Coroa Cruel

Título: Coroa Cruel
Autora: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte (cortesia)
Páginas: 232
Edição: 1
Lançamento:  2015
Série: A rainha vermelha, contos
Sinopse: Duas mulheres uma vermelha e uma prateada contam sua história e revelam seus segredos. Em Canção da Rainha, você terá acesso ao diário da nobre prateada Coriane Jacos, que se torna a primeira esposa do rei Tiberias VI e dá à luz o príncipe herdeiro, Cal tudo isso enquanto luta para sobreviver em meio às intrigas da corte. Já em Cicatrizes de Aço, você terá uma visão de dentro da Guarda Escarlate a partir da perspectiva de Diana Farley, uma das líderes da rebelião vermelha, que tenta expandir o movimento para Norta e acaba encontrando Mare Barrow pelo caminho. Esta edição traz, ainda, um mapa de Norta e um trecho exclusivo de Espada de Vidro, o aguardado segundo volume da série A Rainha Vermelha.
Resenha

A família de Coriane fazia parte da nobreza prateada, mas eles não eram tão importantes... Ou ricos. Passando por dificuldades financeiras, a família de Coriane contava com uma tia rabugenta para ensiná-la a se comportar, do contrário, Coriane correria a chance de ficar em casa para sempre, sem um marido. Mas ela parecia se importar mais com máquinas e com coisas que pudessem ser consertadas do que como comportar-se like a lady.

Mas, quando seu tio morre, o pai de Coriane acaba tornando-se o Senhor da Casa Jacus, e sua família acaba ainda mais próxima da realeza, e do príncipe Tiberias. A história de amor dos dois é muito bonita, mas quem já leu A rainha vermelha sabe o que aconteceu com a rainha, Coriane, mãe de Cal, então vê-la sofrer neste livro foi muito triste. E revoltante também, porque teve dedo podre nessa história.

VAMOS NOS LEVANTAR, VERMELHOS COMO A AURORA. – página 68

O segundo conto nos apresenta Diana Farley, mais conhecida como Cordeiro, uma das capitãs da Guarda Escarlate, uma rebelião vermelha que pretende expandir o movimento para Norta. Ao longo da narrativa, Cordeiro acaba conhecendo ninguém menos do que Shade Barrow, irmão de Mare, a protagonista de A rainha vermelha.
Mas Mare mal aparece no conto, o foco mesmo é Cordeiro, suas ações e suas missões, que, infelizmente, se mostraram mais cansativas do que eu esperava.

Já não sou mais assim. Tenho vinte anos. Sou capitã da Guarda Escarlate. E ninguém, nem mesmo o coronel, pode me dizer que estou errada agora. – página 136

Vejam bem, o conto que mais conseguiu me prender foi o primeiro, o de Coriane, mas ele tem menos de 70 páginas e acaba na melhor parte, enquanto a história de Cordeiro dura quase todo o restante do livro, e a história, infelizmente, é mais fraca do que aparenta. Há pouca ação, poucos momentos emocionantes e/ou tensos, e por mais que eu tenha gostado de conhecer a personagem e Shade, que teve muito destaque aqui, eu preferiria que o tamanho dos contos tivessem sido invertidos.

Enfim, o livro não acrescentou tanto à história do primeiro livro da série, mas eu gostei de conhecer mais sobre os personagens que não apareceram tanto em A rainha vermelha, e eu gostei de ter encontrado um mapa de Norta e seus arredores, além de um trecho do próximo livro, Espada de vidro, que eu estou mais do que doida para ler. Achei que faltou algo nesses contos, mas não deixam de ser histórias interessantes.

14 comentários

  1. Oi Dryh, eu terminei de ler esse livro esses dias e gostei bastante dos contos. Também acho que não acrescentou muita coisa, mas enfim né, são histórias interessantes para conhecer um pouco mais de determinados personagens. O de Coriane foi o que mais me chamou a atenção também.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi Dryh, esse faltar algo que você falou que faltou nos contos, pra mim, também faltou no próprio primeiro volume. Não sei, não me conectei tanto com a história como gostaria, mais enfim, voltando ao conto. É interessante conhecer mais sobre alguns personagens né? Só é uma pena que ele tenha deixado a desejar mesmo assim. :)

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho muita vontade de ler essa série e quando fiquei sabendo desse livro eu morri de vontade de comprar. MAs prefiro mesmo ler os livros da série antes de ler os contos. É uma pena que só o primeiro que tenha lhe despertado um maior interesse e lhe agradado mais. Tão chato quando esperamos algo e esse algo sempre fica faltando :(

    ResponderExcluir
  4. Oi Dryh, tudo bem?
    Ainda não li A Rainha Vermelha, mas quero muito conhecer essa história pois todos me falam que é maravilhosa!
    Uma pena que o melhor conto tenha sido tão curtinho e acabado no melhor momento e que o outro maior tenha desapontado um pouco.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  5. Oie, sabe que eu ainda não decidi se leio a rainha vermelha ou não, vejo tantas opiniões boas, algumas não tão boas. Mas que pena que o segundo conto não te agradou, já vi outras críticas a ele também, mas gostei desse livro extra para como você disse conhecermos outros personagens mais a fundo, adoraria que outros autores começassem usar essa metodologia.

