Crave a marca

Oiee pessoas ^^

Taí um livro que, quando vi que ia ser lançado, já quis. Me decepcionei um pouco com a Veronica em Insurgente e Convergente, mas decidi dar mais uma chance, e quis ler Crave a Marca.
Não sabia bem o que esperar, mas, ao mesmo tempo em que fiquei decepcionada com algumas coisas, me surpreendi com outras, então considero que foi uma leitura boa. Bora ver mais sobre o que achei do livro? Vamos lá!

Título: Crave a marca
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco (cortesia)
Páginas: 480
Edição: 1
Lançamento: 2017
Série: Crave a marca #1

Sinopse: Num planeta em guerra, numa galáxia em que quase todos os seres estão conectados por uma energia misteriosa chamada “a corrente” e cada pessoa possui um dom que lhe confere poderes e limitações, Cyra Noavek e Akos Kereseth são dois jovens de origens distintas cujos destinos se cruzam de forma decisiva. Obrigados a lidar com o ódio entre suas nações, seus preconceitos e visões de mundo, eles podem ser a salvação ou a ruína não só um do outro, mas de toda uma galáxia. Primeiro de uma série de fantasia e ficção científica, Crave a marca é aguardado novo livro da autora da série Divergente, Veronica Roth, que teve lançamento simultâneo em mais de 30 países em 17 de janeiro, e surpreenderá não só os fãs da escritora, mas também de clássicos sci-fi como Star Wars.
Resenha

Sou Shotet. Sou tão afiado e frágil quanto vidro quebrado. Conto mentiras melhor do que digo a verdade. Vejo tudo da galáxia e nunca tive um vislumbre dela. – página 232

Habitantes do mesmo planeta, Cyra Noavek e Akos Kereseth são muito diferentes. Ela vive numa parte do planeta, enquanto ele vive na outra. Ela é uma shotet, e ele um thuveriano. Dois povos que vivem em Thuvhe, mas que são inimigos, pois ambos querem “controle” total do mesmo, duas nações inimigas que existem numa galáxia um tanto diferente, onde tudo está conectado por uma espécie de força maior conhecida como Corrente, que também dá às pessoas “dons”, bons ou não.

Cyra é da “realeza” shotet, filha do imperador daquela parte do planeta, criada com luxos que muitos não tinham, de uma família de tiranos e de um mundo onde as mortes eram marcadas nos braços daqueles que as causaram, ela possuía um dom que mais parecia maldição: seu toque causava dor, mas ela também sentia dor o tempo todo.
Akos é filho de um produtor de flor do gelo (adorada pelo seu povo) e de uma Oráculo (que prevê o futuro, como o próprio nome já diz), e vive numa casa com seus pais e irmãos, pacificamente, até um grupo de shotets captura-lo, juntamente com Eijeh (seu irmão mais velho).

Acontece que tanto Eijeh quanto Akos possuíam fortunas (futuros que não podiam ser mudados, visto pelos Oráculos) que, de alguma forma, beneficiavam ou tinham algo a ver com os Noavek. Então o irmão mais velho de Cyra, o tirano Ryzek, que também possuía uma fortuna (mais uma sentença de morte), teve a ideia de capturar os irmãos visando mudar sua fortuna. Nem um pouco desesperado.

“Eu não escolhi o sangue que corre em minhas veias. Do mesmo jeito que você não escolheu seu dom, sua fortuna. Você e eu, nós nos tornamos o que era esperado de nós. – página 102

Sendo assim, Cyra cresce ao lado de um irmão ruim, um pai pior ainda e com dores insuportáveis que a tornam uma pessoa solitária, afinal, quem a tocaria, sabendo que um simples toque traria tanta dor? Ela também acaba se tornando a arma de Ryzek, pois fez algo do que se arrepende, e ele sabe disso. Ameaçada, sozinha e fria, Cyra torna-se uma menina forte, lidando com tanta dor e passando por tantas coisas. Ela era nova quando o irmão ordenou a captura de Akos e Eijeh, então já sabia que ambos estavam por perto, mas ainda não os conhecia. Até que os conheceu.

Possuindo o dom de anular outros dons, Akos podia tocar Cyra sem sentir dor, pois seu toque fazia com que as sombras no corpo dela (que andavam para lá e para cá, sendo as responsáveis pelas dores) desaparecessem, dando-lhe alívio temporário, até que o toque fosse quebrado. Sendo assim, ele acaba tornando-se uma espécie de servo de Cyra, ficando por perto para anular sua dor quando ela precisasse. Mas nós, leitores, sabemos que não vai ficar só nisso, né?

