De olho no autor #13: Danilo Vecchi

Oie oie pessoas \0/


Ontem não consegui postar nada pois estava sem internet, mas a bela e velha amiga voltou. Yeey! 
No De olho no autor de hoje, nós conversaremos um pouco com Danilo Vecchi, autor de Entre o céu e o inferno (resenha)
Espero que vocês gostem :)



Oi Dryh e todos os leitores do blog, é um prazer estar aqui respondendo as perguntas. Espero que todos gostem da entrevista.

1.      Como foi seu primeiro contato com a leitura? 
DV.: Me lembro que quando era criança minha mãe me dava muitos livros de literatura infantil, um deles que guardo na memória até hoje foi O Pequeno Polegar. Um outro livro que guardei na memória, foi A montanha dos Lagartos de ouro, me chamou muita atenção, porque foi o primeiro autor que conheci e consegui uma dedicatória, como era criança, foi algo incrível.

2.      Na infância, qual era sua relação com os livros?
DV.: Como disse, minha mãe me incentivava muito a ler, gostava de histórias criativas e diferentes, isso me encantava muito, aliás, encanta até hoje.

3.      Quando você começou a escrever? 
DV.: Não faz muito tempo, foi há uns três anos, quando as ideias do meu primeiro livro começaram a virar palavras.

4.      Quais são suas inspirações para escrever? Tem algum autor como referência?
DV.: Para falar a verdade não tenho um em específico, conforme vou lendo, aprendo com os outros escritores, tenho ideias, portanto, acho que cada escritor me ajudou e ainda me ajudam a criar minhas histórias.

5.      Os personagens do seu livro foram inspirados em alguém que você conhece?
DV.: Não Dryh, eles são totalmente inventados, às vezes até fico espantado de como depois de criados eles se tornam praticamente reais, com suas próprias características, como pessoas mesmo, isso é muito legal. Quem sabe um dia eu crie algo baseado em alguém, mas acho que é muita responsabilidade, hehehehe

6.      Você já recebeu críticas negativas ou mal educadas sobre o seu trabalho?
DV.: Mal educadas não, negativas com toda certeza, mas não considero nenhuma delas negativas, considero construtivas, afinal, nenhuma foi somente uma crítica, sempre vieram acompanhados de um comentário, esses comentários de uma forma geral foram todos utilizados no segundo livro. Se eu dia eu vier a receber alguma crítica somente, tem que aceitar, afinal não tem como agradar todo mundo. J

7.      Quanto tempo levou para escrever seu livro e como foi a experiência? 
DV.: Como trabalhava como professor na época, tinha muito pouco tempo, entre esboçar, escrever, revisar foi um ano e meio. O segundo demorei quase isso, mais ainda não foi publicado, teremos novidade sobre ele em breve. A experiência foi ao melhor possível, colocar todas as ideias que surgem na cabeça e depois ouvir e ler opiniões sobre elas é incrível. É algo trabalhoso, mas muito prazeroso.

8.      Quais são as dificuldades para que um autor consiga ter seu livro publicado e conhecido no mercado literário brasileiro? 
DV.: Hoje a publicação é bem complicada no Brasil devido ao alto custo tanto da publicação, como da divulgação, isso deixa o livro inviável no começo, como muitos livros são publicados no mercado virtual e isso está crescendo bastante o processo de publicação acaba ficando mais complicado ainda. Graças a blogueiros parceiros que levam o trabalho a sério a divulgação acaba dando certo, mas mesmo assim, ainda acho que o mercado brasileiro precisa acreditar mais no escritor nacional, pois mesmo com poucos leitores, o Brasil ainda aprecia a literatura internacional.


9.      Para você, qual a melhor coisa em escrever?
DV.: Transformar a fantasia em realidade, pelo menos para aquele momento da leitura. Fazer as suas ideias se tornarem vida e sonhar que um dia muitas pessoas pelo mundo possam compartilhar dessas ideias.

10.  Sei que essa pode ser uma pergunta difícil, mas qual seu livro preferido?
DV.: A culpa é das estrelas. Pode parecer clichê gostar desse livro, mas foi meu primeiro livro não sobrenatural, um livro que me encantou do começo ao fim, muito antes dele bombar, nem sabia quem era John Green naquela época, mas realmente foi uma leitura fantástica.

11.  Se fosse um personagem, qual seria? Por quê?
DV.: Vou ter que puxar para meu lado agora. Natalie com certeza é e sempre será minha personagem favorita, é como uma filha para mim, ela é tão bem elaborada que quando as pessoas leram o primeiro livro, falavam para mim que ela era muito certinha, alguns falavam que ela não parecia uma protagonista e sabe o que eu pensei? Ótimo, porque era exatamente o que eu queria, que ela não parecesse, porque ela está se tornando uma e quando os mesmos leitores lerem a continuação vão saber do que estou falando.



12.  Além de escrever, você também lê bastante?
DV.: Leio sim. Atualmente estou lendo Quem é você Alasca? Terminei há pouco a saga Dragões de Ether e o próximo será Extraordinário.

13.  Qual livro nacional você recomenda? Por quê?
DV.: Gostei muito de ler Filho do Éden, fala sobre anjos, não preciso falar mais nada né?

14.  Poderia nos contar um pouco do seu livro?
DV.: Claro, a saga Além do Céu e do Inferno fala da Natalie, uma garota que ao completar 18 anos descobre que pode ver todos os anjos e demônios na terra, com isso um dos demônios, Carsten, fica obcecado pela habilidade da garota e se envolve com ela, transformando a vida dela e dos seus amigos em um caos. Com tudo isso ela vai descobrindo que sua vida que parecia normal, tem muito mais segredos do que ela pode imaginar e em muito em breve estará no meio da batalha entre o bem e o mal enquanto um novo apocalipse está se aproximando.

15.  Tem algum trabalho futuro chegando? Poderia nos falar um pouco dele ou é segredo?
DV.: Posso contar em partes, a continuação Além do Céu e do Inferno: Exodus está por vir. Em agosto tivemos muitas novidades, como o book-trailer, a nova capa e em breve se Deus permitir, o livro vai tomar um rumo bem diferente e internacional, vou lançar o livro na Inglaterra em inglês, ainda não posso divulgar muita coisa sobre isso, mas assim que tiver novidades eu conto.
Muito obrigado a todos os leitores e espero que aqueles que ainda não leram, leiam Além do Céu e do Inferno e os que já leram, aguardem que em breve teremos muitas novidades sobre esse universo e sobre um novo universo que está chegando.

Obs.: O livro Entre o céu e o inferno foi relançado há pouco tempo, com a capa nova.
Obs¹: O segundo livro, Exodus, será lançado em março/2015 \0/

3 comentários

  1. Oi, Dryh. Achei demais o autor. Fiquei apaixonada por algumas coisas que ele disse, como "os personagens não são reais mas tornam-se ao final da história. E, concordo com ele quando fala que o autor no Brasil é bem difícil de conseguir sucesso. Sei que em comparação aos outros países, o Brasil não é de leitura, mas quem sabe um dia as coisas melhorem neh. Esperamos que sim.

    beijos.
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Além do Céu e do Inferno tem uma capa lindíssima, nossa me apaixonei! Fiquei curiosa ainda mais conhecendo mais o autor!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...