Desejo proibido

Título: Desejo proibido
Autora: Sophie Jackson
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 416
Edição: 1
Lançamento: 2015
Sinopse: Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.
Resenha

“Você é a coisa mais real da minha vida.” – página 253

Nunca faltou nada a Katherine Lane, até o dia em que perdeu o pai. Aquela noite mudou a vida dela, que, aos nove anos de idade, viu seu melhor amigo ser espancado e morto na rua, instantes antes de ser carregada para longe da confusão pelos braços de um desconhecido. Desconhecido esse que salvara sua vida, e que ela nunca soube quem era.

Agora, com vinte e cinco anos de idade, Kat acredita que está na hora de fazer as coisas acontecerem. Seguindo o desejo do pai, Kat começa a lecionar literatura como forma de ajudar os outros, acreditando que poderia fazer o bem e a diferença na vida dessas pessoas. Mas essas pessoas são presidiários, e um deles, em especial, é Wes Carter.

Havia algo em seus olhos, na maneira como se movia perto dela, que fazia Kat se sentir imune a qualquer perigo. Ela sabia – bem lá no fundo – que ele a protegeria se fosse necessário. – página 161

Preso por posse de cocaína, Carter é um homem de belíssimos (e apaixonantes) olhos azuis que põe medo em grande parte das pessoas. De temperamento forte e irritadiço, ele é muito mais inteligente do que aparenta, e gosta de deixar as pessoas desconfortáveis. Mas não é por isso que Kat sente raiva dele. É porque ele é maravilhosamente sexy, e ela sabe que resistir à tentação-Carter pode não ser uma coisa fácil.

Quando ele finalmente consegue sua condicional, Kat, de bom grado (ou não), oferece-se para continuar sendo sua professora, pois continuar com as aulas seria bom para a imagem de Carter. E é aí que as coisas pegam fogo. Aos poucos, a atração avassaladora que sentiam um pelo outro finalmente explode, e, juntamente a isso, vem também o peso da paixão e dos novos sentimentos que logo começam a aflorar, o que pode ser um grande problema.

“Ele precisa de você, Kat. Mesmo que ainda não tenha percebido, ele precisa de você.” – página 167

Kat e Carter são personagens impossíveis de não se gostar, mas eles não são perfeitos. Kat tem um bom coração, ela realmente quer ajudar as pessoas menos afortunadas, e não se importa muito com o dinheiro, contanto que essas pessoas realmente queiram ser ajudadas. O trauma de sua infância ainda a atormenta, mas ela lida com isso dia após dia, lutando para deixar o pai orgulhoso. Kat não tem o apoio de quase ninguém, sua mãe e seus amigos são contra ela trabalhar numa prisão e não perdem a chance de mostrar o desagrado que sentem sempre que ela fala sobre algum aluno, principalmente Carter.

Carter é uma mistura do bad boy que todas nós gostamos (vai dizer que não é verdade?), com um homem inseguro que me fez querer atravessar as páginas só para abraça-lo. Ele cresceu num lar praticamente instável, seus pais não eram seus maiores fãs, e ele só podia contar com uma pessoa. Isso tudo fez com que ele se tornasse alguém carente, apaixonado, e, novamente, inseguro. Tirando as partes em que Carter surtava e queria saber a lista de namorados de Kat desde que ela nasceu (ok, exagero, mas não totalmente), ele sabia ser um cara fofo. Muito fofo. Foram tantas as cenas que me fizeram sorrir que nem uma boba e reler as páginas, só para sorrir novamente! Foram tantas as vezes em que eu torci para que eles ficassem juntos logo, deixando todo o resto para trás! Kat e Carter são um casal maravilhoso, e eu gostei muito de conhece-los! #Karter #Cat

Assim que a mão de Kat tocou na de Carter, ela se sentiu melhor, mais calma, mais livre. Era a sensação mais estranha do mundo, mas ela experimentou a necessidade repentina de dizer que se sentia em casa quando estava com ele. De dizer que eram os gestos simples dele que tinham o maior efeito em seu coração. – página 218

Bom, tenho que confessar que não sou muito fã de livros eróticos, normalmente, quando as coisas esquentam demais, eu pulo algumas linhas. É, eu sei, é trapaça, mas essas cenas, para mim, não acrescentam em nada na história, então eu simplesmente pulo. Com esse livro não foi diferente. Não são muitas as cenas hots, essa não é uma daquelas histórias em que os personagens olham um para o outro e já correm para o quarto. Mas existem algumas, e, felizmente, não me incomodaram muito.

“Diga que você me quer. Eu preciso... Preciso ouvir.” “Eu quero você... Sempre quis.” – página 202

A escrita da autora flui rapidamente, e eu só não terminei o livro antes por falta de tempo mesmo. Os personagens secundários foram bem trabalhados, e eu gostei de um em especial: Max, melhor amigo de Carter com quem ele divide algumas sujeiras da vida. Espero ter mais dele no conto 1.5 que a editora Arqueiro já lançou: Eternamente você. E também na continuação

“Você é tudo para mim, Pêssegos. Sempre foi. Sempre. Você é a melhor coisa que já aconteceu na minha vida ... Você é meu tudo.” – página 313

28 comentários

  1. Oi Dryh tudo bem?

    Eu pensei em solicitar esse livro para a Arqueiro quando foi lançado, mas fiquei com preguiça por causa da quantidade de páginas rsrs.
    Sua resenha foi a primeira que li do livro e sinceramente? Adorei a premissa do livro sabe? E fico feliz que a mocinha do livro é boa porque tem umas que são intragáveis, em compensação o mocinho tem seus problemas de temperamento.
    Também gostei de saber que as coisas não acontecem do nada e que o desenvolvimento da história é boa!!
    Eu recebi a versão física do conto, quando for possível vou solicitar esse livro.

