Com amor, Simon

Oiee pessoas \0/
Bom início de verão para vocês! Por mais que eu odeie suar e passar mal com a pressão caindo, eu gosto muito do verão! Adoro a brisa fresquinha que bate de vez em quando, adoro ver o dia iluminado e, mais do que tudo, adoro estar de férias e poder ler meus livrinhos ♥ tenho lembranças maravilhosas dos últimos verões, e em todas elas eu estou na minha cama, lendo livros...hehe' acho que dezembro é o mês em que costumo ler mais livros, e olha, eu ando lendo uns muito bons! Trago hoje a resenha de um deles, um amorzinho de livro ♥


Título: Com amor, Simon
Autora: Becky Albertalli
Tradução: Regiane Winarski
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Edição: 1
Lançamento: 2018
Sinopse: Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.
Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.
Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.

Resenha

Simon é um garoto comum que estuda numa escola comum, possui amigos comuns e uma família um tanto estranha, mas, ainda assim, comum. Ele ainda não havia saído do armário para ninguém, era um segredo seu e apenas seu, até conhecer Blue.
Blue havia postado um texto anônimo na página Tumblr da escola revelando ser gay, e Simon, identificando-se com as palavras usadas pelo garoto anônimo, respondeu, também anonimamente. A partir daí eles começam a trocar e-mails sobre diversos assuntos, desde o amor por Oreo até os sentimentos conflitantes de terem que se assumir para suas famílias e amigos.

Blue não mora na Califórnia. Mora em Shady Creek e estuda na nossa escola. Blue não é o verdadeiro nome dele. Ele é uma pessoa. Pode até ser alguém que eu conheço. Mas não sei quem. E não sei se quero saber. – página 11

Quando um colega de classe descobre os e-mails e chantageia Simon, dizendo que irá revelá-los para todo mundo se ele não ajudá-lo com uma garota, Simon acaba tendo que escolher entre seus amigos e Blue, afinal, o garoto era mais reservado e um escândalo poderia afastá-lo para sempre. Começa aqui o conflito da história, com Simon apaixonando-se cada vez mais por Blue e querendo desesperadamente conhece-lo pessoalmente, mas tendo que esconder mais segredos de seus amigos em prol de seu “relacionamento”.

Eu estou completamente apaixonada por esse livro! Tinha visto os primeiros cinco minutos do filme uma vez, mas parei e decidi que leria o livro primeiro, então quando o ganhei (amigo livro <3 ), parei tudo o que estava fazendo e fui lê-lo. Mas sou curiosa demais e acabei vendo o filme no mesmo dia...haha’ algumas coisinhas foram modificadas (confesso que prefiro o livro, as coisas se desenvolvem sem pressa e acabam de maneira ainda mais fofa!), mas, ainda assim, amei os dois! Assim que terminei o filme quis vê-lo novamente, e o mesmo aconteceu quando terminei de ler o livro.

Simon é carismático, fofo e divertido, mas ver o quanto ele se esforçava para agradar os pais me deixou um pouco triste por ele. O segredo de sua sexualidade não estava guardado por medo de os pais o rejeitarem, ele o guardava porque sabia que, assim que se assumisse como gay, as coisas iriam mudar, seus pais o veriam de outra forma, e ele não queria que isso acontecesse. A única pessoa que parecia compreendê-lo era Blue, mas Simon queria mais do que um romance por e-mail; ele queria saber quem Blue era (ele sabia que estudavam na mesma escola), queria poder conversar com ele pessoalmente e tudo o mais.

Mas estou cansado de sair do armário. Tudo que eu faço é sair do armário. Tento não mudar, mas estou sempre vivendo essas pequenas mudanças. Arrumo uma namorada. Tomo uma cerveja. E, todas as vezes, preciso me reapresentar para o universo. – página 54

Blue é um mistério, a autora só revela sua identidade no final do livro, e isso é o que mantem a mágica da história: nós ficamos tão ansiosos quanto Simon por um e-mail de Blue, por uma pista e por um encontro. Eu também gostei dos amigos de Simon, não o suficiente, confesso, mas são personagens que contribuem para a história e participam de algumas cenas divertidas. Cada vez que Simon começava a desconfiar da identidade de Blue, meu coração palpitava! Eu queria muito saber quem ele era, e queria muito que eles ficassem juntos!

