O Voo da Vespa

Olá a todos,

Hoje trago a resenha de O Voo da Vespa, do galês Ken Follett, autor que já foi resenhado anteriormente no blog.

Título: O Voo da Vespa
Autor: Ken Follett
Editora: Arqueiro (cortesia)
Ano: 2017
Páginas: 416
Sinopse: Freya é o nome da deusa nórdica do amor. Também é o codinome da mais recente invenção nazista, de acordo com uma mensagem interceptada pelas forças aliadas. A inteligência britânica desconfia que é graças a ela que os alemães estão conseguindo abater os bombardeiros ingleses a uma velocidade tão alarmante. Hermia Mount, uma analista do MI6, é recrutada para ajudar a descobrir qual é essa nova arma. Tendo morado a vida inteira na Dinamarca, ela possui contatos valiosos que poderão auxiliá-la em sua missão. Do outro lado do mar do Norte, numa ilha dinamarquesa ocupada pelos alemães, o estudante Harald Olufsen descobre uma instalação estranha dentro da base militar nazista. Ele não sabe o que é, mas não se parece com nada que já tenha visto, e ele precisa contar para alguém. Em Copenhague, o detetive Peter Flemming colabora com os alemães para desvendar quem está repassando informações de dentro do país nórdico para os aliados britânicos. Numa Europa praticamente dominada pela Alemanha, a vida dessas três pessoas se entrelaça de forma irreversível, e quando um decrépito avião bimotor se transforma no único meio de fazer a verdade chegar até as forças aliadas, o destino delas poderá mudar o rumo da guerra - e da história.




Resenha:

Harald Olufsen é um estudante prestes a entrar na faculdade e tornar-se um físico de sucesso e está voltando da capital para sua cidade natal, Morlunde, que fica na costa da Dinamarca. Quando Harald tenta cortar o caminho até sua casa, o garoto se depara com um segredo oficial, um objeto estranho criado pelos nazistas que aponta para o céu está instalado na pequena cidade costeira.

A cena feliz só era manchada pelos danos causados pelos bombardeios aéreos, uma ruína enegrecida aqui e ali em uma fila de prédios, como um dente podre em um sorriso.

Na Inglaterra, Hermia Mount tem que se adaptar com sua nova realidade, após os inúmeras tentativas fracassadas de conter os bombardeios, o MI6 (inteligência britânica) precisa de uma solução, ela é encarregada da seção dinamarquesa, onde reúne informações contrabandeadas sobre os próximos passos dos nazistas. Muitas informações obtidas por Hermia vêm de um grupo de resistência chamado Vigilantes Noturnos. Hermia tem uma forte ligação com a Dinamarca, seus pais eram embaixadores da Inglaterra em Copenhague, quando teve de fugir por causa da invasão alemã, ela deixou pra trás um namorado; Arne Olufsen, irmão de Harald. Com uma derrota eminente para os ingleses e uma Dinamarca que sofre com a invasão alemã, seria possível estes objetos em um tabuleiro de xadrez vencerem a guerra?

Aninhou o nariz no seu pescoço, sentindo o cheiro dele, de sabonete do Exército, brilhantina e combustível da aviação. Sonhos não tinham cheiro.

O Voo da Vespa foi baseado em uma história real, especialista em escrever romances de guerra, Follett concede novamente um quadro de personagens um tanto distinto, cabe unicamente ao leitor visualizá-lo. O segredo de um bom romance de guerra é o imprevisível, por mais que um romance do gênero tenha que espelhar a realidade, o surpreendente sempre pode ganhar espaço, e é nisso que Follett aposta. A chave da narração de O Voo da Vespa, assim como em outros romances do Ken Follett, é o ritmo; as marcações temporais nas falas e a escolha do momento certo para o entrave de cada cena são as qualidades rotineiras do autor, que parece preferir deixar o `denso´ de lado.

Recomendo O Voo da Vespa para os leitores de Scott Martiani e Markuz Suzak. Baseado em uma história real, mas com um gosto de imprevisível, O Voo da Vespa se estabelece como uma bela história de amor em tempos instáveis.

 

3 comentários

  1. Eu já li Mundo sem fim do autor e fiquei apaixonada por sua escrita, quero mto ler outros livros dele. Esse parece ótimo, ainda mais por ser baseado em história real. Já quero mto
    beijo

    ResponderExcluir
  2. amei a sua resenha, já tem um tempo que eu queria ler, mas estava em duvida obrigada pela publicação

    ResponderExcluir
  3. Oi Heitor.

    Eu tenho muita vontade de ler este livro, pois acho a capa muito bonita. Mas foi uma novidade saber que a história foi baseada em uma história real. Gostei bastante e vou anotar a dica.

    Bjos

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...