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehe' eu também tive preguiça quando ele lançou, mas depois criei coragem *-*

      Excluir
  2. oi Dhry, tudo bem?
    eu não dava nadinha por esse livro, solicitei na curiosidade e acertei certinho, a trama é sensual, inovadora e com uma surpresa atrás da outra, eu ja virei fã
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Achei interessante esse tipo de história e acho que vou passar a ler mais esse estilo de livros. Parabéns pela resenha. ;)
    www.prateleirasemfim.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ooi,
    Eu amooo esse gênero, os finais são sempre surpreendente e lindos. Esse, pelo menos pela resenha, parece ótimo ao meu ver. Acrescentando a lista que desejos kkkkkk
    Beijos!
    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste do livro, Catrine :)

      Excluir
  5. Olá!!

    Não gosto desse tipo de leitura :/ e mesmo tua resenha estando ótima, irei passar a dica.

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Desde que lançou o livro tenho curiosidade em ler. Gostei de saber que a história é boa e que os personagens são bem construídos. Eu adoro livros eróticos então as cenas mais quentes não me incomodam.
    Adorei a sua resenha e espero que eu consegui ler em breve.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Suelen ♥ espero que você também goste do livro :)

      Excluir
  7. Hahahah concordo com você, quando leio alguma coisa que não me agrada eu também pulo algumas páginas, pois não me acrescentam em nada e dependendo da quantidade se cenas eróticas, acaba me cansando e desanimando a continuar o livro!

    Achei a premissa deste livro legal, apesar da sua resenha ser ótima, não me instigou a ler, a história me pareceu meio comum e sem graça!!! Claro que posso estar enganada porque não li o livro por completo, e quem sabe o final não seja surpreendente! =)

    Um super bj
    Keyla - http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena, Keyla :/ mas o livro é um pouco diferente dos outros que eu li, viu, apesar de o personagem ser como tantos que já conhecemos *-*

      Excluir
  8. Oi tudo bem?
    Adorei essa capa e vi várias amigas blogueiras lendo-o. Nossa se o livro já começa assim, quero nem ver o resto, parece ser daqueles sofridos e até fofos. Hahaha. Sim, bady boy sempre atraem e esse parece ser difícil de resistir, coitada da protagonista. Fiquei um pouco atrás com isso dele querer saber a lista de namorados da moça, não me diga que ele é
    possessivo? Quem sabe em breve eu o leia. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ele tem os momentos possessivos-irritantes, mas não é o tempo todo :/

      Excluir
  9. Oi, Dryh, tudo bem?
    Romances são, de longe, o meu gênero preferido da literatura, e por mais que o enredo de Desejo Proibido seja muito instigante e eu tenha ficado curiosa com o desenrolar da história e seu desfecho, acho que não me arriscaria a ler justamente pelas cenas mais sensuais. Meio contraditório, talvez, a pessoa gostar tanto de romance, mas não ler de jeito nenhum essas cenas - confesso que também pulo quando encontro alguma perdida entre as minhas leituras, haha -, mas é a vida, rs. De qualquer forma, para quem gosta, parece mesmo ser uma leitura interessante, principalmente por abordar uma ambientação que não é tão de costume de livros do gênero como a prisão. Parabéns pela resenha, também!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  10. Olá, Dryh. Tudo bem?
    Gostei da premissa do livro e me identifiquei de cara com a Kat (tá, só pq eu faço letras, ahahaha), mas a identificação logo acabou quando percebi onde ela se mete, ahahahah.
    Como assim a jovem aceita dar aulas particulares para o rapaz? será que ela não percebeu que isso aconteceria? #TodasAmamBadBoy
    Viajando um pouco imaginei se ela não encontra nele o instinto de proteção que seria papel do pai do qual tanto sente falta... E talvez ajudar esses detentos fosse uma forma de ela retribuir, da melhor maneira que encontra, o favor que o desconhecido fizera a ela resgatando-a no passado. Quem sabe, né?
    Sobre as cenas quentes, não sou muito de ter preconceito com qualquer tipo de situação descrita, a não ser quando o autor começa a descrever muito detalhadamente os cenários ou quando as cenas hots são totalmente explícitas, mas te apoio na trapaça, nós leitores podemos tudo, ahahahaha.

    Um beijo!
    Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, até parece que ela não lê livros com bad boys, né? haha'

      Excluir
  11. Oi Dryh!
    Desejo proibido MESMO né hahahaha imagina, se relacionar com um detento, mesmo em condicional fica totalmente mal visto e foi justamente por isso que me interessou. Normalmente também não gosto de livros eróticos, mas eu achei o casal curioso, de todos os que já vi acho que são os que menos combinam e parecem ser os mais criveis mesmo assim. Não acredito que vou dizer isso, mas queria ler esse livro.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, é jogar a carreira no lixo *-* espero que você tenha a oportunidade de lê-lo um dia, Nathália :)

      Excluir
  12. Olá,

    sua resenha foi bem escrita, adorei, contudo não me agradou a premissa, o tipo de livro/leitura, vou passar. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi! Adorei sua resenha. Muito bem escrita! Além disso, admiro seu blog, acho muito bonito. Parabéns!

    Beijos
    http://albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Já cheguei a ver algo sobre o livro, mas ainda não tinha visto resenha, parece ser empolgante a historia e romance parece ser daqueles de filmes. Gostei da sua resenha.

    Beijos
    http://devoreumlivrooufilme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...