Os bons segredos

Título: Os bons segredos
Autora: Sarah Dessen
Editora: Seguinte (cortesia)
Páginas: 408
Edição: 1
Lançamento: 2015
Sinopse: Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho. 
Resenha

Estava acostumada a ser invisível. – página 9

Sydney é a filha certinha. Nunca fez nada de errado e vive na sombra do irmão mais velho, Peyton, que é o centro das atenções e o queridinho da família. Até que Payton começa a sair dos trilhos, beber, usar drogas, invadir casas, e o ponto final que lhe deu uma sentença: dirigir bêbado, atropelar um rapaz de quinze anos e deixa-lo paraplégico.

Mas minha mãe era assim. Quando o assunto era Peyton, qualquer coisinha boba já virava um feito sensacional. – página 213

Agora que Peyton está na prisão, quem sofre as consequências é Sydney. Ela decide mudar de escola para poupar gastos aos pais, vive com a culpa pelo acidente sobre os ombros (já que os pais, ou pelo menos a mãe, não consegue aceitar que Peyton é o culpado, não a vítima), é obrigada a suportar regras que, até então, não aplicavam-se a ela, e torna-se ainda mais invisível aos olhos dos pais, que ainda colocam Peyton em primeiro lugar.

Eu a encarei, desejando que ela falasse alguma coisa. Desejando que, de algum modo, em meio a toda sua dor e distração, ela pudesse finalmente me enxergar, já que não poderia ouvir as palavras que eu era incapaz de dizer em voz alta. – página 92

No primeiro dia de aula na escola nova, querendo passar mais tempo fora de casa, Sydney entra numa pizzaria chamada Seaside, onde ela experimenta a melhor pizza que já comera na vida, e conhece os Chatham. Sydney logo entra para o círculo de amigos dos irmãos Chatham, Mac e Lydia, com quem começa a passar o tempo, compartilhar segredos e construir laços. Aos poucos ela vai percebendo que não está mais sozinha, e que pode não ser tão invisível como pensara.

Eu sempre tinha sido a outra, a que não era Peyton. Já tinha até aceitado. Mas então finalmente conheci pessoas que me enxergavam de um jeito diferente. Agora que eu era real e estava em primeiro plano para alguém, nunca mais queria ser invisível. – página 273

Esse é o terceiro livro que eu leio da autora, e, mais uma vez, sou pega de surpresa. Confesso que não esperava encontrar uma história tão incrível como essa, muito menos uma personagem como Sydney. Ela é bem mais madura do que eu imaginei que seria, e o fato de ser tratada rigidamente pelos pais por conta de Peyton me fez gostar ainda mais. Só esperava que ela tivesse mais reação à tais coisas, como não aceitar tão facilmente os castigos impostos pelos pais.

Eu tinha feito a coisa certa. Eu sempre fazia. Seria bom se alguém notasse. – página 63

Os personagens secundários são um show à parte. Mac e Lydia já são surpreendentes sozinhos, junte Eric (um rapaz metido) e Irv (um gigante cujo estômago é um saco em fundo), e terá o espetáculo completo. É claro que eu não poderia deixar de mencionar a Sr. Chatham, que já conseguiu me conquistar desde a primeira vez em que apareceu. Os únicos para os quais eu torci o nariz foram os pais de Sydney (mãe neurótica, pai bobão) e Ames, melhor amigo de Peyton que deveria vir com uma placa de “afaste-se, perigo” estampada na testa.

A escrita da autora flui tão rápido que eu consegui finalizar o livro numa manhã, pasma por ele ter acabado tão rapidamente. Mal via a hora ou as páginas passando, mas confesso que esperava mais do final. Achei que ele ficou um pouco solto e perdido, não fez jus ao resto do livro. Uma coisa que eu gostei em Os bons segredos é que o romance não é o foco principal da história, como eu achei que seria.  Se fosse, tenho certeza de que a história não seria tão boa. Sarah Dessen foca mais nos laços de amizade e no conceito família, não destacando somente a família de Sydney, mas também os Chatham.

