A mulher na janela

Oiee pessoas \0/
Depois de empacar legal em A prisão do rei, decidi fazer uma pausa e tentar outro livro. E não é que eu o terminei primeiro? haha' comecei A mulher na janela ontem e, aproveitando o domingão, fiquei lendo-o (completamente envolvida na história), e cá estou!

Título: A mulher na janela

Autor: A. J. Finn
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 352
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle?

Resenha

Bisbilhotar é como fotografar a natureza: a gente não interfere no que está vendo. – página 10

Anna Fox é uma psicóloga infantil que não sai de casa há meses. Separada do marido, que mora em outro lugar com a filha do casal, ela sofre de uma fobia chamada “agorafobia”, o que significa que tem medo de lugares abertos e não consegue sair de casa. Anna então se contenta em assistir a filmes antigos, beber (muito) vinho, conversar e aconselhar estranhos online e espionar os vizinhos.

Seu mais novo fascínio são os Russells, recém chegados na vizinhança. Antes da chegada deles, ela adorava espionar a vida privada dos outros vizinhos, mas agora que Jane, Alistair e Ethan chegaram, só tem olhos (e câmera) para eles. Quando conhece mãe e filho Russell, Anna começa a suspeitar que há algo de errado com o pai da família, e as suspeitas só aumentam quando vê algo acontecendo pela janela de sua casa (que dá de vista direta para a casa deles). Mas quem é que iria acreditar numa maluca que se enche de vinho e comprimidos?

Quando vi que a editora estava para lançar este livro, me vieram à cabeça os livros A mulher na cabine 10, A garota do trem e Garota exemplar, thrillers dos quais eu gostei bastante e que me deixaram quase sem unhas, de tanto que as roí. Confesso que enrolei um pouco para iniciar a leitura porque estava um pouco desanimada para ler qualquer coisa, mas assim que comecei (numa noite), não consegui mais parar de ler. Eu amo livros onde o leitor não sabe se pode confiar na protagonista, e amo ainda mais aqueles que trazem reviravoltas incríveis que nunca sequer cogitamos.

O autor foi esperto ao revelar o passado de Anna aos poucos, o que faz com que o leitor perceba que só pode confiar nela (afinal, é ela quem conta a história, então em quem mais iriamos confiar?), mas não nos impede de ficar um pouco receosos. O que foi que aconteceu para que Anna e o marido se separassem? O que iniciou sua fobia de sair de casa? O que ela viu pela janela realmente aconteceu, ou foi tudo sua imaginação, como todos afirmavam?

Será que me reduzi a isso? A uma mulher adulta que fica perplexa com qualquer bobagem que vê à sua frente, um peixinho boquiaberto no aquário da cidade grande? [...] Foi nisso que me transformei. É isso que sou agora. Não fosse pelas drogas, eu gritaria até estilhaçar o vidro das janelas. – página 142

É difícil dizer se gostei ou não da Anna. Eu não aprovava seus hábitos, mas quem sou eu para julgar? Eu não sabia o que tinha acontecido entre ela e a família, não sei como é sentir medo de sair até de casa, e não sabia se um crime tinha acontecido ou se era tudo alucinação dela. Também não sabia quem ela realmente era, quem fora no passado e, convenhamos, personagens de thrillers psicológicos não são feitos para que nós, leitores, caiamos de amores por eles, não é mesmo? Não nego que Anna foi muito bem construída, seus anseios, medos e a maneira como tentava ajudar desconhecidos que também sofriam de agorafobia através da internet me fizeram apreciá-la, e eu torcia muito para que o autor não tivesse a maltratado muito durante a história...haha’

A mulher na janela é uma leitura eletrizante que prende o leitor até o final, o autor possui uma escrita envolvente e leve (com aquela pitadinha de drama e de loucura que a gente adora) e os personagens foram muito bem desenvolvidos, cada um com seus mistérios e segredos únicos, e o final foi simplesmente incrível! Estou ansiosa (e um pouco receosa, confesso) para ver como será a adaptação, mas para quem gosta de um bom suspense e thriller psicológico, A mulher na janela é um prato cheio!

Não é paranoia se está realmente acontecendo!


