Perdão, Leonard Peacock

Titulo: Perdão, Leonard Peacock
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Páginas: 224
Edição: 1
Lançamento: 2013
Sinopse: Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto. 
Resenha

Sempre tive curiosidade de ler esse livro, mas quando o comprei, enrolei bastante para lê-lo. Estava procurando um livro sem criaturas mágicas e coisas do tipo, queria uma leitura um pouco mais realista e forte, vi a capa vermelha me encarando e pensei, por que não?

Vamos começar essa festa de aniversario! Estou prontíssimo para acabar com a minha vida. Será maravilhoso finalmente terminar com tudo. Este será o melhor presente de aniversário de todos, eu tenho certeza disso. – pagina 142

Leonard está fazendo dezoito anos, mas ninguém sabe disso. Sua mãe está em Nova York, provavelmente transando com seu namorado francês e ignorando o fato de que seu único filho está morando sozinho. Ele não tem amigos, com exceção de seu vizinho, com quem ele assiste Bogart e seu professor que ensina sobre o Holocausto, mas nenhum dos dois sabe que é seu aniversário... Ou que Leonard vai atirar em Asher, seu ex-melhor amigo, e depois se matar.

- Mato você mais tarde – digo para o sujeito no espelho, e ele apenas sorri de volta, como se mal pudesse esperar. – página 22

Ele tem um plano. Primeiro distribuirá presentes para as pessoas de quem gosta, e isso inclui Lauren, uma cristã que entrega folhetos no metrô; seu vizinho Walt, com quem ele decora citações dos filmes; Baback, a quem ele paga todos os dias para ouvi-lo tocar seu violino; e seu professor, Herr Silverman. Finalizada a missão de despedida, ele irá atrás de Asher.

Confesso que não sabia o que esperar desse livro, mas fiquei completamente vidrada na história e não conseguia parar de ler. O livro é tão real que parece um relato de alguém que tentou se matar. O personagem é tão bem caracterizado, tão sofrido e solitário, que sempre que ele contava histórias de seu passado ou lembrava dos momentos felizes em que sua mãe se importava com ele, ou quando ele e Asher se divertiam juntos, eu sentia vontade de chorar por ele. Pode não parecer, mas é um livro emocionante e muito bonito.

Ao longo das páginas, Leonard vai citando alguns momentos marcantes de sua vida, como quando conheceu Lauren, ou quando Asher começou a agir diferente e se tornou alguém detestável, e quais os motivos que o levaram a tramar um plano de homicídio e suicídio. Vocês devem estar imaginando que o protagonista é alguém louco, mas ele não é. Leonard é um jovem que já apanhou muito da vida e que não acredita que as coisas vão melhorar. Ele costuma se vestir de adulto e ir até o metrô, onde observa os adultos infelizes, se perguntando se um dia será um deles. Se um dia odiará o trabalho e também odiará voltar para casa.

Eu sei que você mal está suportando. Mas, por favor, aguente mais um pouco. – página 37

Durante todo o tempo, Leonard pensa que se alguém lhe disser “feliz aniversário” ou demonstrar que gosta dele, ele desistirá de se matar, mas em momento algum isso acontece. Ele está determinado a seguir com o plano, mas não consegue convencer o leitor e a si mesmo que apertar o gatilho é aquilo que ele realmente quer. O principal motivo de querer matar Asher e a si mesmo vai sendo revelado aos poucos, e o autor tenta fazer certo mistério sobre isso, mas fica na cara o que aconteceu para Leonard odiar tanto aquele que um dia fora seu melhor amigo.
O livro não é um romance, como diz a capa. Leonard chega a se apaixonar por Lauren, mas ela não corresponde, e em momento algum a história gira em torno do “casal”. A paixão é só mais um elemento para fortalecer a história.

Perdão, Leonard Peacock é um livro chocante e muito belo. O protagonista não é detestável. Ele acredita que todos o odeiam e que se matar será um presente para o mundo, já que ninguém irá sentir saudades dele. É um personagem confuso, que só aguentou tudo nos últimos dois anos por conta dos filmes de Humphrey Bogart e da música de Baback. O final do livro deixou a desejar, eu esperava algo mais bombástico ou digno de lágrimas (chorei no inicio e no meio do livro, mas no final que é bom...). É um livro maravilhoso, e eu mal vejo a hora de ver o filme ♥

Primeiro eles o ignoram, depois riem de você. Em seguida lutam com você, e então você ganha. – página 182