“A primeira vez que você entrou na Seaside – ele esclareceu. – Você não era invisível, não pra mim.” – página 245

Enfim, esse não é o meu livro favorito da Sarah, mas, com certeza, é um dos melhores que eu já li. Os bons segredos é uma leitura rápida e muito sensível, então não espere cenas de tensão fortíssimas ou coisas do tipo. Até existem algumas, mas são poucas, e duram menos ainda. Estou doida para ler mais livros da autora, e, quem sabe, conhecer mais personagens como Sydney.



36 comentários

  1. Oi Dhry.
    Gostei muito desse livro. É cheio de entrelinhas e de uma sensibilidade incrível.
    Mas confesso que esperava um final diferente. Queria um revolta sabe.
    Mesmo assim amei.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também esperava uma reviravolta, mas fazer o quê, né? *-*

      Excluir
  2. Oie,
    confesso que detestei a capa, mas a premissa parece ser bacana.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!!!
    Já vi algumas resenhas deste livro e fiquei muito interessada em ler; pois me pareceu uma história sensível e intrigante. Sua resenha só aguço mais a minha vontade de ler logo. Parabéns pela resenha.

    Carla Fernanda
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    Já vi várias resenhas deste livro e fiquei bem interessada em conhê-lo. Espero ter uma oportunidade logo. O livro me parece ser bem agradável

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste do livro, Fernanda ♥

      Excluir
  5. Olá.
    Recebi esse livvro e ele está na lista de leituras. Mas confesso que nem a sinopse eu li, agora é que tomei ciência do conteúdo do enredo.
    Mas o que mais me motiva é saber que a narrativa é fluida e que os personagens secundários são bem desenvolvidos.
    Ainda não li nada da Sarah mas espero gostar tanto do enredo quanto você.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste também, Paty, é uma história linda ♥

      Excluir
  6. Oi, tudo bem?
    Esse livro está me perseguindo a algum tempo, estou louca para lê-lo desde que foi lançado. Sua resenha me deixou ainda mais curiosa, me parece uma estória leve, mas ao mesmo tempo sensível. Ansiosa para ler!

    Beijos,
    Andy!
    http://quotesperdidos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você consiga lê-lo logo, Andy, e que goste ♥

      Excluir
  7. Olá^^
    esse livro está bombando né? Já li várias resenhas dele esses dias, no começo ele não me chamou tanta a atenção, mas aos poucos estou começando a simpatizar com ele, acho essa questão do tratamento diferencial dos pais com os filhos bem interessante, não vemos muito isso nos livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. infelizmente não mesmo, acho que é por esse motivo que o livro está bombando desse jeito. Espero que você goste dele, Dani ♥

      Excluir
  8. Olá, Dryh.
    Eu ainda não li nada da autora e você já leu três? Nem conheço três livros dela hehe. Mas preciso consertar isso. Esse é um livro que sei que vai me irritar por conta dessa distinção que os pais da protagonista faz com os filhos, mas ainda sim eu quero ler. Só li resenhas positivas dele até agora e ele está na minha lista de desejados. E que bom que gostou tanto, mesmo não sendo o melhor da autora que você já leu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim...haha' já faz um tempinho *-* nossa, mas o tratamento dos pais dela para com ela é mesmo muito irritante! Sabe quando você quer entrar no livro e chacoalhar o personagem?

      Excluir
  9. Oi Dryh, sabe que sempre tive vontade de ler os livros da Sarah mas nunca tive oportunidade, e quando fiquei sabendo sobre o lançamento desse livro eu já fiquei louca querendo ele! Sua resenha está muito cativante e tenho a impressão que não irei me decepcionar com a obra!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você tenha a oportunidade de ler, Kétrin, é um ótimo livro para conhecer a escrita da autora :)

      Excluir
  10. Adorei saber mais sobre a trama, recebi a obra e não vejo a hora de ler, pois nunca li nada da autora, mas só escuto elogios. E que legal saber que é uma leitura fluída, tenho ódio de livros que levam dias para serem lidos. rs
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste do livro, Dessa ♥ haha' eu também não gosto de levar dias num livro *-*