    ResponderExcluir
  6. Oie !!
    O livro "A rainha vermelha" me surpreendeu, pois quando comecei a ler de propósito eu não tinha lido nenhuma resenha pra não "topar" com nenhum spoiler, ou seja, eu não tinha nenhuma noção do que se tratava, além da sinopse e esta não contava muito, então gostei muito da história!
    Amei saber que tinha sido lançado um livro com contos, que aliás agora é a nova "moda", né? Não que eu não goste, muito pelo contrário...acredito que nestes contos o autor se esmera ao nos "presentear" com detalhes que muitas vezes acrescentam muito conteúdo principal da história e apesar de você ter mencionado que não traz nada de novo, afinal já conhecemos os fatos futuros ter a chance de conhecer essas duas personagens mais a fundo deve ser ótimo!
    Ufa! Falei muito, não? rsrsrs mas é que sua resenha me despertou a vontade de ler os contos e o segundo livro!

    Bjinhos ;)

    Elaine M. Escovedo

    http://www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir
  7. Esse livro me enganou direitinho, pois a princípio acreditava que era uma sequência de A Rainha Vermelha. Apesar de o primeiro livro ter chamado a minha atenção, acredito que quando eu começar a ler, Coroa Cruel, não será minha prioridade, a não ser é claro que a leitura do volume 1 me instigue a querer conhecer os personagens dos contos desse livro.
    Pela sua resenha dá para perceber que não é uma leitura obrigatória, mas acho que vai depender também do quando o leitor vai se envolver com a narrativa.

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, flor. Apesar de ter amado A Rainha Vermelha, não penso em ler esses contos tão cedo. Justamente pela sua resenha, percebo que faço bem (rs). Não tenho muito interesse em me aprofundar no contexto criado pela autora... Prefiro me manter primeiramente na linha central que é desenvolvida, depois vejo o que há nas margens. :)

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá , bom ainda não li a rainha vermelha que pelo que sei o esse livro Cora Cruel e de personagens que estão no livro da cora vermelha não é ? Já tinha visto a capa desse livro é já estava até anotado aqui junto com o livro A Cora vermelha para a minha próxima ida a Leitura , mas agora lendo a sua resenha e lendo os comentários percebi que talvez não seja uma boa que talvez não acrescente tanta coisa apenas somos apresentados a personagem que não tem tanta aparição no livro cora vermelha, talvez serja um modo que conhecermos um pouco mais deles . Parabéns pela resenha .

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bom? Não li nada dessa série ainda,mas, tenho interesse na série. Uma pena que tenha faltado algo nos contos que te prendessem, pois se fossem bem escritos seria um prato cheio para os fãs da série né? Mas, acho que vale a leitura para conhecer os demais personagens né?

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  11. Oi *--*

    Li A rainha vermelha e achei o livro uma mistura doida de várias series e me desanimou muito me ler esses contos. Mas ai quando saiu Espada de Vidro a série conseguiu mudar minha opinião, mas ainda não tenho vontade de ler esses contos. Quem sabe mais pra frente eu leia.

    Bjos
    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/05/resenha-trama.html

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Ainda não li o primeiro livro da série,mas morro de curiosidade. Essa série ta sendo bem lida e leio ótimos comentários sobre. Eu não sou muito de ler esses livros extras digamos assim, mas como você disse é bom para conhecer outros personagens que não tiveram destaque no primeiro livro. Espero conseguir começar a série esse ano ainda.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Éeeee, 3 milkshakesinhos pra esse livro tão alarmado, precisamos repensar nossos Hypes. HAHAHA. Não tenho intenção de ler a série, portanto, não li o primeiro - Rainha vermelha, né? Tá lá na resenha então é kkk- então,já me irrita essas coisas de ficar que nem mocinha, deixa a mina nas máquinas kk.
    Amei a sinceridade do seu post, principalmente quando você expõe seu Hype Fail. Bjs
    Tayletitshine.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Estou louca para começar essa série, louca louca louca!! Adorei saber que ela foi treinada para ser lady, adoro isso, adoro aprender e ver a personagem não curtir isso. Vou começar a série em breve.
    Beijo, Mari

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...