A história de nós dois

Título: A história de nós dois
Autora: Dani Atkins
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 352
Edição: 1
Lançamento: 2016
Sinopse: Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada. Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse. Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara a ponto de duvidar se deve se casar afinal. Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou... Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?
Resenha

Voltando de sua despedida de solteira com suas melhores amigas, Caroline e Amy, Emma, nossa protagonista, sofre um acidente de carro. Aquela fora a noite mais assustadora, horrível e triste de sua vida, mas fora a noite em que conhecera Jack, um americano que lhe salvara a vida, tirando-a do carro em que estava antes que o mesmo explodisse.

Deixa-lo ali me dava a sensação de uma questão não resolvida, de uma dívida não paga. Quando se deve a alguém a própria vida, talvez seja assim para sempre. – página 51

Mas aquela não fora a única vez em que o vira. Após o acidente, Jack voltou a aparecer na vida de Emma, o que começou a deixa-la um pouco confusa. Por que ela se sentia diferente perto dele? Desconfortável quando ele a tocava, e por que diabos ela não consegue parar de pensar nele, mesmo estando passando pelo pior momento de sua vida? E por que ela se sente tão incomodada com Richard, seu noivo, ultimamente? E seus sentimentos por Jack, será que eram verdadeiros, ou ela só sentia gratidão por ele ter salvo sua vida, e estava confusa?

Assim como Uma curva no tempo, A história de nós dois é um livro um tanto trágico, o que eu imagino ser algo comum em todos os livros da autora. O livro começa com uma memória do futuro, onde Emma parece estar arrumando-se para uma festa importante (um casamento, talvez?), e, após essa pequena introdução, acompanhamos Emma e suas amigas em sua despedida de solteira, seguida pelo acidente. Ao longo do livro, outras lembranças nos são apresentadas, mas em momento algum a autora anuncia quem está esperando Emma, o que me deixava cada vez mais curiosa para finalizar o livro. Com quem ela ficaria? Emma ficaria com alguém?

Cuidei de sorver tudo sobre Jack desde a maneira como o vento delicadamente erguia os fios negros e pesados de seu cabelo até a forma como seus olhos se enrugavam nos cantos quando ele sorria. Sentia que algo começava lentamente a se partir dentro de mim; seria quase impossível esquecê-lo. – página 289

Eu não sabia bem para quem torcer. Richard parecia ser um cara legal, e a forma carinhosa como ele tratava a mãe de Emma, que tinha Alzeimer, era bonita de se ver. Mas ele pisou feio na bola, e essa pisada deixou Emma devastada, além de mudar a forma como ela via duas das pessoas que mais amava no mundo. Como poderia voltar atrás, e esquecer aquilo tudo?
E Jack... Bom, Jack não iria ficar na cidade para sempre, ele tinha alguém esperando-o nos Estados Unidos, e, mesmo que parecesse gostar de Emma, percebia-se que ela não era o suficiente para fazê-lo ficar. E ele insistia em tentar afastar Emma, o que já estava me dando nos nervos. Se não podia entrar num relacionamento com ela, por que não se afastava???

“Tudo de que você não precisa é começar algo comigo agora. Algo com um fim que já olha você de frente. Você já teve muitos finais em sua vida, Emma. Eu não serei mais um. – página 241

São muitos prós e contras a respeito de ambos, então eu consigo entender porque Emma ficou tão perdida...hehe’ Mas foi bom acompanha-la ao longo da história, enquanto descobria seus sentimentos, e foi bom perceber quão forte ela era. Não sei como Emma conseguia passar por tudo aquilo de cabeça erguida, sem se abalar ou se perder no meio do caminho, e ela fazia tudo sozinha, não tinha ninguém segurando sua mão, todos estavam ocupados demais com seus próprios problemas. Eu só queria que ela tivesse tido um tempo a mais só para si, fazendo o que queria e o que precisava. Emma sempre colocava os outros em primeiro plano, foi assim quando ela estava trabalhando nos EUA e precisou voltar para a Inglaterra, ajudar sua mãe, e continua sendo assim. Ela não pensa em fazer o que deseja, pensa em fazer o que deixaria os outros felizes, o que agradaria à sua família, aos seus amigos. Acho que isso faz de Emma uma pessoa boa, mas ela não chega a ser passiva ou boba. Emma é uma personagem incrível, e eu acho que isso só fica comprovado quando se lê o livro, o que eu espero que vocês tenham a oportunidade de fazer, pois é uma história linda e comovente.

