Para Sir Phillip, com amor

Título: Para Sir Phillip, com amor
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Edição: 1
Lançamento: 2014
Sinopse: Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? 
Resenha

Diferente de praticamente todas as moças solteiras de Londres, Eloise nunca se preocupou em ser uma solteirona de 28 anos, até o momento em que sua parceira de bailes, Penelope, se casou com seu irmão mais velho, Colin. Ela então começou a ficar preocupada e triste pelo fato de Penelope ter encontrado um amor verdadeiro e ela não. É claro que ela ficou feliz pelo casamento da amiga, porém também triste por não ter alguém para chamar de marido.

Não, ela não precisava de ninguém perfeito. Só precisava de alguém perfeito para ela. – página 23

Eloise sempre gostou de escrever cartas, e quando sua prima de quarto grau, Marina, falece, ela escreve uma de condolências ao viúvo Sir Phillip, um homem que há muito pareceu desistir da vida e da família e que preferia a companhia das plantas à de pessoas. Ele responde prontamente, e aos poucos, os dois vão conversando e contando coisas ao outro, até o momento em que ele pede para conhece-la e, quem sabe, torna-la sua esposa. No início a ideia parece absurda para Eloise, mas ao perceber que esse homem pode ser um bom marido, viaja escondido até a propriedade de Phillip.

Phillip não planejara gostar dela. Só pensara em encontrar uma boa mãe para os seus filhos. E agora não sabia o que fazer com aquele sentimento. – página 103

Eloise e Phillip são de longe o casal mais engraçado da série até agora. Ela não consegue parar de falar por um minuto, e ele é fechado e tem um temperamento forte. Dei diversas gargalhadas com as conversas e ações dos dois, e mais ainda quando os outros Bridgertons aparecem na história. Outros personagens que também me encantaram para valer foram os gêmeos Amanda e Oliver, filhos de Phillip. As crianças são bem carentes e imploram pela atenção do pai o tempo todo, mas Phillip não consegue ser um pai presente desde que sua esposa faleceu. Com imploram pela atenção eu quero dizer que fazem palhaçadas e travessuras com qualquer pessoa que pisa naquela casa, e no momento em que Eloise entrou na mansão, se tornou a nova vítima da dupla. Mas quem disse que ela também não sabe brincar?

Uma coisa em Phillip que eu não gostei foi o fato de ele ver Eloise apenas como uma mãe para seus filhos e uma governanta para cuidar da casa, e não uma esposa. Tudo o que ela queria era se casar por amor, mas ele não parecia querer a mesma coisa. Tive alguns momentos de ódio com o personagem, assim como aconteceu com outros nos primeiros livros, mas na maior parte do tempo, fiquei doida para conhece-lo mais e ver Eloise se dar bem com aquele botânico maravilhoso. (não acredito que disse isso!).

“Você é incrível”. “É o que eu sempre digo às pessoas, mas você parece ser o único que acredita em mim” – afirmou ela, dando de ombros com ar displicente. – página 211

Enrolei um pouco para ler esse livro porque achei que a magia da narrativa da Julia Quinn se apagaria com o passar das histórias, mas fiquei surpresa ao ver que os livros dela estão cada vez melhores. Li Para Sir Phillip, com amor em tão pouco tempo que até fiquei assustada, e claro, queria mais! Ela consegue criar personagens completamente apaixonáveis e situações de tensão (presentes no final de cada livro) que deixam o leitor com o coração na boca. Eu quis chorar em diversas partes do livro, mas o que eu mais fiz enquanto o lia foi sorrir. Não tem como não sorrir com as trapalhadas e discussões do mais novo casal, e é impossível não se apaixonar por eles é impossível não se apaixonar por eles

“Você é tão linda... – murmurou Phillip. – Sabe o que eu pensei quando a vi pela primeira vez? Que poderia me afogar nos seus olhos. Pensei... – ele se aproximou, as palavras agora praticamente um sussurro – que poderia me afogar em você. – página 171

20 comentários

  1. Oi Dryh, adorei sua resenha! Alias, terminei essa mesma leitura semana passada. Gostei bastante! Só não achei surpreende, já esperava o final daquela forma! Beijo

    http://vampleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    parece mesmo ser um livro apaixonante, principalmente pela Londres da época. É natural que um viúvo veja em uma mulher a futura madrasta dos seus filhos e governanta para a casa que a morta deixou. Ainda não li nada da autora, mas creio ser leituras muito fofinhas e fico contente que a magia da escrita dela permaneça nesse. haha
    parabéns pela resenha.