      Excluir
  11. Já vi tanta resenha desse livro e faz um tempo que quero ler ele. Espero adquirir logo. Acho injusto essa maneira diferente de tratar os filhos que alguns pais tem. Só vejo falarem bem da autora, até agora não vi nada negativo.
    -Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também acho, principalmente no caso da Sydney, é sacanagem o que os pais dela fazem com ela *-*

      Excluir
  12. Terminei de ler a resenha com vontade de ler mais.
    Estou vendo esse livro em vários outros blogs, mas ainda não parei para ler a resenha e só agora li e me apaixonei, sua resenha é muito bem construída. Por ela ser mais nova, acaba sendo a esquecida pela mãe. E também não tinha amigas, olha... que vida viu? Mas ainda bem que ela resolveu mudar de escola, pois mudanças são necessárias. Fiquei com uma vontade enorme de ler o livro, SOCORRO! Já adicionei a minha lista.

    Beijos,
    Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada ♥ vida sofrida, não? E o pior é que a Sydney é quem carrega a culpa do irmão e dos pais como se fosse dela *-*

      Excluir
  13. Eu não tive uma experiência muito boa com o primeiro livro que li da autora, que foi o Aquele Verão, mas quero muito ler outros livros dela! Principalmente esse, Os Bons Segredos, que possui uma sinopse muito legal e só possui resenhas positivas aqui na blogosfera! Aliás, adorei a sua!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda não li este, mas também quero ler mais livros dela. Espero que você goste de "Os bons segredos" ♥

      Excluir
  14. Nunca li nada dessa autora, mas as sua resenha me deixou com vontade de começar por este livro. Estou em uma fase em que preciso muito de leituras mais sensíveis, sem muita tensão. Achei uma pena o final ter ficado meio solto e perdido, mas ainda assim despertou o meu interesse. Achei a capa meio sem graça, mas não devemos julgar um livro pela sua capa, né? ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os livros da autora se encaixam certinho nessa classificação...haha' a capa faz sentido depois que a gente lê o livro, pois tem uma cena parecida :)

      Excluir
  15. Olá,
    Não conheço a Sarah mais depois de ver alguns livros comentados pela Pam eu fiquei bem curiosa. Já vi comentários sobre os livros mas a cada resenha fico cada vez mais curiosa e pela sua resenha parece ser um livro muito bom.
    Beijos
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste dos livros dela ♥♥

      Excluir
  16. Olá! Só encontro resenha positivas sobre esse livro e fico cada vez mais com vontade de ler. O que mais gostei é que a Sidney se mostra uma personagem forte, não se faz de vítima, tenta mudar o curso da sua vida. Pretendo ler este livro, para descobrir mais sobre os dramas familiares e sobre o futuro da Sidney. Beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste do livro, Suzana ♥

      Excluir
  17. Acho tão legal quando um livro consegue juntar uma história legal com personagens que ganham o leitor. Adorei os pontos que você levantou e fiquei ainda mais curiosa do que já estou para ler esse livro. Acho que mesmo não tendo cenas de tensão é uma história que vale a pena conhecer, então é claro que ele está na minha lista!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste do livro, Lica ♥♥

      Excluir
  18. Oi, Dryh! Sabe que eu ganhei um poster desse livro na Bienal e até estava animada pra ler algum dia, mas não tem muito tempo li uma resenha falando muito mal dele. Você parece ter gostado bastante dele e realmente, na sua resenha, dá pra ver como ele é sensível. Ai meldels, estou confusa! Na dúvida, vou ler <3

    Beijos, Maria.
    http://nerdsideblog.tumblr.com

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Estou vendo tantas resenhas bacanas desse livro, que só fico com mais vontade de ler ele logo.
    Achei incrível os assuntos abordados pela autora, mas principalmente o 'desprezo' da família pela filha, que teve que crescer sozinha, mas que porém se saiu muito bem nessa jornada.
    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...