Talvez essa história simplesmente não tenha um final feliz.” – página 275

Eu ainda estou impressionada com a escrita da autora, desde que li Uma curva no tempo. Dani consegue surpreender com os personagens, e mais ainda com os desfechos. A cada página ela dava a entender que o livro acabaria de um jeito, e quando eu estava certa de que tinha adivinhado o final, aconteceu o extremo contrário. Adorei os acontecimentos, mas, para não perder o costume, a autora deu um jeitinho de me deixar emocionada nas últimas páginas, o que eu já imaginava que iria acontecer antes mesmo de pegar o livro. Só achei que faltou um destaque maior para os personagens secundários no final, por isso o livro não entrou para os favoritos, mas sem pingo de dúvidas, merece nota máxima.


10 comentários

  1. Oi Dryh, tudo bem?
    Eu estou bem curiosa para ler esse livro, especialmente por já ter lido o outro livro dela, Uma curva no tempo. Fiquei ainda mais curiosa depois de ler sua resenha também. Quero muito saber mais sobre Emma e suas problemáticas. Já imaginava mesmo que esse também seria um tanto trágico. Estou bem ansiosa!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi Dryh!
    Como eu quero ler esse livro! Estou com ele aqui e devo começar a ler semana que vem. Gostei muito de ver a sua resenha e saber suas emoções durante a leitura. Eu acho que vou me encantar com a história e ficar impressionada também. Parece uma trama que não vou conseguir parar de pensar até terminar de ler e que, com certeza, vou ficar com uma baita saudade quando terminar a leitura.

    ResponderExcluir
  3. Oie, que bacana que você gostou desse livro, e que os personagens nos surpreendem. Fiquei curiosa em qual a pisada de bola do richard, mas já deu para imaginar mais ou menos, espero gostar e já estou curiosa com qual o evento que ela está se preparando no começo do livro.

    ResponderExcluir
  4. Ola´!
    Conheço a autora e conheço as obras dela. Esse livro está na minha meta de leitura e pretendo ler em breve, vc não é a única a se impressionar com a escrita da autora, todas as resenha que li, os comentários são sempre positivos! Preciso conhecer urgentemente!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Dryh

    Eu já li Uma Curva no Tempo e fiquei muito emocionada com o livro, foi uma das leituras mais emocionantes que eu fiz ano passado. Então quando eu soube desse livro logo coloquei no "quero ler" do meu Skoob. Eu acho o plano de fundo desse livro bem parecido com o do anterior, o acidente, os dois caras, a busca de algo...mas mesmo assim quero ler. Dani tem um escrita super envolvente e acho que mais uma vez eu vou me emocionar! Que bom que você gostou. Espero ler em breve!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo

    ResponderExcluir
  6. Olá Dryh,
    Me surpreendi muito com Uma Curva no Tempo e tenho muita curiosidade de ler esse livro.
    Achei a premissa muito interessante e também acho que ficaria um pouco confusa sobre para quem torcer, os dois parecem ser, igualmente, incríveis. A Emma me parece ser uma personagem forte, marcante e determinada.
    Adorei sua resenha e espero ler esse livro em breve.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Amei Uma curva no Tempo e acho que já tenho o que esperar desse livro, primeiramente amei a forma como o destino do casal foi se cruzar, e é interessante a maneira como parece que foram expostas as duvidas da personagem quanto ao romance, difícil lidar com os problemas sozinha, acho que mesmo ainda não tendo lido a história, acho essa uma atitude muito valida, invés de ficar se doendo pelos cantos, a personagem enfrentou seus problemas como uma guerreira, pena que colocou o conforto dos outros acima do seu... achei linda a premissa, muito obrigada por aumentar ainda mais minha expectativa, amei a resenha

    ResponderExcluir
  8. OI Dry!!

    Essa é a segunda resenha que leio hoje e você conseguiu abordar perspectivas totalmente diferentes. No da Carla ela falou do perdão e você ressaltou a questão do altruísmo, que mesmo mergulhada em problemas Emma se sacrifica pelos demais, fazendo com que os valores sejam ápice do livro e convidado o leitor a navegar na escrita da Dani. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu li esse livro recentemente e a história é incrível! Ainda que eu achei que tem mais drama que romance. Não que estou reclamando, mas foram situações tão intensas que ela viveu, que não dava para tentar um romance. A história é linda!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Olá...
    Tenho visto algumas resenhas desse livros e todas são tão instigantes, não creio que vou ler ele em um futuro próximo, mesmo assim ele me deixa com uma pequena pulga na orelha, quem Emma vai escolher? oque a amiga quis dizer antes de morrer? tudo isso me instiga rs... amei sua resenha...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...