Gostei muito da escrita da autora, a leitura fluiu muito rapidamente, e eu só parei o livro quando fui ver o filme (hihihi). A história me envolveu completamente, e chegando no final, quando as revelações chegaram, eu estava me sentindo muito tiete! Fiquei eufórica, querendo dar pulinhos pela casa de tanta animação! Eu AMEI as cenas finais, amei o encontro do casal, amei a maneira como as coisas se desenvolveram. Este foi um dos melhores livros que eu li este ano, e assim que o terminei, quis muito relê-lo...haha’ mas a gente tem que dar uma chance para os livros na pilha de não-lidos também, né? Logo, logo me encontrarei com Simon e Blue outra vez <3

Blue Blue Blue Blue Blue Blue Blue. Sério, parece que vou entrar em combustão. Passo o dia todo na escola com um nó no estômago, o que não faz sentido, porque não há motivo para isso. Porque, na verdade, são só palavras em uma tela. Eu nem sei a porcaria do nome dele. Acho que estou meio que me apaixonando. – página 117

Lembro de ter lido várias resenhas sobre o livro bem antes de lê-lo, e lembro que todas elas falavam muito bem da história, da escrita da autora e das personagens, mas nenhuma me preparou para o que eu encontrei aqui. Como a romântica apaixonada e incorrigível que sou, eu preciso indicar esse livro para todo mundo. Leiam, vocês vão suspirar, sorrir, rir, talvez chorar, e se apaixonar muito por esse livro! Estou doida para ler mais histórias da autora!


8 comentários

  1. Tudo bem? Bateu até uma nostalgia aqui. Eu li esse livro assim assim que lançou e vi o filme com minha família. É daqueles clichês delícias e que trata de uma temática muito importante.

    Leah sem compromisso (acho que é esse o nome), também me ganhou total.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Só leio e ouço elogios a respeito deste livro! Espero poder lê-lo no ano que vem, pois o tema lgbt muito me interessa! =)

    PS: infelizmente, eu detesto o verão e estou sofrendo duplamente =/

    ResponderExcluir
  3. Há um certo tempo leio comentários e resenhas a respeito deste livro, mas confesso que a sua foi a mais completa que li até agora. A forma como você fala sobre o livro me fez querer sair correndo para lê-lo. Há um tempo ele me chama a atenção, mas ainda não tirei um tempo para ele. Nem sabia que tinha filme. Jamais li nada da autora, quem sabe eu conheça o estilo de escrita dela por meio deste livo, quem sabe!

    ResponderExcluir
  4. Oiiii,

    Eu sou LOUCA para ler este livro, mas tinha muito medo de ser só mais um drama de adolescente se descobrindo e maximizando coisas que não deveriam ser maximizadas e não valorizando pontos que deveriam ser valorizados. Sua resenha me deixou mais tranquila, porque agora sei que a leitura é ótima e que nós ficamos ansioso juntos com o personagem pelo relacionamento, já super anotei a dica aqui e espero aproveitar tanto a leitura quanto você.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esse livro é muito amorzinho né.
    Achei interessante como a autora desenvolveu a história do Simon, seus dilemas, medos e anseios. Mesmo com uma narrativa mais jovem me cativou bastante.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  6. Eu sou apaixonada demais por histórias que envolvem emails e mensagens de texto, então ler Simon foi uma delicia só haha gostei muito da adaptação mas ainda assim prefiro o livro mil vezes.

    ResponderExcluir
  7. Oi Dryh sua linda!!

    Menina, esse livro está na minha lista de leitura por causa de tantas coisas maravilhosas que li sobre ele e a sua resenha é apenas mais uma para elucidar essa minha necessidade de ler.

    Amei suas palavras! Esse livro é um dos que pretendo ler esse ano ainda!

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Dryh!
    Acredita que eu nunca dei tanto por esse livro por causa da capa. Essa capa sempre fez com que eu nem tivesse interesse em ler a sinopse porque acreditava que seria uma leitura que não me atrairia, nem imaginava que fosse um romance. Depois de sua resenha fiquei curiosa e pretendo ler assim que conseguir adquirir.

    Beijos,

    Rafa - Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...