22 comentários

  1. Tenho visto esse livro por aí, e tenho muita curiosidade pra ler, pelo mesmo motivo que você: me lembrou os outros suspense que também adorei!
    Bom saber que o autor mostrou aos poucos o passado da personagem, dá mais curiosidade assim.
    Espero poder ler em breve!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. A única coisa que me passa pela cabeça enquanto leio esse livro é ESSA MULHER É DOIDA.
    Ela é doida, muitas vezes durante a obra fiquei pensando se ela não estava sendo passa para trás pelos remédios.

    ResponderExcluir
  3. Estou com esse livro e terminei minha leitura.. E posso dizer que é o tipo de história que sempre me chama atenção. Sou da área da saúde. Essa pegada psicológica com as patologias envolvidas.. Como agorafobia.. Esse tipo de patologia assim como muitas outras são debilitantes e triste. Imagina uma pessoa deixar tudo aquilo que ama e gosta por conta de uma fobia e ver ela se afundar cada vez mais em problemas, como nossa protagonista Ana que se enche de remédios e bebidas, uma combinação nada legal, não é mesmo? Gostei muito do tipo de narrativa empregada.. Pois conhecemos mais as pessoas do site que Ana entra e os vizinhos que ela mesma no começo.. E depois vamos entendendo como ela chegou onde chegou!
    Achei a história incrível. Tive excelentes horas de leitura e recomendo!

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  4. Olá! Esse livro está mais que falado no mundo literário nos últimos dias. Eu como fã de thriller e suspense que sou, não vejo a hora de poder ler! Quero muito saber o que acontece nessa história! A história da personagem parece ser intrigante, me deixou curiosa o que aconteceu com ela pra viver assim, em isolamento, e depois chega essa família que parece ser perfeita, mas que com um pouco de observação, começa a transparecer seus defeitos e segredos. Fiquei maluca! Quero ler pra ontem!


    Bjoxx - http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Caraca, já vai ter adaptação? Que bacana! Eu li "A garota no trem", mas nãp curti muito na época. Achei parado demais, sei lá. Mas esse parece ser muito mais bacana, com coisas acontecendo o tempo todo. Adorei sua resenha, ja quero ler!@

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Quase comprei esse livro ontem, mais dei a bobeira e deixei a oportunidade passar. Ele já tá lista à algum tempinho, desde que li várias resenhas positivas. Amo suspense e tenho certeza que vou adorar ler essa história. Sua resenha só confirmou o quanto fui boba ontem. kkkkk
    Nossa, não sabia sobre a adaptação, que maravilha hei. Quando a leitura fluí é maravilhoso né?
    Bjos

    www.momentosdeleitura.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Dryh!
    Eu estou bem ansiosa para ler esse livro, pois, por enquanto, só li resenhas e críticas positivas sobre ele. Adoro histórias em que um personagem não consegue sair de casa por algum motivo.
    Meu único medo com esse tipo de livro (e olha que é o meu gênero favorito) é que está tão em alta esse tipo de enredo e história, que tenho receio deles ficarem muito parecidos. Tomara que não...
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Quero muito, muito mesmo ler esse livro e descobrir o que Anna viu na casa dos vizinhos e se realmente ela viu algo. Amo thriller então é claro que essa dica está super anotada e espero achar tão eletrizante quanto você.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá Dryh,
    Ando numa vibe de ler muitos thrillers e estou particularmente curiosa para ler esse livro. Fiquei muito contente por você ter curtido a leitura e ter dito que ela é eletrizante, pois é exatamente isso que procuro nos livros do gênero. Acho que entendo isso que você diz sobre gostar ou não da Anna e fiquei curiosa para saber se eu gostaria dela.
    Vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá! Só tenho lido comentários e resenhas positivas a respeito deste livro, como eu sou apaixonada por um bom suspense e thriller psicológico estou >louca< para adquirir meu exemplar e mergulhar nessa história que parece ser incrível. Espero gostar assim como você! Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Eu amo suspense e li muitas resenhas sobre esse livro! Já estou pirada antes de ler!kkkkkkkkk... Quero para ontem! Que Deus me ajude porque são muitos livros para ler e pouco tempo.

