus favoritos. Ainda assim, foi quase. Gostei muito de ler a história pelo ponto de vista de Dylan (que me fez rir e quase chorar várias vezes), mas acho que Fera seria ainda melhor e mais lindo se tivéssemos um pouco mais das mãos de Jamie por aqui, narrando junto com ele. E a autora poderia ter dado um jeitinho melhor nos personagens secundários ao longo do livro também, para que o final fosse ainda melhor. Mas nada é perfeito, não é mesmo? Fera não atingiu a perfeição literária que eu imaginei que teria, contudo, não ficou muito longe de fazê-lo.

“Quero ser o tipo de garoto de quem você sentiria orgulho de estar perto. Porque a melhor coisa que já segurei foi a sua mão na minha. E depois você nos meus braços.” – página 348

 


¹ - Transgeneridade ou transgenerismo refere-se à condição onde a expressão de gênero e/ou identidade de gênero de uma pessoa é diferente daquelas atribuídas ao gênero designado no nascimento. Ou seja, transgênero é o indivíduo que se identifica com um gênero diferente ao que lhe foi atribuído ao nascer.

22 comentários

  1. Ola
    Essa capa é mesmo maravilhosa, e gostaria muito de ter um exemplar para mim. Entretanto, preciso confessar que sua resenha é a primeira que leio e fjquei surpresa com os elementos inseridos, o que imagino ser uma inovação e tanto. Por isso, tenho muita vontade de saber sobre a interação dos personagens.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi. :)
    Essa capa é simplesmente linda, a sinopse tb chama bastante a atenção.
    Uma leitura que viria bem agora, pra me tirar de uma ressaca literária bem chata rs.
    Adorei sua opinião sobre o livro e adoro qndo o autor(a) intercala com os pensamentos dos personagens. Isso torna a leitura ainda melhor.
    As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Eu amo essa capa! Aliás, todas da Seguinte são sempre maravilhosas!
    Eu já vi por aí, mas não sabia exatamente do que se tratava, e saber que aborda de um assunto tão importante ser discutido me deixou mega curiosa pra ler e entender um pouco mais sobre o assunto!
    Espero ter a oportunidade de ler em breve!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  4. Oie! Tudo bem?

    Eu amei a proposta desse livro, mas como não sou fã desse gênero de histórias, por enquanto passo a dica, mas em algum momento com certeza irei realizar a leitura dessa obra, por hora indico para uma amiga minha e torço para ela gostar e me contar a história! kkk

    BJss

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Primeiramente, QUE CAPA LINDA. Sério, eu estou completamente apaixonada. Então, recentemente eu li um livro com o tema LGBT e também já li um conto ou outro, mas não é exatamente o tipo de leitura que eu corra atrás, mas tem vezes que é impossível não concluir a leitura quando a escrita da autora é maravilhosa. Eu não conhecia essa livro ou autora, mas fiquei bem curiosa sobre o fato da personagem ser transgênero, nunca li um livro que aborde especificamente isso. Enfim, uma pena o livro não ter atingido a tal perfeição literária esperada. Mas obrigada pela dica, foi maravilhosa ♥
    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu vi essa capa recentemente e me interessei pela sinopse também!!!
    Gostei dos pontos positivos e negativos que levantou, fiquei mais curiosa ainda e ciente que nem tudo é perfeito, rsrs!
    Até,

    http://livrosagogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bom?
    Comecei lendo imaginando que viria um belo remake do conto original. Mas cara, totalmente diferente! Difícil ver um protagonista transgênero, e um romance envolvendo todo o enredo, é demais! Mal posso esperar pra ler, pois é um dos livros mais diferentes que ja vi em tempos!

    ResponderExcluir
  8. Olá Dryh,
    Conheci esse livro pois uma amiga estava lendo e me indicou. Achei a premissa dele muito fascinante, pois nunca li nada com trans. Eu já li livros com homossexuais, mas nunca com transgêneros. Tenho muita vontade de saber como os personagens vão agir e quais caminhos a autora vai escolher trilhar para levar essa história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Menina,
    Me enrolei toda nessas solicitações, eu tinha que ter solicitado esse livro, nossa como me arrependo de não ter feito. Mas não tem problema, vou comprar com toda certeza do mundo porque já quero muito conhecer Jamie. Quanto a mãe de JP acho até previsível a reação dela, é muito difícil encontrar país com a mente realmente aberta nessas tramas cujas temáticas querem descrever a realidade de jovens que estão passando por alguma situação do tipo. Acho que serve para mostrar o quanto pode ser difícil dentro de casa, além de tudo com o que já se lida externamente, acho válido gera uma empatia ainda maior.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oieee... tudo bem?