    Att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. eu gostei, mas sabe quando é um livro que você sente falta de algo? Achei a trama mais arrastada se comparada com as anteriores
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Dryh.
    A Julia tem uma forma muito envolvente de escrever né, mas pra mim esse foi o livro que mais deixou a desejar.
    Achei o casal bem fraquinho, faltou muito química ali, não me envolvi com eles.
    Mas a família Bridgerton e as crianças conseguiram me segurar na leitura.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena, foi um dos que eu mais gostei *-*

      Excluir
  5. Oi Dryh! Não li nada da Julia Quinn.
    Através da sua resenha achei Sir Phillip um homem bem ousado para a época...
    Bom, para uma mulher solteira parece até ser um bom pretendente!
    Gosto de romances e tomara que leia esse em breve!
    Beijos
    http://scraplivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Achei, pela sua resenha, esse livro bem pegado, sem enrolação! Aliás, já vi vários dessa série, são quantos no total?

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Amei sua resenha, parece ser um livro bom mas que não devo esperar taaanto dele. Bom, vou compra-lo e ler, vai que ele me surpreende.
    Bjuus, Bai do blog https://blackisthenewhappy.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Dryh!!
    Eu comecei a ler a série, acho que li até o terceiro e depois larguei. Mas a escrita da autora é sim magica. Bom saber que a mesma esta melhorando cada vez mais. Acho que vou dar uma chance de volto a série e voltar a ler. Mas to esperando lançar todos na verdade. Já lançou todos? Não? Falta quantos?
    O Diário do Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena, espero que você goste dos próximos livros. Pelo o que eu sei, ainda faltam uns dois ou três livros para serem lançados

      Excluir
  9. DREEEEEEEEEEEEGSSSSSSSSSS ♥
    Então, lindona, eu ainda não li nenhum romance de época, acredita? Porém, eu tenho altos interesses a respeito dos livros desse gênero, todos tem capas lindas e premissas tão interessantes e claro, eu gostaria muuuuuuito de começar a ler Julia Quinn, casal engraçado? QUERO, CASAL QUE TU SHIPPA? QUERO, LIVRO QUE MELHORA A CADA VOLUME? QUERO HUAHAUAHUA. Adoreeeei a resenha ♥

    Beijos,
    http://umgrandevicioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LUAAAAAAAAASN ♥ Quanto tempo! hehe' quando eu for rica te mando a coleção toda ♥

      Excluir
  10. Oi, moça bonita!
    Adoro ler suas resenhas, ser leitora de seu blog, mas vou deixar a dica para próxima. Não curti essa série e não consegui sentir a magia da narrativa da autora.
    Desculpe! :( Fico triste quando gosto muito de um blog e não consigo interagir como ele merece :(
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena que os livros da Julia não te encantaram :/

      Excluir
  11. Oi Dry!!!

    Estou louca para começar a ler essa série, todas as resenhas que eu vejo são positivas. Mas me diz, todos os livros já estão publicados? Porque eu odeio esperar pelo próximo. kkkk
    Parabéns pela ótima resenha.
    Bjus
    Juh - Surtos da Juleka

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda faltam dois ou três, pelo o que eu fiquei sabendo :/

      Excluir
  12. Olá! Que resenha mais linda! Não li o primeiro ainda, mas ja estou apaixonada pelo terceiro! heheh! Ficou uma resenha suave. Estou louca para conhecer os personagens desta linda história!

    Saudações pela resenha. Está muito bela!
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  13. Olá Dryh!
    Da Julia Quinn eu só li O Duque Eu, mas tenho os outros e vou ler em breve.
    Que bom que as histórias dela continuam boas conforme os livros vão sendo lançados, isso me dá mais vontade de ler.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Adorei a sua resenha. Não tenho muita vontade de ler essa série, pois não sou muito fã de romances histórias, mas sempre vejo só resenhas positivas que um dia vou acabar dando uma chance. rsrs.Gosto bastante de livros que tenham cartas e a Eloise parece ser uma personagem bem determinada. Os dois parecem ser bem diferentes e isso com certeza vai causar várias confusões. Também adoro crianças nas histórias, elas tornam tudo mais divertido.

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...