De olho no autor #5: Janethe Fontes

Oiee pessoas, como vocês estão?

No De olho no autor de hoje, nós vamos conhecer um pouco mais da Janethe Fontes, autora parceira aqui do blog. A Janethe já teve quatro livros publicados aqui no Brasil (e pelo o que eu ouvi, um de seus livros, Vítimas do silêncio, foi para o exterior).



Janethe Fontes

Nas palavras da própria Janethe Fontes: "Sou uma sagitariana apaixonada pela vida, pela família (incluindo meus filhos de 4 patas) e também pela natureza". Ainda segundo ela, a vontade de escrever surgiu na adolescência, mas seu primeiro livro, Vítimas do Silêncio, foi escrito aos 28 anos.

----------------*---------------

1. Como foi seu primeiro contato com a leitura? 
Bem, meu primeiro contato com a leitura (de um romance) foi aos 12 anos de idade, aproximadamente, através da biblioteca pública da minha escola. E, desde então, eu me apaixonei completamente pela leitura, pelos livros.

2. Na infância, qual era sua relação com os livros?
A minha infância foi bastante pobre e os livros não eram uma prioridade para a minha família. Apesar disso, meus pais sempre fizeram questão de ver todos os filhos estudando. Sempre incentivavam os filhos ao aprendizado.

3. Quando você começou a escrever?
A escrever, aos 5 anos de idade (risos) Não fica brava, não! ...Falando sério agora. Meu primeiro romance foi escrito quando eu tinha 28 anos.

4. Quais são suas inspirações para escrever? Tem algum autor como referência?
Não tenho um(a) autor(a) como referência. Sempre gostei muito de ler e, talvez, de alguma forma, vários autores tenham servido (e servem) de inspiração, mas nenhum em específico.
As inspirações vêm de coisas completamente casuais como uma imagem, uma reportagem, uma cena de um filme, uma música, um sonho, etc.

5. Os personagens do seu livro foram inspirados em alguém que você conhece?
Não.

6. Você já recebeu críticas negativas ou mal educadas sobre o seu trabalho?
Para dizer a verdade, isso só aconteceu uma única vez e há um bom tempo atrás. Mas acho que todo trabalho está sujeito a críticas. Isso é normal.

7. Quanto tempo levou para escrever seu livro e como foi a experiência?
Para escrever meu primeiro livro, levei bastante tempo porque não me sentia totalmente preparada. Mas a partir da publicação de Vítimas do Silêncio, deixei a imaginação livre para alçar vários outros voos.

8. Quais são as dificuldades para que um autor consiga ter seu livro publicado e conhecido no mercado literário brasileiro?
Puxa, já falei tanto sobre isso... Para publicar meu primeiro livro, eu levei sete anos.  Mas parece que o mercado está mudando. Hoje em dia não se tem as mesmas dificuldades de dez anos atrás, por exemplo.
Quanto a tornar o livro reconhecido no mercado literário, não tem receita para isso. O caminho é árduo e longo. É preciso muita persistência e trabalho duro para conseguir um pouco de atenção e visibilidade.

9. Para você, qual a melhor coisa em escrever?
Escrever para mim é uma necessidade. Então, a melhor coisa em escrever é a própria escrita.

10. Sei que essa pode ser uma pergunta difícil, mas qual seu livro preferido?
É realmente uma pergunta difícil. Não sei lhe responder... Acho que não tenho um livro favorito. São livros diferentes, com personagens diferentes, com histórias diferentes.

11. Se fosse um personagem, qual seria? Por quê?
Bem, nunca pensei sobre isso... Mas talvez eu seja um pouquinho de todas e, ao mesmo tempo, diferente de todas.

12. Além de escrever, você também lê bastante?
Sim, muito. E creio que a leitura é demasiadamente importante para qualquer pessoa, sobretudo para os(as) autores(as).

13. Qual livro nacional você recomenda? Por quê?
Os meus, óbvio! (rsrs). Brincadeiras à parte, tem tantos livros bons que fica difícil recomendar apenas um. Além disso, depende muito do gosto do leitor. Tem romance policial, fantasia, drama e tantos outros que, como eu disse, vai depender do gosto do leitor. Eu, por exemplo, adoro romances policiais românticos.

14. Poderia nos contar um pouco do seu livro?
Qual deles? Nesse caso, eu poderia deixar aqui os links no skoob para os leitores acessarem as sinopses?