    Preciso te agradecer por essa resenha! Não conhecia esse livro, nem sabia do que se tratava, já estou indo na amazon comprar ele pois preciso fazer essa leitura urgente!!! Já me apaixonei pelo livro sem nem ler, é possível?

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas entendo perfeitamente porque você gostou, apesar das ressalvas que você fez. Não sabia que a sigla tinha aumentado, e fiquei feliz de saber porque eu também gosto muito de livros com personagem LGBTQA. Dica super anotada!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Eu estou louca para ler esse livro, pois além de ser uma 'releitura' de a bela e a fera achei incrível o fato de ter uma personagem trans e um garoto que tem problemas com a auto estima por causa de bullying.
    Pelo jeito o livro é realmente encantador e fiquei completamente mais apaixonada depois da sua resenha

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Eu já fiz a leitura do livro e adorei.
    Achei a trama bem diferente do que estou acostumada a ler, e traz um tema bem atual e que ainda não tinha lido.
    Com certeza, uma ótima dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Também estou apaixonada pela capa do livro. Que pena que não se tornou um dos seua favoritos, mas o todo valeu a pena, né?
    Acho o tema da história muito edificante e quando der vou solicitar na editora.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. A capa é linda mesmo e eu pensava que o tema fosse outro e não esse. Essa sigla ficou enorme! Hahahaha
    Com sua resenha, fiquei pensando nas coisas que Dylan fez para merecer tantos tapas e socos no decorrer da leitura, 😄😄, provavelmente estava no ciclo da imaturidade para merecer tanto. Jamie parece ser um encanto, realmente. Ótima dica.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Eu fiquei apaixonada pela capa desse livro desde que a Seguinte anunciou os lançamentos do primeiro semestre. A temática só me deixou mais curiosa para ler, principalmente por ser uma releitura de A Bela e a Fera.
    Adorei conferir sua resenha e, mesmo você não tendo favoritado o livro, deu para ver que você gostou bastante. Apesar de você ter feito algumas ressalvas, é uma leitura que parece mesmo valer a pena.
    Espero ler em breve e também gostar do livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Gentemmmmm, quer muito ler este livro, tô tão curiosa com este livro e a cada resenha elogiosa como a sua, mais o meu interesse aumenta. Acho que a premissa apesar de ser manjada, soube usar elementos de representatividade que eu anda não li em nenhum lugar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Menina! Pela sinopse esse livro já ganhou minha atenção, agora com essa resenha, tenho a NECESSIDADE de ler essa história! <3

    Achei bem interessante por abordar um assunto polêmico,o fato da Jamie ser uma menina transgênero, digo polêmico pois é pouco falado, nunca li nada a respeito e por conta disso fiquei ainda mais interessada, o fato do bullying causado ao Dylan por ele ser grande também.

    Parece ter uma premissa muito interessante, muito obrigada pela dica!

    Beijos
    Jess
    www.pintandaosletras.com.br

    ResponderExcluir
  19. Que sinopse e premissa incrível! Nunca tinha visto um livro que trouxesse esses temas e fiquei mega impressionada! Fiquei bastante curiosa para saber como esse romance desenrolaria com as evidentes diferenças entre eles e saber mais sobre estes personagens e seus caminhos de aceitações. Adorei mesmo esse livro e com certeza lerei futuramente, ótima resenha também!

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Tenho que concordar contigo, essa capa está maravilhosa e a sua resenha ficou incrível, me sinto feliz por ter lido ela. Eu já tinha visto esse livro por aí, mas ainda não tinha nem lido a sinopse e estou chocada agora. Uma livro que traz a questão do transgênero, só por isso já quero ler. Gostei bastante dos seus comentários, muito concisos e pertinente. Estou até pensando em dar uma chance pro livro. Muito obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  21. Oi, confesso que pela capa eu não imaginava toda a trama por trás e acho bem legal essa abertura a esses novos personagens na literatura. No entanto, eu acho que quando se faz algo assim tem que ser feito de forma perfeita, para que não se possa ser utilizado como forma de crítica, e infelizmente as diversas falhas que relatou atrapalham um pouco nesse quesito. No entanto, eu ainda sim acho que é uma leitura válida pelo seu diferencial e espero que nos próximos ela consiga explorar mais pontos de vistas e melhorar no que ficou faltando para esse! A capa está linda e é inegável que é importante para abrir caminhos para mais obras assim! Amei <3
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Eu vi esse livro por ai, mas não sabia que ele trazia uma personagem transgênera e ainda uma personagem que parece ser extremamente cativante, por essa razão fiquei bem animada. A premissa é bem interessante e imagino que seria envolvida facilmente pela história e apesar de vários pontos negativos, creio que iria gostar muito do livro.

    Beijos :*

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...