28 comentários

  1. Heey!
    Não gosto muito do Matthew, mas acho que esse livro deve ser no mínimo interessante ^^
    Adorei sua resenha, dependendo do preço eu o compro na Black Friday haha
    Abraços!
    http://desbravando-o-infinito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. em comparação com os outros livros dele, esse é incrível ♥ espero que esteja em promoção...haha' me conta depois o que achar :)

      Excluir
  2. Esse autor é um FOFO!!! Lembro dele até hoje na Bienal do RJ, e foi uma simpatia com os leitores <3
    ótima resenha!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ah, conheci o autor na Bienal do Rio (a penúltima, eu acho) e fiquei encantada por ele! Tenho inclusive esse livro autografado, mas incrivelmente até hoje não consegui ler, infelizmente. Não sabia que tinha filme, mas com certeza vou querer ler antes. Pena que o final deixou a desejar, mas só por você ter achado maravilhoso o livro mesmo assim sei que preciso ler... fora que amo livros que fazem chorar e você chorou no início e no meio... rs...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o filme ainda não saiu, mas já existem alguns rumores.

      Excluir
  4. Olá!

    Já tinha ouvido falar do livro, mas foi através da sua resenha que fiquei com vontade de lê-lo! A história parece ser do tipo que prende o leitor do início ao fim e fiquei ansiosa para saber se o Leo vai concretizar seus planos ou não.

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books!
    http://www.mademoisellelovesbooks.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Dryh!
    Vai ter um filme? Nossa, eu não sabia disso!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas já sei que quando ler, não vou esperar muito do final. A trama parece ser bem intensa, e o personagem bem problemático. Gostei da trama, e estou curiosa para conferir.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. siim ♥ espero que você goste do livro, Carla ♥

      Excluir
  6. Oiee.

    Não tinha conhecimento desta obra, mas fiquei um pouco curiosa mesmo ele não sendo o lvro do ano. Me parece uma trama bem densa e espero ler qualquer dia

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você tenha a oportunidade de lê-lo, Fê, e que goste ♥

      Excluir
  7. Oiiie,

    Não conhecia essa obra, mas estou super curiosa para saber, ele assassinou o amigo? Odeio ficar com essas curiosidades. Vou adiciona-lo na minha lista de desejados.

    beeijos

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' espero que você goste do livro, Estefânia :)

      Excluir
  8. Oi Dryh, eu li esse livro um tempo atrás e ele entrou para os meus favoritos. Eu me apaixonei pela trama, adoro um livro com o tema mais pesado, assim como é tratado nesse livro. Sempre que posso estou indicando ele!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também adoro livros com temas pesados ♥ parece que cada um muda a gente de um jeitinho diferente, né?

      Excluir
  9. Olá Dryh ^^

    Eu ainda não li livro, mas bem pareceu um thriler psicológico muito interessante!
    Sua resenha está muito sucinta!

    Adorei seu blog e já estou seguindo!

    Abraços,

    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Para mim este é o melhor livro do Matthew. Chorei muito com o desenrolar da estória, e senti muita compaixão e empatia pelo Leonard, ele teve uma vida muito difícil, e não tinha ninguém para apoiá-lo. Eu gostei do final, não foi comum, muito menos perfeito, mas para mim foi incrível!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. para mim também ♥ de início não curti o final, mas já aprendi a aceitar...haha'

      Excluir
  11. Olá!
    Eu adorei a resenha. Já tinha lido sobre ele anteriormente e fiquei muito curiosa para ler, mas depois da sua resenha esclarecedora, eu fiquei com muito mais vontade de ler do que eu estava antes. Parabéns!
    Beijão :*
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Carolina ♥ espero que você goste do livro :)

      Excluir
  12. Apesar de achar a história um pouco deprimente, fiquei interessada em ler, pois me pareceu abordar um drama muito comum no mundo atual, que é a solidão em meio à multidão. Creio que seja o tipo mais triste e doloroso de solidão. Só de ler a tua resenha, já fiquei comovida com o tipo de vida do personagem Leonard, um jovem esquecido pela própria mãe... muito triste! Adorei a resenha!

    http://leituras-compartilhadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Essa capa é bem chamativa, eu gostei da premissa diferente do que ando vendo, to tão cansada de só ler sobre séries que ver um livro assim volume único com uma boa história é quase um achado. Adorei sua resenha e vou com pouca sede ao pote pelo final, mas fiquei curiosa com motivo de pq ele querer matar seu amigo e a si mesmo.

    Beijocas.

    Giuliana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' também estou tentando fugir das séries *-* espero que você goste do livro, Giuliana :)

      Excluir
  14. Olá.
    Ótima resenha, me deixou muito curioso e o livro tem uma boa premissa. Do autor conheço O Lado Bom da Vida, mas apenas o filme.
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...