Talvez eu pudesse mudar. Talvez eu estivesse mudando, apenas por acreditar que poderia. – página 211

No início, achei a coisa toda de Corrente, Fortunas, Galáxia, Planetas e etc um tanto difícil de entender, então fiquei um pouco perdida. Mas logo me situei e pude entender algumas coisas, por mais que Fortuna e Corrente ainda tenham sido difíceis de compreender. Ainda assim, achei esse novo universo bem interessante, apesar de possuir vários planetas com culturas e características diferentes, e eu, muitas vezes, não somar isso com aquilo para saber de qual planeta estavam falando.

Gostei dos personagens, achei que foram bem desenvolvidos, apesar de o romance não parecer tão explorado. Claro, acredito que não era para ser o ponto mais forte da história, mas, ainda assim, achei um tanto fraco. O dom de Cyra me lembrou um pouco o de Juliette, do livro Estilhaça-me. Ela também possui um toque fatal, e, assim como em Estilhaça-me, em Crave a marca também existem pessoas que conseguem tocar em Cyra. Tirando isso, achei a história bem original.

Não sei se gostei mais de Cyra ou Akos, ou dos dois da mesma forma. Ela é tão temida por todos, mas, à medida que vamos nos aprofundando na história e Cyra vai se aproximando de Akos (ou o contrário), vemos uma face dela que até então não conhecíamos. E é impressionante, devo destacar. Ainda assim, Cyra mostra-se tão forte ao longo da história que eu mal pude acreditar em sua força. Já Akos é mais sensível, e vê-lo absorver cada vez mais a cultura shotet enquanto estava preso me partia o coração, pois ele sentia que estava traindo seu povo ao estar com o inimigo. Ao mesmo tempo, sabia que Cyra não era o monstro que todos achavam que era, e a amizade dos dois me fazia sorrir que nem boba.

A escrita da autora é rápida, e, apesar dos momentos em que fiquei perdida por conta dos vários planetas e etc, achei que li o livro rápido, principalmente porque alguns momentos são bem tensos, e eu me pegava torcendo para que os personagens acabassem logo com Ryzek e tudo ficasse bem. Mas imaginei que a história não acabaria por aqui, então não foi muito decepcionante chegar ao final do livro e nada ter sido finalizado. Espero que o próximo saia logo, e que seja ainda melhor.

23 comentários

  1. Eae! Veronica Roth também me decepcionou. Ainda não sei se lerei Crave a marca, chama a minha atenção por ser de ficção-científica e fantasia. Vou esperar os outros livros, vai que ela destrói tudo como foi em Convergente, agora tenha um pé atrás com ela. Ótima resenha ;)

    https://blogabstraindoideias.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi... não é meu tipo de leitura e tbm me decepcionei com a autora no último livro da série divergente.. ... mas realmente, esse eh demais pra minha cabeça, Não vou ler não! Mesmo vc tendo avaliado bem.....

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, que para mim é muito bem desenvolvido e eu adorei todas as características apresentadas. Como já deu para perceber, eu também já fiz essa leitura e particularmente adorei a narrativa e os elementos inseridos. Recomendo bastante a leitura, pelo menos para quem curte um estilo assim. Suas impressões refletem bem as minhas próprias e que bom que curtiu a leitura!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Não tive uma boa experiencia com Divergente, por isso ainda não em interessei por este livro aqui. Gostei desta coisa dos planetas, mas é uma leitura que eu não faria no momento.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu nunca li nada da autora, gosto dos filmes do Divergente mas não perderia tempo lendo. E pelo que vejo parece que todo mundo meio que se decpciona com os livros!

    bjos
    www.causoseprosas.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Dryh!
    Fiquei decepcionada com "Convergente". Não foi nem pela 'morte de você sabe quem, mas pela história ter virado outra coisa. Não senti o mesmo tom dos outros livro. ;(
    Adoro livro de ficção-científica!!! <3 É uma paixão.
    Então quando vi que a Verônica ia lançar esse livro, claro que fiquei curiosa e já garanti o meu. Só falta ter tempo para ler. :/
    Acho que o romance não é mesmo o foco da história, então já vou ler se criar expectativa com isso. Espero gostar!!!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  7. Oie...
    Adorei sua resenha!
    Esse livro vem fazendo bastante sucesso pela blogosfera, mas, como não sou muito adepta ao gênero não me interessei na leitura ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Esse livro não me fez interessar pela leitura dele,não sei o porquê,mas ele esta sendo bem comentado.

    ResponderExcluir
  9. Oie! Tudo bem?

    Eu amo as capas dos livros dessa autora, diferente das histórias que eu não gosto kkkk Já tentei ler um livro dela, mas não me fez a cabeça, por isso não fui atrás para saber mais sobre esse!

    Bjss

    ResponderExcluir
  10. Oi Dry!

    Quando vi esse livro logo me interessei e foi pra lista de compras, com tantos elogios que tenho visto preciso apressar a compra dele rs.