15. Tem algum trabalho futuro chegando? Poderia nos falar um pouco dele ou é segredo?
Estou no meu 5º livro, que é um romance policial cheio de aventura na selva amazônica. Mas não posso adiantar muita coisa porque a obra ainda não foi concluída.

Gostaria de aproveitar para fazer alguns agradecimentos. Posso?
Em primeiro lugar, agradeço a você, Driely, pela oportunidade, e agradeço também a todos @s amigxs e leitorxs pelo apoio. Obrigada mesmo!!
E para quem nunca leu nenhum dos meus livros, quero aproveitar para deixar uma mensagem e um convite...

“Através dos livros, fiz muitas viagens, conheci lugares nunca antes imaginados... Mergulhei em oceanos, subi montanhas e saltei de paraquedas... Senti raiva, tédio, paixão, medo... Enfim, vivi muitas vidas...
Agora, também através dos livros, procuro companheiros para viajar comigo neste vasto mundo de emoções. Prometo que a viagem é totalmente segura, que sua integridade física está totalmente preservada, independentemente das situações que vivenciar. MAS, quanto à sua alma, ah, essa não voltará imune!
Vamos nessa?”

Para quem quiser conhecer um pouco mais dos meus trabalhos, seguem meus endereços eletrônicos:

Facebook - Twitter - Site - Contato (janethefontes@gmail.com)

Conheça seu novo lançamento:

Desde muito jovem, o poder o fascinava. E para conquistá-lo, ele não hesitava em usar de todo o seu charme... Mas havia uma mulher no seu caminho. Ainda assim, seria novamente muito fácil conseguir tudo o que queria, não fosse a paixão que ardeu em seu peito, desde a primeira vez que a viu... Única herdeira de um grande empresário da indústria têxtil, ela era uma mulher independente, acostumada à rotina de uma grande corporação. Era também uma mulher apaixonada e sentia-se cada vez mais dependente daquela paixão que mesclava temor, desejo e um estranho pressentimento de que ela se encontrava à beira de um precipício... Ele nunca esqueceu aquele perfume, a incrível maciez da pele. Pena que tivesse que matá-la depois. Se não fizesse isso, nunca se livraria daquele sentimento que quase atrapalhou seus planos... Ela perdeu toda a sua herança e também por pouco a própria vida.


MilkMilks
Dryh Meira

13 comentários

  1. Oi Dryh, como vai? :)
    Eu não conhecia a autora ainda e gostei muito das respostas dela, bem simpática e alegre. Gostaria muito de ler seus livros. Desejo muito sucesso a ela. beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Dryh!
    Adorei a entrevista com a autora e parabéns pela divulgação. Eu ando conhecendo muitos autores nacionais e descobrindo ótimos livros. Li a sinopse de Doce Perseguição e adorei!

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não conhecia nem a autora, nem seus livros.
    Pelo visto são ótimos, fiquei curiosa *u*
    Adoreeeei, beijos
    http://cookierobsten.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nao conhecia a autora.. Os livros oarecem otimos,
    Aguardouma resenha,.
    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os links das resenhas estão no inicio do post ;)

      Excluir
  5. Oie,
    nossa a autora tem tantos livros e eu não conhecia :(
    Adorei a entrevista. Ela parece ser bem simpática.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Adoro essa coluna, sempre me apresentando a novos nacionais,
    essa autora eu não conhecia, nem tampouco suas obras, mas adorei a entrevista e
    fiquei super curiosa pelo lançamento da autora.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei a entrevista. Já tinha ouvido falar da autora, mas não conhecia sua obra. É sempre bom conhecer ótimos escritores nacionais.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto

    ResponderExcluir
  8. Que legal,adoro conhecer novos escritores nacionais.
    Me interresei pelo livro
    http://surejustnot.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Dryh,
    A autora parece ser bem simpática.
    Gostei da sinopse de "O voo da Fênix".

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. oláaa Dryh!

    parabéns pela entrevista e parceria com a autora, tive o prazer de conhecer pessoalmente da Janethe na Bienal e ela foi super receptiva *o*

    beijos.
    www.livroterapias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Nathália ^^ eu acabei me desencontrando com ela :/

      Excluir
  11. Oie...
    Não conhecia a autora e fiquei super feliz por conhecer!! Gostei bastante da entrevista e adorei as capas dos livros dela!!
    Me interessei bastante por O voo da fênix!!

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...