    Creio que irei me identificar com a Anna. Sofri de Síndrome do Pânico uns nove anos atrás por causa de um trauma. Imagino que deva ser um tanto diferente da agorafobia: tinha medo das coisas mais sérias até as mais absurdas: desde medo de morrer até de estar dentro de um ônibus. Ficava sempre perto da saída de qualquer cômodo, era horrível e sair de casa era um tormento. Mas superei. Sobrevivi, mas isso me ensinou a ter mais compaixão e consideração pelas pessoas que sofrem alguma fobia. Isso não é brincadeira, não é frescura. É assunto sério e só quem passou entende. Hoje o que me restou foi o medo de altura, o único que não consegui superar, ainda assim é mais leve do que antes. E tem também o TOC. Bem... sou problemática.kkkkkkkk... A Anna e eu nos daremos muito bem.kkkkkkk...

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Nossa, que resenha! Adoro seu blog! Sempre muito bem escrito!
    Este livro só tem resenhas positivas e estou louca para ler, para minha felicidade você já citou alguns outros thrillers que já anotei aqui, obrigada!<3
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Esse livro é maravilhoso. Cheio de reviravoltas e muito suspense.
    Os capítulos curtos fizeram toda a diferença pra mim e também achei bem bacana os filmes mencionados ajudando a compor a narrativa.
    Uma leitura que recomendo aos leitores.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  14. Tenho visto muitas resenhas desse livro por ai, mas ainda não tive a oportunidade de lê-lo. Espero tê-la em breve.
    Beijos. Versos da Alma

    ResponderExcluir
  15. Dryhhhhhhhhh!!!
    Guria do céu pensa numa pessoa que está alucinada para zerar a lista de leitura para pegar esse livro pra ler! Sim, essa sou eu!
    Menina do céu, esse enredo tem tudo o que eu gosto e adoro ler!
    Quero pra ontemmmmmmmmmm

    beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá ♥
    Desde o lançamento desse livro estou mega curiosa, amo Thriller e a premissa desse me lembrou até um pouco do livro " A garota no trem" pelo fato da personagem beber e ninguém acreditar nela me fez recordar a Rachel! A premissa desse livro é incrível, parece que o autor sabe entrar bem dentro da mente do leitor. Espero poder fazer a leitura o mais breve possível, amei a resenha, Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia!

    Estava já muito curiosa para ler esse livro e depois da sua resenha fiquei ainda mais eufórica para ler, pq esse livro parece ser bem construído, envolvente e eletrizante!!!

    Obg pela dica!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Olá! Tudo bom?

    Já ouvi falar MUITO desse livro e a cada resenha nova que vejo a minha curiosidade só aumenta! Fico feliz que gostou tanto da obra, o fato de você considerar a leitura eletrizante só meu deixa ainda mais ansiosa para ler esse livro! Não sou muito de ler esse gênero, mas esse livro realmente parece incrível ♥

    Um beijo

    ResponderExcluir
  19. Olá Dryh!!!
    Estou ouvindo tanta gente falar desse livro que fica difícil dizer o que acho do mesmo.
    Pois ao mesmo tempo que o enredo não é algo que me atraia, estou começando a repensar de lê-lo ou não por causa dos inúmeros comentários em cima do mesmo.
    As pessoas realmente ressaltam isso da narradora ser ela e não se saber se pode ou não confiar na mesma.
    De todo modo, parabéns pela resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bom?

    Eu só estou vendo resenhas positivas para essa obra e, óbvio, já coloquei na minha lista de desejados. Por ser eletrizante, sei que lerei rapidamente, ainda mais para saber todas as respostas - principalmente se o crime ocorreu ou foi fruto da imaginacao da protagonista.
    Eu não leio muitos thrillers, confesso, mas esse me chamou tanto a atenção que eu não vou deixar de conferir. Por outro lado, a Anna foi bem construída e quero muito conhecer o seu passado e entender um pouco mais sobre o que passa na mente dela. Espero ter a oportunidade de ler logo ❤️

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  21. Nossa. Fazia tempo que não encontrava um suspense que me chamasse tanto a atenção, quando terminei de ler essa resenha corri para anotar a dica. Gosto quando o autor traz personagens misteriosos, que se desenvolvem pouco a pouco durante a narrativa. Dica mais que anotada.

    ResponderExcluir
  22. Oie!!!
    Estou doida para ler esse livro já que vejo muita gente elogiando!! Amei A Garota no Trem e pela sinopse do livro tem tudo para me conquistar a leitura.
    Dica mais que anotada
    Bjks!!!

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...