    Essa historia tem muito a ver com a realidade, não só no preconceito, mas na individualidade, uma vez que vivemos em uma sociedade gananciosa onde se colocar em primeiro lugar (mesmo que isso prejudique o outro) é o correto para algumas pessoas.

    Já estou acostumada com a escrita da VR porque faz um tempo que acompanho a autora então, mesmo tendo sido desapontada com Allegiant, vou dar uma chance para Crave a Marca (só não sei quando ainda!).

    Beijos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu sei que todo mundo odeia Convergente, mas, na verdade, eu até que gostei. No entanto, acho que de tanto as pessoas criticarem a Veronica Roth, acabei ficando com o pé atrás com esse livro.
    Gostei de saber que, no geral, você gostou da leitura e está curiosa para ler a continuação. A premissa parece ser interessante e gostei da descrição dos personagens, principalmente da Cyra.
    Vou levar sua resenha em consideração e dar uma chance para o livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem??? Quando começo a ler uma resenha que me deparo com qualquer coisa que tenha a ver com outros mundos ou dimensões algo na minha cabeça grita: abortar a missão, abortar a missão! hauhauhauhaua Não sou dada ao gênero da ficção científica, definitivamente. Agora se você que gosta se sentiu meio perdida em determinado ponto da leitura com os diversos planetas imagina eu? Fico feliz que seu contato com a autora tenha sido melhor dessa vez, mas vou repassar a dica! Bjosssss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Conheço a autora somente por Divergente, então sei que a escrita dela é uma delícia. Acho que esse excesso de informação no começo pode mais atrapalhar do que ajudar, mas que bom que você no final conseguiu entender a história, apesar de certas coisas ficarem ainda mal explicadas para você. Adorei poder conferir a sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Olá.
    Confesso que esse novo universo, só de ler na sinopse, já me confunde. Esse é um dos motivos para eu evitar certos livros, dão um nó na minha cabeça hahaha.
    Que bom que, apesar disso, sua nota para o livro foi alta.
    Espero que o próximo volume seja ainda melhor, beijos!



    ourbravenewblog.weebly.com
    Participe do nosso TOP COMENTARISTA valendo um livro JANTAR SECRETO, do autor Raphael Montes :)

    ResponderExcluir
  15. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas quero muito lê-lo já!! :) ahahah A verdade e que li Divergente e fiquei a gostar da autora!! :P

    Bem, espero ler em breve, e acho ótimo que a leitura tenha sido rápida e com os personagens assim tao cativantes! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  16. Oi.

    Nunca li nada da Veronica Roth. É uma vergonha que eu não tenha lido a série Divergente, mas a verdade é que não tenho muito interesse nos livros. Diferente deste que estou bem curiosa a respeito. Esse provavelmente será o primeiro e único livro que lerei da autora.

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    A Veronica Roth decepcionou muita gente haha.
    Não li os livros dela porque não gostei dos filmes que saíram, então achei perda de tempo.
    Também não me aventuraria na leitura deste livro, não faz muito meu tipo e tenho medo de me decepcionar como aconteceu com a trilogia Divergente.
    Beijos!

    ResponderExcluir

  18. Oii, tudo bem?
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas ouço muita gente falando muito bem. Eu gostei bastante da premissa dele na resenha e se eu tiver a oportunidade certamente lerei.
    Amei o post, parabéns pelo blog maravilhoso.
    Abraços Mary

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?

    Estou com um pé atras para ler esse livro, pois uma amiga já leu e apesar de e gostado falou que a leitura é um pouco confusa, e mesmo já conhecendo a autora ainda não me recuperei do final de convergente.

    BJS jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Não li o livro ainda, mas do pouco que eu vi parece ser exatamente o que você falou, é um plot fraco, o que é uma pena já que o universo tinha tanto potencial para ser uma coisa diferente :/
    Adorei a resenha.
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  21. Veronica também me decepcionou mas acho bacana como ela migrou de um genero para outro, isso mostra a versatilidade dela como escritora, isso é ótima. Quero muito poder conferir.

    ResponderExcluir
  22. Estou ansiosa por esse livro, gosto bastante da série Divergente, embora ainda não tenha lido o último livro, estou para inclui-lo em minha lista.

    Achei a capa desse livro muito bonita...

    Gosto de livros de fantasia, são meus preferidos. Gosto também da escrita da Veronica, é simples mas consegue prender o leitor do começo ao fim!

    Gostei de ler suas impressões, espero não ficar perdida também tanta informação, haha!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  23. oi, bacana saber que a leitura foi rápida e que você achou a história original. Particularmmente, não é um livro que faz tão intensamente meu estilo, mas é uma obra que tem sido bastante comentada.

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...